ETRETAT E AS FALÉSIAS DO CANAL DA MANCHA

Seguimos viagem rumo ao norte, em direção ao Canal da Mancha, que separa a França da Inglaterra. O primeiro objetivo era conhecer as falésias calcárias que acompanham o litoral francês naquela região.

As falésias calcárias do Canal da Mancha

As falésias calcárias do Canal da Mancha

Chegamos a Etretat, uma pequena cidadezinha litorânea, que aparece escondida num vale, cheia de charme e que teve seu papel em vários momentos da história do país, mas hoje é famosa por ser local de veraneio para os parisienses e pelas maravilhosas falésias que possui.

A cidade de Etretat.

A cidade de Etretat.

A mais famosa delas é a Falaise d’Aval, cuja forma lembra um elefante com a tromba dentro d’água, no Canal da Mancha. Essas falésias foram esculpidas pela ação da água do mar (ondas e marés), sobre rochas de fácil desgaste erosivo.

A Falaise d’Aval tem a forma de um elefante.

A Falaise d’Aval tem a forma de um elefante.

O morro em frente à “falésia do elefante”, possui uma capela que combina com a paisagem e de onde temos a melhor vista da cidade e do litoral. Dá para subir a pé, por uma trilha urbana com caminho acidentado e escadas.

A capela no alto do morro de Etretat.

A capela no alto do morro de Etretat.

Lá de cima podemos ver a Praia de Galet, uma praia que ao invés de areia, é formada por pedras polidas, cercada pelas falésias d’Aval e d’Amont, que compõem essa paisagem, também retratada por Claude Monet, que viveu aí perto.

A praia de pedras de Galet.

A praia de pedras de Galet.

Seguimos adiante em busca do nosso destino. Passamos pela cidade de Le Havre, uma cidade industrial na foz do Rio Sena, que sempre se beneficiou dessa localização estratégica, pois comandava o comércio entre o litoral e o interior da França, através do transporte fluvial.

Atravessamos a bela ponte sobre o rio e seguimos até Deauville, uma cidade balneário no litoral do Canal da Mancha e que faz o maior sucesso com os franceses. Deauville é uma cidade de verão. A proximidade com Paris atrai uma multidão nesse período.

A marina de Deauville.

A marina de Deauville.

Ficamos hospedados no excelente hotel, Normandy Barrière, o melhor de toda a viagem. O Hotel Normandy, muito bem localizado, é também cassino, assim como outros de Deauville e isso gera movimento para a cidade o ano inteiro.

Hotel Cassino Normandy Barrière

Hotel Cassino Normandy Barrière

Jantamos no excelente Restaurante La Belle Époque, do próprio hotel.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em França e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s