CANELA E A CACHOEIRA DO CARACOL

No quarto dia em Gramado saímos em direção à vizinha Canela. São cidades conurbadas, ficam distantes 8 km uma da outra. No meio do caminho a estrada é bastante ocupada por um comércio intenso, onde destacam-se as lojas de chocolate.

A CASA A VAPOR ENTRE GRAMADO E CANELA

Paramos no Casa a Vapor. Mais uma atração do complexo Gramado/Canela. Um centro de visitações onde é possível conhecer maquetes sobre funcionamento da máquina a vapor para as mais diversas funções. Com muita chuva e frio e sem outras opções ao ar livre, vale a pena.

IGREJA MATRIZ DE CANELA

IGRJA MATRIZ DE CANELA

O dia não ajudava muito. Frio intenso, chuva e sobretudo muita neblina, com pouca visibilidade. Ficamos sem opções de visitação. Demos uma volta por Canela, passamos na igreja de pedra que enfeita a cidade e seguimos.

ARAUCÁRIA - A CONÍFERA BRASILEIRA

Canela, em qualquer outro lugar seria considerada uma cidade muito charmosa, mas na sombra da vizinha Gramado fica em segundo plano e perde em atrações, apesar de os principais parques ficarem por aí. A vegetação mais comum na região da Serra Gaúcha é a Mata de Araucária (Pinheiro do Paraná). Uma floresta de coníferas típica da região sul do Brasil.

CACHOEIRA DO CARACOL

Seguimos para o Parque do Caracol, onde fica a cachoeira do mesmo nome. O Parque tem uma boa infraestrutura, com teleférico, elevador panorâmico, lojas de artesanato local e outras atrações. O sucesso, porém fica para a Cachoeira do Caracol, que cai a 110m de altura e nessa época do ano está com um volume de água muito bom. A neblina intensa prejudica a visitação, mas mesmo assim valeu a pena.

CASTELINHO DO CARACOL - UM EXEMPLO DA ARQUITETURA ALEMÃ EM CANELA

Voltamos para Gramado e fomos almoçar na Cantina Di Cappo. Um bom italiano inaugurado a pouco tempo.

AS CANTINAS ITALIANAS SÃO COMUNS NA REGIÃO

Á tarde fomos até uma fábrica de cristais, mas não vimos nada de interessante e depois voltamos ao hotel.

FRIO INTENSO E NEBLINA DÃO O TOM AO INVERNO DE GRAMADO

Jantamos no Hotel Saint Andrews, com um excelente cardápio e atendimento de primeira.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Rio Grande do Sul e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para CANELA E A CACHOEIRA DO CARACOL

  1. Pingback: NATIVITATEN – UM ESPETÁCULO DE ÁGUA E FOGO EM GRAMADO | Um Pouquinho de Cada Lugar – Joaquim Nery

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s