BIG SUR – O PONTO ALTO DA HIGHWAY 1

Na saída de Monterrey encontramos a primeira parada obrigatória. A cidade de Carmel-By-The-Sea parece um presépio urbano. Charmosa, passa uma sensação de qualidade de vida, acho que essa é a melhor maneira de definir Carmel. A cidade foi governada por Clint Eastwood entre 1986 e 1988, o que lhe confere um tom ainda mais enigmático.

Saímos de Carmel e seguimos pela Highway 1 em direção a Santa Bárbara. A viagem foi longa, mas recompensada pela paisagem do Big Sur. Nesse trecho a CA 1 fica ainda mais estreita, bela e perigosa. A todo momento parávamos nos “Point View” para fixar a paisagem com as nossas câmeras.

No Big Sur as montanhas caem direto no mar. A proximidade com Los Angeles e a paisagem estonteante fazem dessa estrada um freqüente set de filmagens para as produções hollywoodianas. Foi nessa estrada que Michel Gouglas correu em disparada atrás da belíssima Sharon Stone em Instinto Selvagem.

Ficamos tão entretidos com o Big Sur, que perdemos o horário de visitação do Castelo Hearst. O jeito foi seguir em frente.

Na chegada a Santa Bárbara, já havia anoitecido e pegamos muita neblina na estrada, deixando a viagem um pouco tensa.

SANTA BÁRBARA

Santa Bárbara, assim como outras cidades desse trecho da Califórnia, surgiu de antigas “missões” religiosas, foi por essa região que D. Diego De La Vega “O Zorro” e o seu amigo “Tonto” infernizaram a vida dos mexicanos. Santa Barbara é também famosa por ser o local onde fica o “Never Land Ranch”, a casa especial de Michael Jackson.

Dormimos em Santa Bárbara, no dia seguinte, visitamos a região do Píer e circulamos um pouco pela cidade até seguirmos viagem para Los Angeles.

Decidimos continuar pela “1”, pois pretendíamos passar por Malibu, a famosa praia dos milionários e dos surfistas da Califórnia.

Logo depois de Malibu fica Santa Mônica. Paramos no Píer para almoçar e viver um pouco a áurea do lugar. É no Píer de Santa Mônica que fica o ponto final da Route 66. Nos encontramos de novo com ela. O píer de Santa Mônica se parece um pouco com o de Monterrey. Muitas lojinhas de souvenirs, muitos restaurantes e um parque ao lado.

SANTA MÔNICA E LOS ANGELES

É uma das principais áreas de lazer dos arredores de Los Angeles. Sobretudo nos finais de semana Santa Mônica é invadida por todos os tipos que buscam ali diversão à beira-mar.

Santa Mônica é conurbada a Los Angeles, o nosso destino final depois de 15 dias de uma viagem, onde o que mais interessava era o caminho e não o destino. As estradas são maravilhosas, mas Los Angeles é um destino turístico sem muitas atrações, pelo menos o tipo de atrações que queríamos.

A solução foi ver o que tem de mais famoso. Los Angeles é uma cidade feita para automóveis. Todos por aqui têm carro. Grandes avenidas e auto-estradas se encontram com freqüência, formando um  trânsito caótico. É a segunda maior cidade americana.

O Teatro Chinês é uma das maiores casas de espetáculo de Los Angeles. Tem um papel histórico, mas o que mais atrai as pessoa por aqui são as calçadas onde ficam os moldes das mão e pés dos artistas de Hollywwod, o museu de cera, além das estrelas que marcam a “Calçada da Fama”. Ao lado do Teatro Chinês fica o Kodak Theatre, onde acontece todos os anos a festa de entrega do Oscar.

Outro caminho imperdível para quem visita Los Angeles é passear pela Rodeo Drive e correr o risco de se bater de frente com um Bugatti Veyron. A famosa rua chique de compras de Los Angeles nela toda mulher tem “um que” de Julia Roberts. Uma  “Preatty Woman”.

Em Los Angeles a nossa viagem começou a acabar. Seguimos para uma escala de um dia em Miami. Já era grande a saudade de casa. Hora de voltar.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Estados Unidos da América e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para BIG SUR – O PONTO ALTO DA HIGHWAY 1

  1. Cris Serrão disse:

    adorei as dicas, pois vou fazer essa rota em outubro, valeu!

  2. Cris Serrão disse:

    Adorei as dicas, pois irei fazer essa rota em outubro mais Las Vegas, valeu!

  3. joaquimnery disse:

    Olá Joel. Se o sentido da sua trajetório for de Monterrey para Santa Bárbara, você deve sair pela manhã, porque a viagem é longa e você precisa parar com frequencia para aproveitar ao máximo, além disso, no trecho mais próximo de Santa Bárbara está o Castelo Hearst, que é imperdível e vale uma visitação demorada.

  4. joel disse:

    Vou fazer esta rota em Julho de 2011, gostaria de saber qual o horario que voces sairam de Monterey.
    Se possível favor indicar os hoteis que ficaram.

  5. Juliana Vianna disse:

    Um dia ainda deixo a minha marquinha nessa Calçada da Fama!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s