AVIGNON, A CIDADE DOS PAPAS, DA PROVENÇA

Avignon em francês é Avinhão em português. É uma magnífica cidade murada localizada nas margens do Rio Ródano, no coração da Provença.

O portão de entrada da cidade murada de Avignon.

O portão de entrada da cidade murada de Avignon.

Começamos a visita a Avignon pela sua principal atração: O Palácio dos Papas. A cidade de Avignon foi sede da Igreja Católica de 1309 a 1377, quando um conflito entre facções da Igreja em Roma impulsionou o Papa Clemente V a transferir da corte papal para Avignon. Essa decisão foi ao mesmo tempo incentivada por Felipe IV da França.

O Palácio dos Papas à noite.

O Palácio dos Papas à noite.

Para comportar a corte papal, foi construído um imenso e magnífico castelo fortificado na cidade. O Palácio é hoje a junção de duas construções: O Palácio Velho foi construído pelo Papa Bento XII, enquanto que o Palácio Novo foi complementado pelo Papa Clemente VI.

O interior do Palácio Velho

O interior do Palácio Velho

Sete Papas reinaram em Avignon sob intenso luxo e riqueza, uma marca nesse período medieval. A cúria só voltou a Roma em 1377, com Urbano V. Na visita ao Palácio pode-se ter uma noção do cotidiano no seu interior, naquela época.

A imensa chaminé da gigantesca cozinha do Palácio dos Papas.

A imensa chaminé da gigantesca cozinha do Palácio dos Papas.

Saímos do Palácio dos Papas e seguimos para conhecer o Museu/Ponte Saint Benezet, construída originalmente no século XII, sobre o Rio Ródano, graças à persistência do camponês Benezet, que em função da sua dedicação e religiosidade, acabou virando santo. A ponte já foi destruída inúmeras vezes, por inundações, desse rio bravo, que finalmente foi domado com a construção de barragens ao longo do seu curso.

A Ponte Saint Benezet

A Ponte Saint Benezet

O centro histórico de Avignon é uma cidade murada, cheia de ruas estreitas e muitas opções de restaurantes, bares e lojas de antiguidades e artesanatos. O ponto central é a Praça do Relógio, cheia de bares e restaurantes nas calçadas e com um lindo carrossel, datado de 1900, ao centro. O nosso hotel ficava exatamente aí.

A Praça do Relógio e o Carrossel de 1900.

A Praça do Relógio e o Carrossel de 1900.

A PONT DU GARD

À tarde decidimos visitar a Pont Du Gard, um sítio arqueológico romano, localizada a 25 km de Avignon, representado sobretudo por um aqueduto maravilhoso.

A Pont du Gard

A Pont du Gard

Os aquedutos foram construídos pelos romanos para transportar água por longas distâncias. Água para beber, cozinhar e alimentar os banhos públicos, mas sobretudo para possibilitar o desenvolvimento da agricultura e da irrigação em áreas distantes e que tinham dificuldade em receber esse produto.

O maravilhoso aqueduto romano.

O maravilhoso aqueduto romano.

Os aquedutos foram um dos diferenciais culturais do Antigo Império Romano, que possibilitou o maior desenvolvimento dessa civilização em relação às demais do seu tempo.

A Pont du Gard tem 2000 anos de existência.

A Pont du Gard tem 2000 anos de existência.

A Pont du Gard é uma verdadeira obra de arte da arquitetura romana. Um pedaço de um aqueduto romano que trazia água de Uzès a Nîmes  e que nesse trecho se transforma numa ponte construída  no século I a.c., em três níveis, para atravessar o Rio Gard.

Os três níveis da Pont du Gard

Os três níveis da Pont du Gard

A Pont du Gard foi a primeira maior ponte do mundo há 2000 anos atrás, com aproximadamente 465 metros de comprimento. O Aqueduto de Nîmes tem aproximadamente 50 km de comprimento e a água levava aproximadamente 27 horas para percorrer toda a sua extensão.

A ponte sobre o Rio Gard possui 465 metros de comprimento.

A ponte sobre o Rio Gard possui 465 metros de comprimento.

Na volta a Avignon, fomos “bater pernas” num final de tarde de domingo em uma cidade que, naquela época de início de primavera estava relativamente vazia.

A ponte sobre o Rio Gard possui 465 metros de comprimento.

A lua ilumina o céu de Avignon na noite fria de primavera.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em França e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para AVIGNON, A CIDADE DOS PAPAS, DA PROVENÇA

  1. claudio moises disse:

    Visitei é um exelente passeio cultural.

  2. Eneida Simas disse:

    Verdadeiro sonho percorrer estes fantásticos lugares na França e em quase toda Europa. Fico encantada em ver esses relatos. Desejo realizar esse sonho.

  3. Pingback: …Vagalume_Pensamento | SCOMBROS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s