O ESPETACULAR GLACIAR PERITO MORENO

Pegamos um voo de 50 minutos entre Ushuaia e El Calafate. Essa seria a nossa última visita na viagem à Patagônia Argentina e uma das mais aguardadas. Em El Calafate estava o motivo principal de termos escolhido esse roteiro, o Glaciar Perito Moreno.

O Glaciar Perito Moreno

O Glaciar Perito Moreno

El Calafate é uma pequena cidade da Patagônia Argentina, bem próximo à fronteira com o Chile e que vive hoje do turismo, graças à sua principal atração, o Perito Moreno. É a cidade mais próxima do Parque Nacional Los Glaciares, fica a 80 km, fundado em 1937 e declarado Patrimônio Natural da Humanidade, pela UNESCO, em 1981.

A pequena vila de El Calafate.

A pequena vila de El Calafate.

Existem lugares e paisagens no mundo que nos encantam. Passei toda a vida de professor, enfatizando para os meus alunos, dentre outras coisas, os fenômenos da natureza e os acidentes geográficos. A imagem do Perito Moreno sempre me encantou e entrou muito cedo na agenda de viagens essenciais. No voo para El Calafate batia a sensação de que estava bem próximo de realizar esse sonho.

A vista espetacular do Perito Moreno.

A vista espetacular do Perito Moreno.

O Perito Moreno é a maior geleira em extensão territorial do mundo. Quando vamos nos aproximando do glaciar, existem mirantes de onde podemos observar o “gigante”, a emoção e ansiedade tomava conta de todos nós.

Mirante do Glaciar perito Moreno.

Mirante do Glaciar perito Moreno.

O Parque Nacional Los Glaciares possui 725 mil hectares, distribuídos entre montanhas, lagos e glaciares. Além do Perito Moreno existem os glaciares Upsala, O’nelli, Spegazzinni, dentre outros, que se estendem até o Lago Argentino, desde o Chile até a base da Cordilheira dos Andes na Argentina.

Os glaciares estão por toda parte.

Os glaciares estão por toda parte.

Os glaciares são grandes depósitos de neve compactada, transformada em gelo e acumulada ao longo de períodos geológicos, alguns chegam a até 170 quilômetros de extensão. A declividade do relevo sobre o qual estão instalados faz com que eles se movimentem muito lentamente, até um metro por dia. Esse movimento trabalha a rocha, retira fragmentos e deposita sedimentos finos nas águas do lago.

O gelo quebra e cai no Lago Argentino.

O gelo quebra e cai no Lago Argentino.

Quando chegam no Lago Argentino eles vão lentamente se fragmentando em pequenos blocos de gelo e até icebergs que caem dos paredões e ficam flutuando nas águas do lago.

Pequenos icebergs flutuam nas águas do Lago Argentino.

Pequenos icebergs flutuam nas águas do Lago Argentino.

O Perito Moreno vem da fronteira com o Chile até o Lago Argentino. Possui cinco quilômetros de largura e até 60 metros de altura. O seu nome é uma homenagem a Francisco Pascasio Moreno, um desbravador e pesquisador da região sul da Argentina. É uma grande reserva de água doce, mas vem diminuindo o seu tamanho em função do degelo ao qual é submetido.

O "gigante" de gelo.

O “gigante” de gelo.

Um dos fenômenos especiais do Perito Moreno é que o deslocamento do glaciar represa o Lago Argentino  e as águas vão subindo dentro do lago, chegando até a 30 metros de altura. Nesse ponto a pressão das águas sobre a geleira é tão grande que rompe um  túnel imenso de gelo com uma abertura de mais de 50 metros, por onde as águas passam formando um fenômeno natural espetacular, que se repete em intervalos irregulares que podem variar de 2 a 15 anos.

https://www.youtube.com/watch?v=2azycRwXczs

O canal aberto na geleira.

O canal aberto na geleira.

Na borda do Lago Argentino existem trilhas para caminhada e pontos de observação voltados para o Glaciar Perito Moreno. É possível também caminhar sobre a geleira, porém apenas acompanhado por guias especializados.

Trilhas para caminhada permitem uma excelente visão do Perito Moreno.

Trilhas para caminhada permitem uma excelente visão do Perito Moreno.

Outro passeio interessante é pegar um barco na borda do Lago Argentino e se aproximar bastante do paredão que forma o Glaciar Perito Moreno.

O passeio de barco permite chegar bem perto da geleira.

O passeio de barco permite chegar bem perto da geleira.

Na volta para El Calafate ficamos com a bela visão da Meseta Patagônica com as suas estepes semi-áridas.

As estepes da Patagônia.

As estepes da Patagônia.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Argentina e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s