A BASÍLICA DE VÉZELAY E A ABADIA DE FONTENAY – CAMINHOS DA BORGONHA

Três dias depois de chegarmos a Blois, deixamos o Vale do Loire e seguimos rumo à Borgonha. As estradas francesas são maravilhosas. As autoestradas são pedagiadas e o pedágio é muito caro, mas para grandes distâncias vale muito a pena. Rodamos nesse dia, cerca de 365 km e pagamos aproximadamente 34,00 Euros de pedágio.

Zona rural no Vale do Loire.

Zona rural no Vale do Loire.

O destino era Beaune, mas no caminho decidimos fazer algumas paradas para aproveitar a viagem. A primeira foi em Vézelay, uma pequena cidade nas colinas da Borgonha, que se tornou um centro de peregrinação cristã na Idade Média, por abrigar relíquias de Santa Maria Madalena.

A cidadezinha de Vézelay

A cidadezinha de Vézelay

A Basílica de Santa Madalena com o seu aspecto dourado é vista desde a base da colina. Era por aí que os peregrinos subiam para reverenciar as relíquias de Santa Madalena, no caminho de Santiago de Compostela, na Espanha. Hoje sobem os turistas pelas ruas estreitas da cidade.

A Basílica de Santa Madalena em Vézelay

A Basílica de Santa Madalena em Vézelay

A Basílica é uma construção românica com magníficas esculturas e um coro gótico. No subsolo existe uma cripta que acreditava-se, possuía as relíquias da Santa Maria Madalena.

A cripta onde ficavam as relíquias de Santa Madalena

A cripta onde ficavam as relíquias de Santa Madalena

Atrás da basílica existe um lindo jardim, com uma vista maravilhosa dos campos e vinhedos da Borgonha.

Os campos da Borgonha

Os campos da Borgonha

Seguimos viagem para Beaune, fizemos um segundo desvio para conhecer a Abadia de Fontenay. Um grande complexo localizado nos arredores da cidade de Montbard, construído na Idade Média, no ano de 1118 e é a mais antiga representação da Irmandade Cisterciense da França.

 A Abadia de Fontenay

A Abadia de Fontenay

A Abadia foi fundada por São Bernardo, um jovem nobre da Borgonha, que decidiu viver na pobreza e na simplicidade de vida dos Cistercienses. Na época a irmandade era muito nova, tinha apenas 14 anos de fundada, por um grupo de jovens monges decididos a abandonar o estilo requintado de vida que tinham.

O dormitório simples dos Cistercienses

O dormitório simples dos Cistercienses

Durante a vida de Bernardo, os cistercienses se transformaram numa das mais famosas ordens do seu tempo. Parte desse sucesso deveu-se à liderança e personalidade de Bernardo como escritor, teólogo e estadista. Foi canonizado em 1174, apenas 21 anos após a sua morte.

Detalhe da área externa da Abadia de Fontenay

Detalhe da área externa da Abadia de Fontenay

A Abadia de Fontenay é um complexo muito interessante. Possui uma grande igreja em estilo românico, e no complexo é possível entender um pouco da vida dos monges Cistercienses. Eram reclusos, dormiam coletivamente em esteiras estendidas no chão, passavam frio e outras necessidades, como forma de penitência.

Cláustro da Abadia de Fontenay

Cláustro da Abadia de Fontenay

Saímos de Fontenay e seguimos para Beaune, chegamos lá no início da noite e ficamos hospedados no bom Hotel de La Poste. Com uma excelente localização, ao lado da muralha que cerca a cidade antiga. Do hotel podíamos fazer tudo a pé, sem necessidade de transporte. Nessa primeira noite jantamos no próprio restaurante do hotel.

Hotel de La Poste em Beaune

Hotel de La Poste em Beaune

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em França e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para A BASÍLICA DE VÉZELAY E A ABADIA DE FONTENAY – CAMINHOS DA BORGONHA

  1. Maria Madalena (do original em Grego Μαρία ἡ Μαγδαληνή) é descrita no Novo Testamento como uma das discípulas mais dedicadas de Jesus Cristo. É considerada santa pelas igrejas Católica , Ortodoxa e Anglicana , sendo celebrada no dia 22 de julho .

  2. Saída de Paris em ônibus de luxo em direção à Borgonha (Bourgogne), uma das regiões vinícolas mais antigas da França. A primeira parada da excursão de um dia na Borgonha é uma vinícola na aldeia de Chablis, famosa por seu Chardonnay. Experimente uma taça deste requintado vinho branco e aprenda sobre esta região, onde a viticultura existe desde os tempos romanos. Por volta do meio-dia, saboreie o almoço em um excelente restaurante local (bebidas não incluídas). Depois do almoço, sua viagem continua até a aldeia medieval de Vézelay, (também conhecida como “a Colina Eterna”), onde fica a Basílica de Santa Maria Madalena (Basilique Sainte-Marie-Madeleine), uma abadia beneditina que é Patrimônio Mundial da Humanidade da UNESCO. Desfrute de uma visita guiada à basílica, que atrai peregrinos do mundo inteiro desde a Idade Média e abriga lindas obras de arte romana e gótica, assim como as supostas relíquias de Santa. Maria Madalena. A basílica também tem importância histórica como o local onde Ricardo I (Ricardo Coração de Leão) e Felipe Augusto se encontraram antes de começar a Terceira Cruzada. Hoje este é um famoso ponto de partida de peregrinações para Santiago de Compostela na Espanha. Durante a excursão, seu guia explicará a história fascinante que cerca a basílica. Antes de voltar para Paris, você terá tempo livre para explorar a aldeia de Vézelay. Aproveite esta oportunidade para explorar os cafés locais, experimentar outros vinhos da Borgonha (custo não incluído) ou simplesmente curtir o pitoresco cenário rural.

  3. A liturgia bizantina celebra-a como “Apóstola dos Apóstolos”, para que continue a sua missão de anunciar a ressurreição do Senhor no seu rito apostólico. Festejada no dia 22 de julho, santa Maria Madalena tornou-se a padroeira de muitas ordens religiosas, sendo venerada até mesmo pelos padres predicadores.Ela estava ao lado de Maria quando da crucificação do Senhor e, na madrugada da Páscoa, era tanta a saudade que sentia de Jesus que foi chorar à porta do sepulcro. De repente, ouviu a voz, que jamais esqueceria, chamar seu nome. Assim, as profecias cumpriram-se diante de seus olhos. Jesus ressuscitara!

  4. “Pouco depois de sua fundação no século IX, o mosteiro beneditino de Vézelay adquiriu as relíquias de Maria Madalena e tornou-se desde então um centro de peregrinação. São Bernardo pregou a segunda Cruzada no local (1146). Ricardo Coração de Leão e Filipe Augusto ali se encontraram ao dar a largada à terceira Cruzada (1190)”, assinala o site da UNESCO. A abadia de Vézelay tornou-se basílica em 1920.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s