DE SEGWAY, UMA FORMA DIVERTIDA PARA CONHECER BERLIM.

Saímos pela manhã para um dia intenso em Berlim. A primeira programação que estava prevista era um City Tour com Segway, aquele equipamento de duas rodas utilizado pelos seguranças em Shopping Centers e aeroportos. Seguimos para o ponto de encontro na Praça Alexanderplatz, atrás da Torre de TV.

A Torre da TV de Berlim

A Torre da TV de Berlim

Encontramos o nosso guia e instrutor. Não foi difícil aprender a dominar os comandos do Segway. E aí, quando adquirimos confiança e começamos a fazer as primeiras manobras, o passeio fica uma delícia. É supersimples. Você movimenta o corpo como um pêndulo, para frente e para trás e ele obedece aos seus comandos. O passeio é imperdível. O tour fica divertido, consegue percorrer grandes áreas e não é cansativo. O nosso grupo tinha cerca de 10 pessoas.

Dr. Alberto recebendo as primeiras orientações sobre o Segway

Dr. Alberto recebendo as primeiras orientações sobre o Segway

Saímos pelas ruas de Berlim desfilando de Segway em fila indiana. Existem opções também para fazer o city tour em grupos de bicicleta e é igualmente divertido e simples. Claro que o esforço é maior e tira um pouco a mobilidade para fotografar.

O grupo do Segway atrás do Portão de Brandemburgo

O grupo do Segway atrás do Portão de Brandemburgo

Uma das coisas que mais nos impressionou em Berlim foi a ausência de engarrafamentos. A cidade possui 3,5 milhões de habitantes, mas a sensação é de um eterno feriado. Pouquíssimos carros nas ruas, espaços abertos, amplos, pouca gente caminhando e muita bicicleta. Berlim é a segunda cidade que mais usa bicicleta na Europa. Só perde para Amsterdã.

O grupo de Segway nos jardins do prédio do Parlamento.

O grupo de Segway nos jardins do prédio do Parlamento.

Entre carros e bicicletas fizemos uma primeira parada na Ilha dos Museu para ouvir as explicações do nosso guia/instrutor de Segway. A Ilha dos Museus fica no coração da parte histórica de Berlim. Recebe esse nome pela grande concentração de museus que existe aí. Dentre eles destacam-se o Pergamon (o mais importante de Berlim), onde está localizado o Altar de Pérgamo, um templo dedicado a Zeus que foi retirado da antiga cidade de Pérgamo na Turquia e instalado aí. No Museu aparece também a “Porta de Ishtar da Babilônia”, a principal atração do museu. Uma rua inteira foi transportada da Babilônia para Berlim.

A Ilha dos Museus de Berlim

A Ilha dos Museus de Berlim

Na Ilha dos Museus, também fica localizada a Catedral de Berlim, que foi construída entre 1895 e 1905 e é a maior catedral protestante da Alemanha. Foi bastante danificada pelos bombardeios da Segunda Guerra Mundial, porém recuperada mais tarde e reinaugurada na década de 90.

A Catedral do Berlim

A Catedral do Berlim

Outro marco importante desse pedaço é o Altes Museu (Museu Antigo), com a sua fachada imponente, é o mais importante do mundo em artes gregas e romanas.

O Museu Antigo de Berlim

O Museu Antigo de Berlim

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Alemanha e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s