A CHARMOSA E ROMÂNTICA SIRMIONE, NA BEIRA DO LAGO DE GARDA

22 de junho

Cedo pela manhã, partimos de Milão com destino a Veneza. Fizemos uma parada obrigatória, para quem segue esse caminho, na cidade de Sirmione, a 134km de Milão, numa estreita península ao sul do Lago de Garda.

A chegada a Sirmione.

A chegada a Sirmione.

O Lago de Garda é o maior dos lagos italianos, possui cerca de 370 quilômetros quadrados de superfície. Fica na parte norte do país no limite das regiões de Trentino, Lombardia e Vêneto. A parte sul do lago é plana e à medida em que vamos para o norte a paisagem vai ficando cada vez mais montanhosa até a divisa com a Suíça.

O Castelo Rocca Scaligera

O Castelo Rocca Scaligera

Na ponta da península a sul do Lago de Garda fica a cidade de Sirmione. À medida que penetramos na península ela vai ficando mais estreita e na sua ponta aparece o magnífico Castelo Rocca Scaligera, uma construção medieval do século XIII, que fica ao lado de ruínas romanas do século I a.C..

A cidade de Sirmione.

A cidade de Sirmione.

Sirmione é um lugar romântico e charmoso, o Castelo é rodeado pela água do lago e por uma série de lojas de serviços turísticos, artesanato, bares, restaurantes e hotéis.

A vila ao redor do Castelo é um charme.

A vila ao redor do Castelo é um charme.

O verão da Itália é uma festa. Na saída da visita ao Castelo assistimos a um desfile de carros esportivos antigos, que combina com a região.

Passeio de carros antigos em Sirmione.

Passeio de carros antigos em Sirmione.

Deixamos Sirmione para trás e seguimos para Veneza. Foram mais 153 km de uma excelente estrada. Na entrada de Veneza passamos pela ponte que dá acesso ao arquipélago onde estão as ilhas sobre as quais a cidade foi construída. Na entrada da cidade, na Piazzale Roma, fica o grande estacionamento onde paramos o carro por dois dias. O estacionamento é caro, mas não tem outra opção, já que não entra carro em Veneza. O ideal para quem vai de carro é levar uma mala menor para se deslocar até o hotel, deixando o restante da bagagem no estacionamento.

Veneza, aqui não entram carros.

Veneza, aqui não entram carros.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Itália e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s