A IGREJA DE LA MADELEINE E A DELICATESSEN FAUCHON

Caminhar em Paris é uma delícia e nos surpreende a cada esquina. Saímos andando do Museu do Louvre, num frio intenso de “primavera”, passamos pelo Arco do Triunfo do Carrossel que fica em frente ao Museu, na entrada do Jardim das Tulherias e foi construído para homenagear as vitórias de Napoleão Bonaparte de 1807 a 1809.

O Arco do Triunfo do Carrossel

O Arco do Triunfo do Carrossel

No alto do Arco existe uma notável quadriga. Uma cópia dos Cavalos de Bronze de Constantino que ficam na parte superior da Basílica de São Marcos em Veneza. Os Cavalos originais (de Veneza), já foram colocados ali quando as tropas de Napoleão voltaram da Primeira Campanha da Itália (1796-1797) e o general (Napoleão Bonaparte) trouxe o tesouro de Veneza como troféu de guerra. Com a derrota de Napoleão em Waterloo, a quadriga foi devolvida à Veneza.

A Quadriga com a cópia dos Cavalos de Bronze de Constantino

A Quadriga com a cópia dos Cavalos de Bronze de Constantino

Seguimos pela Rue de Rivoli, onde existem muitas lojinhas de suvenires. Entramos na Place Vendôme, um dos endereços mais exclusivos e caros da cidade. A Praça é simples e charmosa, uniforme e simétrica, cercada por uma série de lojas de grife e joalherias. Se tornou um marco de Paris. Aqui fica o famoso Hotel Ritz, onde estava Lady Di, com o seu namorado Dodi Al-Fayed, antes de fugir dos paparazzi e morrer num acidente trágico logo adiante.

A Praça Vendôme

A Praça Vendôme

Chegamos à Praça da Igreja de La Madeleine, um ícone da cidade. A Igreja começou a ser construída  no final do século XVIII (1764), teve as suas obras paralisadas durante a Revolução Francesa quando chegou a ser um prédio do exército. Foi consagrada como igreja em 1842.

A Igreja de La Madeleine

A Igreja de La Madeleine

Entre o início da construção e a sua consagração chegou a ser cogitado a sua transformação em banco, bolsa de valores ou teatro. A sua arquitetura é inspirada num templo grego. A igreja em homenagem a Santa Maria Madalena, possui um interior ricamente decorado com belas esculturas douradas e de mármore rosado.

O interior da igreja em homenagem a Santa Maria Madalena

O interior da igreja em homenagem a Santa Maria Madalena

Atrás da Igreja de La Madeleine fica a delicatessen Fauchon, famosa na cidade e bastante procurada por turistas. Especializada em chocolates, patês e outros produtos sofisticados. Uma visita à Fauchon vale a pena inclusive pelos “macarons”, uma espécie de doce tipicamente francês com vários sabores e que é uma febre na cidade.

A delicatessen Fauchon

A delicatessen Fauchon

Os macarons da Fauchon

Os macarons da Fauchon

Voltamos ao hotel e à noite fomos ao excelente restaurante Le Petit Pontoise, com uma cozinha francesa de primeira e um excelente custo-benefício.

O charmoso, simples e bom restaurante Le Petit Pontoise

O charmoso, simples e bom restaurante Le Petit Pontoise

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em França e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para A IGREJA DE LA MADELEINE E A DELICATESSEN FAUCHON

  1. Cultura viva! Libertação dos escravos do capitalismo selvagem! Amos París! É a alma do Brasil e do mundo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s