WATERFRONT DE CAPE TOWN – UM EXEMPLO DE REFORMA URBANA

A área do cais da Cidade do Cabo, sofreu no início da década de 90, uma profunda e bem sucedida intervenção urbana. Toda a área foi modificada e se transformou no mais importante centro de lazer e entretenimento da Cidade do Cabo.

O Waterfront de Cape Town sofreu uma forte e bem sucedida intervenção urbana.

O Waterfront de Cape Town sofreu uma forte e bem sucedida intervenção urbana.

A região recebeu o nome da Rainha Vitória e do seu filho Alfred, que foi quem iniciou a obra de construção dos primeiros piers na região, para proteger o porto dos fortes ventos do Cabo, que são famosos e provocam, por aqui grandes danos às embarcações, daí a denominação de V & A (Vitória and Alfred) Waterfront.

As embarcações ficam bem protegidas no Waterfront.

As embarcações ficam bem protegidas no Waterfront.

Hoje o V & A Waterfront é um complexo que envolve um grande Shopping Center, com lojas de grife, uma grande quantidade de restaurantes, bares, lojas de artesanato e atrações de entretenimento, como, um parque permanente com uma roda gigante bem moderna.

A Roda Gigante do V & A Waterfront

A Roda Gigante do V & A Waterfront

A região do V & A Waterfront é também um centro de apresentações de artistas de rua. É comum a apresentação músicas e danças por todos os cantos. Na concha acústica do Waterfront frequentemente acontecem apresentações musicais.

O robô da Coca-cola completa o visual do Waterfront.

O robô da Coca-cola completa o visual do Waterfront.

Daí do Waterfront saem várias excursões para a Baía do Cabo, cruzeiros noturnos, passeio à Ilha de Robben (onde ficou preso Nelson Mandela), etc. A Ilha de Robben (focas em africans) foi sempre utilizada como presídio. No passado ficavam aí os presos políticos trazidos pela Companhia das Índias Orientais, muitos deles eram líderes muçulmanos que vinham do Sri Lanka, da Indonésia e da Malásia. Mais tarde foi presídio político do regime do apartheid.

A Ilha de Robben na Baía do Cabo.

A Ilha de Robben na Baía do Cabo.

A presença de focas e pássaros marinhos é comum por aí, pois a reforma do Waterfront não eliminou as atividades do antigo porto, portanto os barcos pesqueiros chegam a todo momento e os bichos fazem a festa.

As focas descansam no Waterfront

As focas descansam no Waterfront

Outra atração do Waterfront é o Aquário (The Two Oceans), que apresenta peixes dos dois oceanos que banham a região, o Atlântico e o Índico.

The Two Oceans, o aquário de Cape Town.

The Two Oceans, o aquário de Cape Town.

Jantamos num restaurante português, aí mesmo no Waterfront, o Tasca. Não é imperdível, mas quebra o galho.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em África do Sul e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para WATERFRONT DE CAPE TOWN – UM EXEMPLO DE REFORMA URBANA

  1. Adorei essa região! (e ficar hospedada ali tb porque são muitas opções de restaurantes para jantar! Fiz um post super completo sobre o V&A – http://taindopraonde.blogspot.com.br/2014/05/25-dicas-curtir-victoria-alfred-waterfront-cidade-do-cabo.html

  2. Bernadete disse:

    i couldn’t agree with you more.http://www.realsaude.net

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s