MAMMOTH HOT SPRINGS E TOWER FALLS DUAS ATRAÇÕES DO YELLOWSTONE

09 de maio de 2014.

Amanheceu um dia frio e chuvoso em Mammoth Hot Springs. Começamos a manhã visitando o complexo geológico das “Hot Springs”, formações que surgem a partir a erupção de água de subsolo superaquecida e que reage com a rocha dando origem a terraços multicoloridos.

Os terraços multicoloridos da Mommoth Hot Springs.

Os terraços multicoloridos da Mommoth Hot Springs.

Na região de Mammoth existe um grande e belo conjunto de terraços coloridos que foram formados a partir da água superaquecida que saí por fissuras do subsolo. A água é originária da chuva e da neve. Infiltra no solo até lençóis bastante profundos, quando o calor da caldeira vulcânica a expulsa de volta.

Mapa da região das Hot Springs.

Mapa da região das Hot Springs.

A água rica em dióxido de carbono provoca uma solução ligeiramente ácida que deposita carbonato de cálcio na superfície, formando os terraços. Os terraços são como esculturas vivas que mudam de cor com frequência e com as estações do ano.

Os terraços das Hot Springs

Os terraços das Hot Springs

Decidimos sair dali e conhecer a Entrada Norte do Yellowstone, pela importância histórica que tem. Essa foi a primeira entrada oficial do Parque e onde foi construído o Arco de Roosevelt, que simboliza e marca a fundação de Yellowstone em 1872.

O Arco de Roosevelt marca a Entrada Norte.

O Arco de Roosevelt marca a Entrada Norte.

Ao lado do Arco de Roosevelt, encontramos os primeiros Cervos (Elk) ou veados que vimos na visitação. Os Cervos vivem em grupos de fêmeas e um macho que comanda o grupo. Os outros machos foram expulsos e vivem juntos, em grupos de solteiros.

Os cervos na entrada do parque Yellowstone.

Os cervos na entrada do Parque Yellowstone.

Às vezes um macho solteiro tenta conquistar um grupo de fêmeas disputando com o chefe da manada uma luta feroz, caso vença, passa a ser o novo líder da manada e o derrotado é expulso do grupo.

Cervos

Cervos

Depois de visitar a Entrada Norte, seguimos em busca de mais uma atração do Yellowstone, a Tower Fall. Pegamos a estrada a norte do Parque, onde fica uma grande concentração de animais. As pastagens estavam verdes e vimos grande manadas de bisões.

Manada de bisões.

Manada de bisões.

Nessa época do ano, com o início da primavera, é comum aparecer uma grande quantidade de filhotes nas manadas e os bisões capricharam.

Filhote de bisão.

Filhote de bisão.

Depois de cerca de 20 milhas chegamos à Tower Falls, uma das cachoeiras famosas do parque Yellowstone, que cai de uma altura de aproximadamente 50 metros. Fica no Tower Creek, um afluente do Rio Yellowstone. Esse também era o fim da linha da estrada, pois o acesso que poderia nos levar à região dos Canyons e em seguida a Lake Yellowstone ainda estava interditado nessa época do ano, tivemos que voltar até Mammoth Hot Springs para seguir caminho.

A espetacular Tower Falls.

A espetacular Tower Falls.

Na volta paramos no mirante que dava acesso ao Calcite Springs, um conjunto espetacular de rochas calcárias que faz parte do Canyon do Rio Yellowstone.

A Calcite Spring, num trecho do Grand Canyon do Yellowstone.

A Calcite Spring, num trecho do Grand Canyon do Yellowstone.

Quando saímos de Mamoth Hot Springs começamos a viagem para o sul em direção a Lake Yellowstone. No caminho encontramos um urso maravilhoso. Essa é sempre a grande expectativa de quem visita o Yellowstone, por isso na beira da estrada já estavam parados vários carros. Fizemos o mesmo e ficamos observando o Urso Pardo adolescente que se exibia para o grupo, a aproximadamente 300 metros de distância.

Encontramos o Urso Pardo.

Encontramos o Urso Pardo.

O Urso Pardo é geralmente um animal solitário, como aquele que estava em nossa frente. Hiberna no inverno e nas áreas mais frias pode “dormir” por até sete meses. Alcança até 3 metros de altura quando está em pé. O nosso urso ficou de pé e tivemos certeza que era o “Zé Colmeia”, afinal de contas estávamos na terra dele.

O Urso Pardo em pé lembra o Zé Colmeia.

O Urso Pardo em pé, lembra o Zé Colmeia.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Estados Unidos da América e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para MAMMOTH HOT SPRINGS E TOWER FALLS DUAS ATRAÇÕES DO YELLOWSTONE

  1. Regina Célia Celga Silva disse:

    Simplesmente Maravilhoso… Consigo transportar este Mundo para bem perto de mim. Amei lindo. Parabéns para toda equipe de trabalho!!!

  2. joaquimnery disse:

    Obrigado Regina, continue acompanhando o Blog. Um abraço.

  3. Regina Val disse:

    Cada dia um pedacinho diferente. Gostando muito de acompanha-lo. Aprendendo muito com você e curtindo as lindas fotos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s