AS PRIMEIRAS IMPRESSÕES DE PEQUIM

Pegamos um voo do Japão para a China e chegamos a Pequim, ou Beijing, como os chineses costumam chamar, e cujo significado é: “Capital do Norte”, no final da tarde. O primeiro impacto já começa no moderníssimo aeroporto da cidade, que ficou pronto para as Olimpíadas de 2008. Enorme, um dos maiores do mundo e o maior da China.

Pipas em Pequim.

Pipas em Pequim.

A capital da China é uma gigante, uma das maiores cidades do mundo com mais de 14 milhões de habitantes. Seguimos para a cidade e o impacto continua, pois a grandiosidade das avenidas, largas, bem iluminadas e com centenas de construções modernas e vultuosas mostram a pujança da economia chinesa.

Prédios modernos em Pequim.

Prédios modernos em Pequim.

A cidade possui um dos trânsitos mais complicados do mundo. Grandes engarrafamentos e grandes distâncias dificultam a circulação por Pequim.

Trânsito caótico na chegada a Pequim.

Trânsito caótico na chegada a Pequim.

O rápido crescimento econômico da China provoca hoje em dia uma explosão de consumo e a quantidade de automóveis que circula pela cidade já se tornou insuportável. O governo de Pequim, possui uma política de desincentivo para o uso do automóvel. Limitou a quantidade de licenciamento para carros novos e cobra caro pela licença, além de estipular rodízios de placas. O mar de bicicletas do passado de Pequim está dando lugar a um mar de carros.

A feliz "nova China".

A feliz “nova China”.

A cidade está passando por mudanças bruscas, pressionada pelo rápido crescimento da sua população e por reformas urbanas que estão acontecendo nos últimos 25 anos e que foram aceleradas pelas Olimpíadas de 2008.

Construções modernas preparadas para as Olimpíadas de 2008.

Construções modernas preparadas para as Olimpíadas de 2008.

Pequim é hoje um dos principais centros financeiros e industriais da China, sendo sede de cerca de 50 das 500 maiores empresas do mundo. A cidade é cinzenta e submetida a uma contínua poluição.

A tradição, lado a lado com a modernidade de Pequim.

A tradição, lado a lado com a modernidade de Pequim.

No caminho para o hotel, paramos para jantar num restaurante típico para turistas. Ficam entre oito e dez pessoas em cada mesa, com uma bandeja móvel e circular no centro, e ali eles põem os pratos que vão circulando à medida em que as pessoas vão se servindo. Nos impressionou bastante negativamente as condições de higiene dos restaurantes, normalmente muito sujos.

O primeiro jantar chinês do nosso grupo.

O primeiro jantar chinês do nosso grupo.

Ficamos hospedados no bom hotel Double Tree Hilton, com uma excelente localização.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em China e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s