MONTREAL, A MAIOR CIDADE DO CANADÁ FRANCÊS

Saímos do Sacacomie Lodge em Saint-Alexis-des-Monts às 10h e pegamos a estrada para Montreal. Duas horas depois estávamos chegando ao nosso destino. Ficamos hospedados no excelente Hotel Ritz Carlton.

O Ritz Carlton de Montreal.

O Ritz Carlton de Montreal.

O Ritz fica na Rua Sherbrook, nas encostas do Mont-Royal e uma área bastante tradicional. No século XIX, quando Montreal era uma das cidades mais importantes do Império Britânico, foram construídas belas residência por aí, pertencentes aos comerciantes e industriais da cidade. Algumas boutiques, livrarias, galerias e lojas chiques estão instaladas em muitos desses casarões. O Hotel Ritz também sobreviveu às mudanças da cidade.

Casarões centenários no centro de Montreal.

Casarões centenários no centro de Montreal.

Montreal é a segunda maior cidade do Canadá, com 3 milhões de habitantes, foi fundada por religiosos franceses no século XVII na confluência dos rios São Lourenço e Ottawa e se tornou rapidamente o maior centro comercial do país. Era o elo de ligação entre o interior da América do Norte e o Oceano Atlântico.

Montreal é a segunda maior cidade do Canadá.

Montreal é a segunda maior cidade do Canadá.

Hoje a cidade perdeu a hegemonia econômica para Toronto, mas se destaca pela diversidade cultural. Cerca de 70% da população é de ascendência francesa e esse é o primeiro idioma da cidade. Descendentes de ingleses e de outras nacionalidades completam a população local e se interagem com grande facilidade.

A diversidade étnica e cultural está nas ruas em Montreal.

A diversidade étnica e cultural está nas ruas em Montreal.

Deixamos as malas no hotel e seguimos “batendo pernas” para o Centro da cidade. Passamos pela Rue Saint Catherine, a principal rua de comércio de Montreal, com lojas das principais grifes do mundo.

A Rue Saint Catherine

A Rue Saint Catherine

Seguimos para a Cidade Velha (Vieux-Montreal), que é o centro do turismo na cidade. Entramos pela Rue Notre Dame e paramos para a primeira visita na Basilique de Notre Dame de Montreal, uma das igrejas mais lindas da América do Norte e a mais grandiosa igreja católica de Montreal.

Carruagens para turistas dividem o espaço com os carros no Centro Histórico de Montreal.

Carruagens para turistas dividem o espaço com os carros no Centro Histórico de Montreal.

A imponente Basilique de Notre Dame de Montreal

A imponente Basilique de Notre Dame de Montreal

A Basílica de Notre Dame de Montreal fica na Place d’Armés, foi construída em 1829 e possui uma identidade muito própria, foi construída em estilos neoclássico e neogótico, o interior é bastante colorido e ricamente decorado. Possui dois níveis de balcões cercando toda a nave central.

O colorido do interior da  Basilique de Notre Dame de Montreal é bastante original.

O colorido do interior da Basilique de Notre Dame de Montreal é bastante original.

A Igreja foi totalmente revestida em madeira e redecorada em 1870 com entalhes do artesão canadense Victor Bourgeau, tentando dar uma identidade canadense à Basílica.

Os entalhes do canadense Victor Bourgeau revestem a Basílica.

Os entalhes do canadense Victor Bourgeau revestem a Basílica.

Seguimos até o Velho Porto (Vieux Port), que na sua época auge, em meados do século XIX foi um dos mais importantes portos fluviais da América do Norte. Depois de um período de decadência no início do século XX, foi totalmente reformado na década de 1980 e adaptado para se tornar um grande complexo de lazer e um dos parques mais frequentados de Montreal.

Os calçadões ao redor do Velho Porto são sempre animados na primavera e no verão.

Os calçadões ao redor do Velho Porto são sempre animados na primavera e no verão.

Possui mais de 12 quilômetros de calçadões perfeitamente harmonizados com as ruas do bairro Vieux-Montreal, possibilitando uma bela vista para o Rio Ottawa. Nesse dia havia um circo do Cirque du Soleil, que é canadense, instalado no Vieux Port.

O Cirque du Soleil no Vieux Port de Montreal.

O Cirque du Soleil no Vieux Port de Montreal.

Continuamos andando pela Rue Saint Paul que fica aí perto e é repleta de restaurantes, lojas de artesanatos e galerias de arte, depois subimos de volta para a Rue Saint Catherine e chegamos até o Quartier des Spetacles onde fica a Place des Arts, o grande centro de artes cênicas de Montreal, um bairro cheio de teatros e casas de espetáculos.

Manifestações culturais no Quartier des Spetacles

Manifestações culturais no Quartier des Spetacles

A principal avenida do Quartier des Spetacles já é previamente preparada para grandes shows, que acontecem aí sobretudo no verão, com torres de iluminação e som que ficam montadas o ano inteiro.

A avenida já é previamente preparada para grandes shows.

A avenida já é previamente preparada para grandes shows.

Depois voltamos ao hotel e jantamos por lá no excelente restaurante do Ritz Carlton.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Canadá e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para MONTREAL, A MAIOR CIDADE DO CANADÁ FRANCÊS

  1. Ilza disse:

    Não conheço, mas fiquei com muito curiosa, as imagens são lindas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s