“NÓS SEMPRE TEREMOS PARIS”

Na icônica cena final do filme Casablanca, Humphrey Bogart sussurra no ouvido de Ingrid Bergman a frase que se tornou símbolo de muitos que visitam a mais charmosa cidade do mundo: “Nós sempre teremos Paris”. É assim que nos sentimos quando viajamos para a Europa.

A Torre Eiffel, símbolo maior de Paris

A Torre Eiffel, símbolo maior de Paris

Sempre que vamos à Europa e quando é possível, Paris aparece no roteiro. O ideal é encerrar a viagem por aí. Dessa forma dá para aproveitar o início do roteiro sem a saudade do que já vimos. Dessa vez estávamos na França. Terminar a viagem por Paris não precisava de malabarismos nem desculpas, era uma obrigação.

Vista panorâmica de Paris com a Basílica de Sacré-Coeur ao fundo

Vista panorâmica de Paris com a Basílica de Sacré-Coeur ao fundo

Pegamos um Trem de Grande Velocidade, TGV, em Aix-en-Provence e duas horas e meia depois de embarcarmos já estávamos no centro de Paris, na Gare de Lyon. A viagem é maravilhosa, rápida e ainda nos permite aproveitar um pouco da paisagem rural da França.

Paisagem rural na França.

Paisagem rural na França.

Seguimos para o Hotel Rochester na Rue La Boétie – 92, um hotel muito bom, com excelente localização e por um bom preço, a apenas 200m da Champs Élysées, a mais famosa avenida do mundo.

Avenida de Champs Élysées

Avenida de Champs Élysées

A Champs Élysées é uma avenida larga, no coração da cidade, possui 71 m de largura e 1,9 km de extensão, com grandes calçadas laterais sombreadas pelas castanheiras-da-Índia e que liga a Place de La Concorde ao Arco do Triunfo, na Praça Charles de Gaulle Etoille. A fama de Paris se confunde com a da Champs Élysées, suas lojas chiques e cafés famosos que os franceses adoram e os turistas também.

Avenida de Champs Élysées

Avenida de Champs Élysées

Os franceses chamam a sua avenida principal de “a mais bela do mundo” e poucos são aqueles que se arriscam a duvidar disso. Uma multidão sobe e desce freneticamente sem parar observando as vitrines de lojas como: Nespresso, Disney, Sephora, Virgin, Toyota, Peugeot e Louis Vuitton e cafés famosos como o La Durée e o Café Foucault.

Movimento frenético na calçada da Champs Élysées

Movimento frenético na calçada da Champs Élysées

Make up de maquiagem na Sephora

Make up de maquiagem na Sephora

Subimos a Champs Élysées e chegamos ao Arco do Triunfo, na Praça Charles de Gaulle, o famoso monumento que é mais um marco dessa cidade cheia de símbolos. O Arco do Triunfo inaugurado em 1836 é um monumento militar, foi construído para comemorar as vitórias militares de Napoleão Bonaparte.

O Arco do Triunfo.

O Arco do Triunfo.

No arco estão gravados os nomes de 128 batalhas e de 558 generais. Na base do Arco está o Túmulo do Soldado Desconhecido e por isso, ainda hoje é ponto central de homenagens e manifestações dos militares franceses. É o símbolo maior do patriotismo e orgulho nacional.

Detalhes do arco do Triunfo.

Detalhes do arco do Triunfo.

Subimos os 285 degraus do Arco do Triunfo. É a única maneira de chegar ao terraço do monumento de 50 metros de altura. A subida é difícil, mas vale a pena, pois de lá temos uma vista maravilhosa de Paris.

Paris vista do alto do Arco do Triunfo

Paris vista do alto do Arco do Triunfo

O Arco do Triunfo fica no centro da Praça Charles De Gaulle Etoille, criada a partir do planejamento urbano realizado pelo  Barão de Haussman  no final do século XIX em Paris. Naquela época, a cidade era um centro desordenado e fétido. Ruas estreitas e sinuosas, faziam de Paris uma cidade trincheira.

No traçado urbano de Paris, as principais avenidas convergem para o Arco do Triunfo

No traçado urbano de Paris, as principais avenidas convergem para o Arco do Triunfo

O Barão Haussmann fez a mais profunda intervenção urbana que o mundo jamais tinha visto. Foi prefeito de Paris de 1853 a 1870. Ficou conhecido como o “artista demolidor”. Destruiu uma boa parte da cidade antiga, criando avenidas largas e planejadas. O Arco do Triunfo na Praça l’Étoile é o ponto de convergência. Daí partem doze avenidas espetaculares em forma de estrela. Dentre elas a Champs-Elyssées.

As principais avenidas convergem para o Arco do Triunfo.

As principais avenidas convergem para o Arco do Triunfo.

Esse traçado urbano é conhecido como radiocêntrico. As doze avenidas que convergem para o Arco do Triunfo são largas e norteiam o traçado urbano de Paris. A  Champs-Elyssées se completa com a Avenida Grande Armée, que segue até o Arco de La Defense, numa das áreas mais modernas da cidade.

Avenida Grande Armée com o Arco de La Defense ao fundo

Avenida Grande Armée com o Arco de La Defense ao fundo

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em França e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para “NÓS SEMPRE TEREMOS PARIS”

  1. Excelente site! Coloquei-o entre meus favoritos! Fotos lindas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s