O PARQUE OLÍMPICO DE MONTREAL

19 de maio de 2014

Começamos o dia visitando o Jardim Botânico de Montreal, uma das principais atrações da cidade e um dos maiores do mundo, com 75 ha. O Jardim Botânico fica numa grande área verde, ao lado do Parque Olímpico, um verdadeiro pulmão para Montreal.

O Jardim Botânico de Montreal

O Jardim Botânico de Montreal

Considerando o clima rigoroso de Montreal, o Jardim Botânico é um fenômeno, são cerca de 30 jardins abertos e dez estufas. Possui réplicas de jardins japoneses e chineses, onde os visitantes passeiam e relaxam à vontade.

Réplica de jardim japonês no Jardim Botânico de Montreal.

Réplica de jardim japonês no Jardim Botânico de Montreal.

Possui uma grande variedade de plantas, a maioria delas adaptadas às condições rigorosas do clima canadense. As cerejeiras estavam iniciando a floração, um espetáculo à parte que dura apenas três semanas.

A cerejeira em flor.

A cerejeira em flor.

Dentro do Jardim Botânico visitamos o espaço do insetário, um espaço à parte com coleções inteiras de insetos, aranhas, borboletas e outros bichos vivos ou preservados. É um encanto para crianças e adultos.

Insetário do Jardim Botânico de Montreal.

Insetário do Jardim Botânico de Montreal.

Seguimos do Jardim Botânico para o Parque Olímpico localizado do outro lado da rua. A surpresa maior, foi a absoluta falta de sinalização para acesso ao Parque Olímpico, que é considerado uma das principais atrações turísticas de Montreal. Andamos bastante ao redor do parque e não havia nenhuma sinalização. Decidimos descer uma escada que dava acesso à parte interna do Parque. A área estava em obra e com um aspecto de abandono.

Parque Olímpico de Montreal.

Parque Olímpico de Montreal.

O Parque Olímpico de Montreal foi construído para as Olimpíadas de 1976 e exibe uma série de prédios futuristas. Um dos destaques maiores é a Montreal Tower, a maior torre inclinada do Mundo, com 175 metros de altura e formada por um ângulo de 45 graus.

A Montreal Tower, a maior torre inclinada do Mundo.

A Montreal Tower, a maior torre inclinada do Mundo.

Depois de muito procurar o caminho, conseguimos chegar à Torre Inclinada, o destino que procurávamos, porém mais uma vez os sinais de abandono estavam presentes por todos os lados. Subimos o bondinho que dá acesso à parte mais alta da torre, onde existe um grande salão de observação. Lá de cima temos uma excelente vista de Montreal e de todo o Parque Olímpico.

Do alto da Montreal Tower, temos uma excelente vista da cidade de Montreal

Do alto da Montreal Tower, temos uma excelente vista da cidade de Montreal

As Olimpíadas de Montreal em 1976 ficaram marcadas, dentre outras coisas, pela performance da atleta adolescente, romena, Nadia Comanecci, que obteve nota 10 em 6 provas de ginástica Olímpica, fato jamais repetido por nenhuma outra atleta no Mundo.

Além da Torre Inclinada, são destaques no Parque, o Estádio Olímpico, conhecido como “O Grande Rombo”, fazendo alusão aos 1,61 bilhões de dólares canadenses gastos na sua construção. O estádio tem capacidade para 56 mil pessoas. Hoje acontecem shows de grandes artistas internacionais e eventos de verão.

O Estádio Olímpico ao lado da Torre.

O Estádio Olímpico ao lado da Torre.

Outro prédio futurista de destaque é o o ginásio que originalmente funcionou como velódromo das Olimpíadas e onde hoje funciona o Biodome, um espaço destinado à representação dos vários ecossistemas mundiais, desde as florestas tropicais úmidas até as regiões polares. O design do teto em forma de capacete de bicicleta marca a função do velódromo nas olimpíadas.

O teto do velódromo que lembra um capacete de bicicleta.

O teto do velódromo que lembra um capacete de bicicleta.

Saímos do Parque Olímpico de Montreal e seguimos para o Parc Mont-Royal, uma pequena elevação com imensas áreas verdes, no centro da cidade, com 234 metros de altura e que deu nome à cidade de Montreal. Na subida para o monte, as casas são imponentes com um ar aristocrático.

A cidade de Montreal vista a partir do Mont-Royal.

A cidade de Montreal vista a partir do Mont-Royal.

Lá em cima existe um belo parque com mirantes interligados por trilhas, que engrandece a cidade. O parque foi desenhado pelo mesmo arquiteto que planejou o Central Park de Nova York (Frederick Law Olmstad). Nos finais de semana os moradores de Montreal costumam passear pelo parque onde fazem piqueniques e praticam esportes ao ar livre.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Canadá e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s