ROTORUA – A CIDADE SOBRE O VULCÃO

Alugamos um carro e seguimos pelas boas estradas da Nova Zelândia. O objetivo era cruzar as Ilhas do Norte e do Sul. Saímos de Auckland e fomos em direção a Rotorua, a nossa próxima parada.

VISTA AÉREA DE ROTORUA

Rotorua fica localizada no centro da Ilha do Norte, nas margens do Lago Rotorua. A cidade tem um cheiro permanente de ovo podre, em função do sulfeto de hidrogênio que exala nas várias fissuras no solo. Fizemos um sobrevôo de helicóptero para avistarmos os gêiseres do alto.

VISTA AÉREA DOS GÊISERES

A sensação é que a cidade pode explodir a qualquer momento, pois está situada numa área de atividade vulcânica intensa. A fumaça sai a todo momento nas bocas-de-lobo e é possível ver a água fervendo na superfície.

A ÁGUA FERVE NO SUBSOLO E BROTA NA SUPERFÍCIE

As águas termais são uma das atrações de Rotorua. Os primeiros Spas de água mineral e termal surgiram aí no início do século XX. O próprio Lago Rotorua libera vapor a todo momento.

LAGO ROTORUA

Na principal região dos Spas fica os Jardins do Governo e aparecem dois edifícios maravilhosos: O Rotorua Museum of Art and History, construído em estilo Tudor e que possui uma coleção de objetos maoris.

O ROTORUA MUSEUM OF ART AND HISTORY

A cidade é também um dos principais centros de observação da cultura maori. Os templos de culto religioso maori aparecem por ali em vários lugares.

CASA DE CULTO MAORI

A casa de culto Tamatekapua foi construída em 1873 e é o principal ponto de encontro da tribo Arawa, os primeiros imigrantes polinésios que chegaram à Nova Zelândia.

FIGURAS MITOLÓGICAS NO TEMPLO MAORI

Na base do pilar central da casa Tamatekapua aparece a figura mitológica de Ngatoroirangi, o navegador da canoa maori, que segundo a lenda levou a atividade termal para a região.

NGATOROIRANGI - O NAVEGADOR DA CANOA MAORI

Em frente à casa de culto Tamatekapua aparece a Igreja anglicana St. Faith’s, construída no início do século XX, em estilo Tudor, marcou a convivência cultural entre os maoris e os europeus na região de Rotorua. O cristo da igreja está vestido com o manto maori (korowai).

IGREJA DE ST. FAITH'S

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Nova Zelândia e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s