TEMPESTADE DE NEVE NO YELLOWSTONE

Pegamos a estrada em direção à região do Grand Canyon do Yellowstone com o objetivo de seguir para Lake Yellowstone. As estradas dentro do Parque Nacional têm o formato de um 8. Daríamos a volta no Parque e chegaríamos à região de  Old Faithfull onde iríamos pernoitar. Perto do Grand Canyon começou a nevar muito forte.

Começou a nevar forte no Yellowstone

Começou a nevar forte no Yellowstone

A partir daí a tempestade só aumentava. Uma parte das estradas do Yellowstone ficam fechadas no inverno e vão sendo abertas gradativamente à medida em que as condições do tempo vão melhorando e a neve acumulada vai derretendo. Esse trecho da estrada que pegamos tinha sido aberta nesse dia.

Pegamos a estrada no primeiro dia de liberação para o tráfego de veículos.

Pegamos a estrada no primeiro dia de liberação para o tráfego de veículos.

Lentamente a neve foi tomando conta do asfalto e num determinado momento não se via mais as marcações da pista, por fim o asfalto sumiu e deu origem a uma espessa camada de neve. Nunca tinha vivido antes uma sensação igual a essa.

A estrada foi sendo encoberta pela neve.

A estrada foi sendo encoberta pela neve.

Na estrada semideserta, a tempestade só aumentava. Não sabíamos o que viria pela frente. A paisagem ficava dramática e linda nos poucos espaços que a nevasca nos permitia ver.

A paisagem era dramática.

A paisagem era dramática.

Quando começamos a bordejar o Lago Yellowstone descobrimos que ele estava ainda completamente congelado. A neve fresca que acabara de cair sobre o lago congelado produzia um branco absoluto de beleza sem igual.

A região de Lake Yellowstone com uma paisagem polar.

A região de Lake Yellowstone com uma paisagem polar.

O medo era igual ao encantamento. Quando passamos de Lake Yellowstone, seguimos por mais 12 milhas e encontramos uma barreira policial. Os guardas florestais estavam avisando a todos os carros que passavam por ali, que a estrada estava interditada a partir daquele ponto e que deveríamos voltar por todo o caminho.

Tivemos que voltar todo o caminho.

Tivemos que voltar todo o caminho.

Bateu o desespero, mas não havia outra alternativa. Voltamos todo o caminho até a Madison Junction, cerca de 100 milhas, debaixo de neve e tempestade. A volta foi menos dramática pois havia um comboio de carros fazendo o mesmo caminho de retorno.

A estrada invadida pela neve.

A estrada invadida pela neve.

Um dos momentos mais interessante da volta foi quando encontramos um bisão atolado na neve, que tentava chegar à estrada. Deu um salto e caiu ao lado do nosso carro, possibilitando um flagrante raro e belo.

O bisão atolado na neve.

O bisão atolado na neve.

Em alguns trechos da estrada encontramos carros que tentavam fazer a manutenção da estrada, limpando a neve.

Caminhão limpando a neve da estrada.

Caminhão limpando a neve da estrada.

Chegamos ao nosso destino, no Old Faithfull Snow Lodge Hotel, no início da noite, depois de um dia cheio de aventuras no Parque Nacional Yellowstone.

A neve cobriu os estacionamentos do Old Faithfull Snpw Lodge.

A neve cobriu os estacionamentos do Old Faithfull Snpw Lodge.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Estados Unidos da América e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s