MUSEU RODIN E AS CATACUMBAS DE PARIS

07.04.2009

No segundo dia de Paris decidimos fazer duas visitações que ainda não havíamos experimentado. A primeira foi ao Museu Rodin. O dia estava chuvoso e frio, mas pegamos um metrô e seguimos em direção a estação dos Invalides onde fica o museu.

MUSEU RODIN EM PARIS

Auguste Rodin foi um dos mais espetaculares escultores da história da humanidade. Viveu de 1840 a 1917. Rodin teve como assistente e amante a escultora Camille Claudel, cujos trabalhos muitas vezes se confundem com os dele.

OS JARDINS DO MUSEU RODIN – ESCULTURAS A CÉU ABERTO

O Museu Rodin tem uma boa parte do seu acervo exposto a céu aberto, com dia chuvoso foi um pouco difícil, mas não nos assustou. Logo na entrada avistamos a mais famosa obra desse escultor.

O PENSADOR, DE RODIN FICA LOGO NA ENTRADA DO MUSEU

O Pensador, fica em destaque na parte inicial do museu. É a mais famosa escultura em bronze do artista. Retrata um homem meditando. Muitas copias de O Pensador existem em vários lugares do mundo e são consideradas ampliações autênticas da obra original.

O PENSADOR – A OBRA MAIS FAMOSA DE RODIN

O Beijo foi feito em mármore e pode ter representado o amor louco entre Rodin e Camille Claudel.

O BEIJO – AMOR ARDENTE ENTRE RODIN E CAMILLE CLAUDEL

A Porta do Inferno foi executada buscando extrair temas da Divina Comédia de Dante e várias figuras colocadas nessa porta foram ampliadas e se tornaram esculturas independentes.

A PORTA DO INFERNO

Os Burgueses de Calais foi uma obra feita sob encomenda do prefeito de Calais para homenagear heróis da cidade francesa nos embates com a Inglaterra. Existem, também cópias em vários lugares do mundo.

OS BURGUESES DE CALAIS

Na visita ao museu conhecemos um rapaz de João Pessoa, que estava fazendo intercambio em Londres e se tornou nosso companheiro nesse dia.

Saímos do Museu Rodin e seguimos para uma outra visita inusitada às Catacumbas de Paris. As Catacumbas se constituem num ossuário gigantesco, organizado num sistema de túneis. O sistema completo forma cerca de 400km de túneis.

CATACUMBAS DE PARIS

O ossuário começou a ser organizado no século XVIII em função do esgotamento dos cemitérios existentes na cidade naquela época. A idéia foi utilizar os túneis de antigas pedreiras para levar os ossos dos cemitérios.

O resultado final foi um monumento macabro que se tornou um ponto de visitação e curiosidades turísticas. Acredita-se que nas catacumbas estão os restos mortais de cerca de 6 milhões de pessoas.

Depois de conhecermos as catacumbas voltamos ao hotel. No dia seguinte voltamos ao Brasil.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em França, Travessia do Atlântico e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s