CHEGANDO AO COMPELEXO DO OLD FAITHFUL NO YELLOWSTONE

07 de maio de 2014

Finalmente chegamos ao complexo do Old Faithful, onde ficava o hotel no qual passaríamos uma noite, o Old Faithful Snow Lodge, um hotel histórico administrado pela Xanterra, a empresa que tem as concessões de exploração dos principais parque americanos, Grand Canyon, Yosemite e Yellowstone.

O Old Faithful Snow Lodge.

O Old Faithful Snow Lodge.

Existem poucos hotéis dentro do Parque, todos eles são construções históricas, da primeira metade do século XX e possuem características semelhantes. São grandes estruturas com um serviço razoável, mas suficiente para agradar aos turistas que visitam o Parque.

O Complexo do Old Faithful.

O Complexo do Old Faithful.

Chegamos no hotel às 16h e descobrimos que a próxima erupção do mais famoso gêiser do mundo, o Old Faithful estava prevista para as 16h01min. É isso mesmo, Old Faithful significa “Velho Fiel” e o nome se deve ao fato de que as erupções desse que não é o maior, mas é o mais famoso gêiser do Yellowstone acontece com uma regularidade e pontualidade impressionante. Perdemos essa erupção.

A expectativa na chegada ao Old Faithful.

A expectativa na chegada ao Old Faithful.

Deixamos as malas no quarto do hotel e fomos até o Centro de Visitação do complexo para ver a que horas haveria uma nova erupção. Descobrimos que a próxima aconteceria às 17h58min. Decidimos ficar para ver, afinal de contas só iria anoitecer às 20h.

O Centro de Visitação do Old Faithful.

O Centro de Visitação do Old Faithful.

A tarde estava muito fria, caia uma neve fina e um pouco de chuva, mas mesmo assim não podíamos perder o espetáculo. A precisão do horário de erupção estava com uma margem de erro de 10 minutos para mais ou para menos, o que significava que deveríamos enfrentar o frio de 0º C, e a neve fina por algum tempo ao lado do Old Faithful.

No frio intenso a erupção não acontecia.

No frio intenso a erupção demorou a acontecer.

Saímos do Centro de Visitação e nos aproximamos do Old Faithful às 17h45min, pois ele poderia entrar em erupção 10 minutos antes do previsto. Não aconteceu. O tempo passou e apenas uma forte nuvem de vapor saia do buraco do gêiser. Com frio, neve e chuva, já estávamos para desistir e a desacreditar na precisão do gêiser, quando exatamente às 18h08min, dez minutos depois do horário previsto e portanto dentro da margem de erro, a erupção aconteceu de forma espetacular. Impossível não se emocionar.

A erupção espetacular aconteceu no momento exato.

A erupção espetacular aconteceu no momento exato.

O gêiser jorra um jato gigantesco de água que pode chegar a 55 metros de altura e a sua erupção pode durar de 2 a 5 minutos.

O "Velho Fiel".

O “Velho Fiel”.

Uma multidão fica na passarela ao redor do gêiser e todos embasbacados com esse espetáculo de força da natureza. Voltamos para o hotel com a sensação de que tinha valido muito a pena o encontro com o “Velho Fiel”.

Os visitantes na expectativa da erupção do "Velho Fiel".

Os visitantes na expectativa da erupção do “Velho Fiel”.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Estados Unidos da América e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s