A MESQUITA AZUL, A SANTA SOFIA E A CISTERNA DE ISTAMBUL

No centro histórico de Istambul, bem pertinho do Hipódromo ficam dois dos principais monumentos e centro de visitação da cidade: A Basílica de Santa Sofia e a Mesquita Azul. Os dois monumentos estão separados por um grande e belo jardim.

   

A MESQUITA AZUL E A BASÍLICA DE SANTA SOFIA

A Mesquita Azul é também chamada Mesquita do Sultão Ahmet. Foi construída no início do século XVII, quando a cidade já estava em poder dos turcos otomanos e é a única mesquita de Istambul que possui seis minaretes.

A Mesquita do Sultão Ahmet

A Mesquita do Sultão Ahmet

A mesquita foi construída em estilo clássico otomano e na época, o Sultão Ahmet, quis fazê-la com grandiosidade e beleza para se contrapor à imponência da Basílica de Santa Sofia que fica ao lado.

Os Minaretes da Mesquita Azul

Os Minaretes da Mesquita Azul

Normalmente as mesquitas fazem parte de um complexo de prédios públicos que, nesse caso inclui uma escola de teologia, lojas, etc. O interior da mesquita é riquíssimo. Possui um belo conjunto de azulejos e ricos vitrais coloridos. Ao entrar na mesquita é necessário tirar os sapatos e não é permitido short, camiseta, bermuda, etc. Quem chega desprevenido, pode usar uma canga para ter acesso à mesquita.

O interior da Mesquita Azul

O rico interior da Mesquita Azul

A Basílica de Santa Sofia é o principal edifício histórico de Istambul. Foi construído na época em que Constantinopla era a capital do Império Bizantino, entre 532 e 537, pelo Imperador Justiniano I.

A Basílica de Santa Sofia

A Basílica de Santa Sofia

A Basílica é conhecida, também, como Hagia Sophia, que significa “Sagrada Sabedoria”. Com a queda de Constantinopla em 1453, a Basílica foi transformada em Mesquita pelos muçulmanos e hoje, ela se transformou num museu, desde 1935, quando Kemal Atatürk assumiu o poder da Turquia e a transformou em um país laico.

Hagia Sophia - Templo Cristão, Mesquita Muçulmana e hoje museu.

Hagia Sophia - Templo Cristão, Mesquita Muçulmana e hoje museu.

Possui uma abóboda central com 31m de diâmetro e 55,6m de altura. No interior da igreja existem mosaicos maravilhosos banhados a ouro. Toda a riqueza do Império Bizantino, na época convergiu para a Santa Sofia.

A riqueza no interior da Santa Sofia

A riqueza no interior da Santa Sofia

Ao lado da basílica de Santa Sofia existe uma das mais impressionantes construções de Istambul. A Cisterna da Basílica. É a maior das dezenas ou centenas de cisternas construídas em Istambul no período do Império Bizantino.

A fantástica Cisterna da Basílica de Istambul

A fantástica Cisterna da Basílica de Istambul

A Cisterna foi construída em 532. Possui 336 colunas romanas trazidas de templos pagãos da Anatólia, com estilos diversos: jônico, dórico e sobretudo coríntio. Ocupa uma área de 10.000 metros quadrados e tem 8m de altura. A capacidade da Cisterna é para 30 milhões de litros de água. Foi construída para prevenir a cidade de algum ataque que destruísse os seus aquedutos.

A Cisterna da Basílica

A Cisterna da Basílica

No interior da Cisterna existem duas colunas enigmáticas, com a base em forma de Cabeça de Medusa em posições diferentes. Não se sabe o significado das cabeças na Cisterna, mas os turistas adoram.

   

AS CABEÇAS DE MEDUSA NA BASE DAS COLUNAS

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Turquia e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

18 respostas para A MESQUITA AZUL, A SANTA SOFIA E A CISTERNA DE ISTAMBUL

  1. solange caribé disse:

    Achei Istambul um sonho! muito lindo!!!

  2. Amo esse lugar! Escrevi sobre ele em bit.ly/melevaistambul
    Adorei o post!
    Bjs,
    Rafa Ely
    http://www.melevaembora.com.br

  3. Actair Graneiro disse:

    Uma encantadora cidade histórica.
    Uma cidade para se voltar sempre.
    Amei Istambul!
    Tomara que acalmem logo os confritos políticos e religiosos que ameaçam a paz deste magnífico país.

  4. Ale disse:

    Nao sabem o que estão falando ,
    Um lugar onde não se pode adorar a Deus e se diz laico não e digno de elogios , boicotem! Assim como fazem com os inocentes.

  5. Pingback: Histórias da Luiza: Istambul - Revista Inspired

  6. José Willemann disse:

    Istambul, de fato, é uma cidade encantandora e de um povo acolhedor. A Igreja de Santa Sofia (ou Aya Sofia), a Mesquita azul, o Palácio Topkapi, a cisterna de Medusa e os ínumeros outros monumentos são encancatadores e revelam o embate entre nosso mundo greco-românico e o mundo muçulmano.
    Os principais monunmentos ficam próximos uns dos outros, e bons hotéis e bons restaurantes por perto. Dá para fazer tudo a pé.
    O Gran Bazar é outro ponto de atração imperdível.
    José Willemann

  7. artgo9 disse:

    Turquia maravilhosa! Recomendo.

  8. don disse:

    me vi com o robert burder e ea dr atraz do agente biologico muito maravilhoso

  9. Anônimo disse:

    MARAVILHOSO!!!!!!!

  10. Yolanda disse:

    Lindo…ao ver o blog, revivi a leitura que fiz do ” Inferno “. Eu estava desatenta, mas fui despertada ao reconhecer os locais mencionados no livro. Emocionante.

  11. Bianca disse:

    Já está na minha lista de viagens! Também foi através do livro de Dan Brown “inferno” que essa cidade me despertou muita curiosidade 🙂

  12. Paula Meireles disse:

    Maravilhoso blog, qm me dera um dia poder ir lá. Descobri essas duas magníficas construções lendo Inferno, de Dan Brown, estou maravilhada.

  13. ricardina disse:

    Estambul, foi das cidades mais luxuosas que ja visitei. A mesquita azul é fabulosa! Esta cidade recomendo-a a todos os que suspiram visita-la. Aqui, tudo é imperioso! Para se ver esta cidade é preciso seguramente 4 a 5 dias e com carteira recheada, porque todas as visitas às mesquitas são cobradas. Depois, a não perder, é a visita à grande medina, onde os ourives de ouro, prata e pedras preciosas, abundam. Esta medina é monumental!!!!!!!!!!!!

  14. Eneida Simas disse:

    Ficamos, eu e meu marido, absolutamente extasiados com a belaza da Santa Sofia e da Mesquita Azul, quando lá estivemos em Junho de 2008. E quanta história e informação encontramos naquela paredes e colunas centenárias. Inesquecível!!!!

  15. Pingback: 40º Domingão de Twittadas | Turquia | Diário de Mochileiro

  16. queria ter nascido na epoca quen dera

  17. nao existe foram os estras terrestre ingrivel

  18. Roberto disse:

    Bacana! bela indicação de Uyara.
    Valeu!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s