GRAMADO – ALEMÃES E ITALIANOS MONTARAM A CIDADE

Chegamos a Porto Alegre e pegamos um transfer para Gramado. A estrada passa pelo Vale do Rio dos Sinos, uma área de forte influência de imigrantes alemães. Essa região foi pioneira na ocupação dos imigrantes no Rio Grande do Sul.

No início do século XIX, o imperador D. Pedro I realizou a primeira grande política de atração de imigrantes para o Brasil, na tentativa de povoar a Região Sul e afastá-la da ameaça de ocupação dos vizinhos (Províncias Cisplatinas: Paraguai, Uruguai e Argentina). Trouxe os alemães e distribuiu terras no Vale do Rio dos Sinos, onde hoje ficam as cidade de Canoas, São Leopoldo e Nova Hamburgo.

Hoje essa região é uma área industrial nos arredores de Porto Alegre e a vocação mais comum é a indústria de calçados.

O PÓRTICO NA ENTRADA DE GRAMADO

Depois iniciamos a subida da Serra e chegamos a Gramado. O pórtico da entrada da cidade já nos recebe com um charme especial. Nessa época do ano as hortênsias estão queimadas e isso diminui um pouco a beleza da entrada da cidade.

Gramado e Canela, são cidades irmãs e que foram formadas por colonos Alemães e Italianos. A influência das duas comunidades é visível na arquitetura, na culinária e nos costumes de uma maneira geral.

TRAÇOS DA ARQUITETURA ALEMÃ NA IGREJA DE CANELA

Chegamos ao Hotel Saint Andrews, com forma de castelo, na realidade é uma construção recente que fica no interior de um loteamento residencial. A casa/castelo foi construída por uma família de Nova Hamburgo e mais tarde vendida ao Guilherme Paulo da CVC e tem o José Eduardo Guinle com Diretor Geral.

HOTEL SAINT ANDREWS - UM CASTELO EM GRAMADO

O Hotel está voltado para o Vale do Quilombos e possui uma vista espetacular.

VALE DOS QUILOMBOS

No hotel o tratamento é superexclusivo. Um serviço de primeira, com mordomos, chefs e sommeliers espalhados para todos os cantos. O restaurante é espetacular e a carta de vinhos acompanha a eficiência do resto do hotel.

DECORAÇÃO REQUINTADA NO HOTEL SAINT ANDREWS

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Rio Grande do Sul e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para GRAMADO – ALEMÃES E ITALIANOS MONTARAM A CIDADE

  1. Pingback: NATIVITATEN – UM ESPETÁCULO DE ÁGUA E FOGO EM GRAMADO | Um Pouquinho de Cada Lugar – Joaquim Nery

  2. joaquimnery disse:

    Olá Guinle,

    Que bom que você gostou. Amamos a estadia e o atendimento da sua equipe. De fato nos sentimos em casa. Se tudo der certo voltaremos em novembro para vermos o espetáculo das Hortênsias e as luzes do Natal.

    Um abraço,

    Joaquim Nery

  3. Caro Joaquim Nery,
    Foi um grande prazer receber você e Monica em nosso St Andrews.
    Ainda mais com essa linda surpresa no seu blog.
    Belas fotos e muita amabilidade nos textos.
    Por favor volte sempre.
    Abraços,
    José Eduardo Guinle

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s