O POÇO ENCANTADO E A VILA DE IGATU

Saímos cedo de Lençóis. O destino era Mucugê onde ficaríamos mais três dias, completando a viagem de São João pela Chapada Diamantina. A estrada de Lençóis até Mucugê está muito boa. Asfalto impecável e bem sinalizada. Somente o trecho de aproximadamente 30km entre Lençóis e a entrada para Andaraí é que o trânsito de caminhões é intenso e exige uma máxima atenção.

Chegando a Andaraí.

Chegando a Andaraí.

De Lençóis a Andaraí são aproximadamente 100km. Fizemos a primeira parada em Andaraí. A cidade estava totalmente enfeitada para o São João. As janelas das casas decoradas e o casario com características do século XIX dão a Andaraí um charme semelhante às demais cidades da Chapada Diamantina.

Janelas enfeitadas para o São João

Janelas enfeitadas para o São João

A cidade possui aproximadamente 15.000 habitantes. Foi um dos centros de atração de garimpeiros na época da mineração do diamante na região. Nos arredores da cidade existem muitos rios e grutas, atraindo turistas que seguem em busca de aventuras na Chapada Diamantina.

Andaraí enfeitada para o São João.

Andaraí enfeitada para o São João.

Circulamos pela cidade, fizemos algumas fotos e seguimos adiante em direção a Mucugê. No caminho paramos na estrada para observar o leito quase seco do Rio Paraguaçu, o maior rio totalmente baiano e motivo de orgulho regional.

O Rio Paraguaçu quase secou em 2012.

O Rio Paraguaçu quase secou em 2012.

O Paraguaçu nasce no alto da Chapada Diamantina, na Serra do Cocal em Barra da Estiva e segue por aproximadamente 600km, cortando metade da Bahia até desaguar na Baía de Todos os Santos.

É na Chapada Diamantina que nasce o Rio Paraguaçu.

É na Chapada Diamantina que nasce o Rio Paraguaçu.

Mucugê era o destino, mas a Chapada é o caminho, portanto seguimos atrás das maravilhas da região. Paramos para conhecer o Poço Encantado, uma das principais atrações da Chapada Diamantina.

Esperando para entrar na Gruta do Poço Encantado.

Esperando para entrar na Gruta do Poço Encantado.

O Poço Encantado é uma daquelas coisas mágicas que a natureza constrói. É uma gruta localizada no Município de Itaetê de beleza extraordinária. Durante vários anos o Poço ficou fechado à visitação, mas recentemente o Ibama autorizou a retomada das visitas, criando regras para que ela aconteça. Uma delas é que não é mais permitido nadar no poço.

O azul maravilhoso do Poço Encantado.

O azul maravilhoso do Poço Encantado.

Dentro da Gruta do Poço Encantado a água possui uma cor azul intensa e uma transparência única. Saber onde a água se encontra com o fundo da gruta é um exercício de todos que visitam o poço.

65m de absoluta transparência azul.

65m de absoluta transparência azul.

O poço possui 65m de profundidade, mas a transparência da água é tão grande, que o fundo é visível com facilidade. Em determinado período do ano (inverno), por volta das 14h, os raios de sol penetram no poço e produzem um espetáculo mágico de luzes e cores. Tivemos sorte, pois o dia estava nublado, mas quando estávamos dentro da gruta (cada visita dura apenas 15min.), o céu se abriu e os raios do sol penetraram no poço, possibilitando a observação do fenômeno.

Os raios do sol iluminam o Poço.

Os raios do sol iluminam o Poço.

No lago do Poço Encantado existe o “Bagre Cego”, um peixe ameaçado de extinção, que aí encontra-se preservado.

O Poço Encantado.

O Poço Encantado.

Saímos do Poço Encantado e fomos convencidos pelo guia do poço a seguir em direção ao Poço Azul, outra atração rara da Chapada Diamantina. Seriam mais 20km de estrada de barro. Ao final desse caminho, atravessamos o Rio Paraguaçu a pé, e o Poço Azul estava ali a 200m da margem esquerda do rio.

Atravessando o Rio Paraguaçu a pé.

Atravessando o Rio Paraguaçu a pé.

Quando chegamos ao Poço Azul, havia uma fila para visitação que levaria mais de uma hora. Como tínhamos o objetivo de visitar Vila do Igatu, ainda antes do entardecer, desistimos e colocamos o pé na estrada em direção a Igatu, o Poço Azul ficou para a próxima visita à Chapada.

A paisagem dramática nos arredores de Igatu.

A paisagem dramática nos arredores de Igatu.

A chegada a Igatu emociona. A estrada de pedra obriga aos carros a seguirem muito lentamente. Parece que é de propósito para que possamos nos deliciar com a paisagem encantadora do vale que dá acesso à vila.

Jardim de bromélias na Vila do Igatu.

Jardim de bromélias na Vila do Igatu.

Igatu é distrito do município de Andaraí, apesar de estar pertinho de Mucugê. A Vila do Igatu, antigamente era denominada de Xique-xique do Igatu e já foi um povoado próspero na época áurea do garimpo de diamante na região, chegou a possuir 9.000 habitantes, mas hoje possui pouco mais de 300 moradores. É um lugar mágico e encantador.

A praça central da Vila do Igatu.

A praça central da Vila do Igatu.

Os garimpeiros e outros moradores de Igatu, no passado faziam as suas casas de pedra e essa é uma das principais características da vila, por esse motivo ela é apelidada de: “Machu Pichu” da Chapada.

Casa de pedra - Uma característica da Vila do Igatu.

Casa de pedra – Uma característica da Vila do Igatu.

Saímos de Igatu ao final da tarde e seguimos para Mucugê. Ficamos hospedados na Pousada Alpina, fora da cidade, a 7 km de Mucugê. À noite fomos para a cidade e jantamos no restaurante Sabor e Arte, com comida e serviço honesto, mas sem charme.

Banda musical animando o São João de Mucugê.

Banda musical animando o São João de Mucugê.

Mucugê tem o mais famoso São João da Chapada Diamantina, ainda havia pelas ruas resquícios da festa dos dias anteriores.

Janela enfeitada para o São João de Mucugê.

Janela enfeitada para o São João de Mucugê.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Bahia e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para O POÇO ENCANTADO E A VILA DE IGATU

  1. Alberto disse:

    Muito bem feito, gostei muito, dicas legais e inspiradoras
    Um Post que complementa http://www.viagembem.net.br/chapada-diamantina-poco-encantado/#more-1887

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s