O PARQUE NACIONAL DA TERRA DO FOGO

O Parque Nacional da Terra do Fogo.

O Parque Nacional da Terra do Fogo.

A primeira visita que fizemos na região de Ushuaia foi ao Parque Nacional da Terra do Fogo, com uma área de aproximadamente 63 mil hectares, fica a 12 quilômetros de Ushuaia. Pegamos um trem adaptado para turismo, na Estação do Fim do Mundo e chegamos ao parque que possui uma paisagem encantadora.

A Estação do Fim do Mundo.

A Estação do Fim do Mundo.

O Trem do Fim do Mundo.

O Trem do Fim do Mundo.

Parte do parque fica em áreas que no passado eram campos de trabalho forçado para o presídio de Ushuaia. Existe um cemitério de árvores que foram derrubadas pelos prisioneiros de Ushuaia.

O cemitério de árvores derrubadas pelos prisioneiros de Ushuaia.

O cemitério de árvores derrubadas pelos prisioneiros de Ushuaia.

Do Parque Nacional da Terra do Fogo temos excelentes vistas panorâmicas do Canal de Beagle, que é margeado pelo parque ao longo de 6 km, e das montanhas austrais da Cordilheira dos Andes.

O Canal de Beagle visto do Parque Nacional da Terra do Fogo.

O Canal de Beagle visto do Parque Nacional da Terra do Fogo.

Uma das curiosidades do Parque Nacional da Terra do Fogo é a existência dos castores canadenses na região. Os castores foram introduzidos aí em 1946, quando alguns oficiais da marinha argentina levaram para a região 25 casais com o objetivo de desenvolver uma criação para a indústria de peles. O projeto deu errado, os animais foram soltos e começaram a se reproduzir aleatoriamente sem predadores naturais e se transformaram numa praga para a região.

As barragens construídas pelos castores canadenses.

As barragens construídas pelos castores canadenses.

Os castores canadenses são responsáveis por um grande dano ambiental, pois se multiplicaram excessivamente, adquiriram um tamanho anormal e são responsáveis por devastações nas florestas naturais. Derrubam as árvores para fazer as “barragens de castor”, uma das características da espécie. Os dique criados pelos animais inundam e destroem florestas.

Os immenses disques construídos pelos castores destroem a floresta.

Os immenses disques construídos pelos castores destroem a floresta.

Na tentativa de conter a praga o governo local estimula e remunera pela caça aos castores, pagando aos caçadores por cada rabo de castor vendido. Hoje em dia também incentiva os restaurantes a usarem pratos com carne de castor nos seus cardápios.

As árvores mortas no meio dos diques.

As árvores mortas no meio dos diques.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Argentina e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s