PLACE VENDOME, ÓPERA GARNIER E A GALLERIE LAFAYETTE

30/12/1991

Saímos pela manhã, a pé, objetivando chegar na Gallerie Lafayett. Parando antes nos Jardins Tuilleries localizado na margem direita do Rio Sena e na parte baixa da Avenida de Champs Élysées, entre a Praça da Concordia e o Carrossel do Louvre.

Os Jardins Tuilleries ao fundo.

Os Jardins Tuilleries ao fundo.

O jardim foi criado no século XVII, possui um estilo francês, formal e simétrico, com várias estátuas ornamentais. De lá temos belas vistas da Champs Élysées e dos três arcos: O Arco do Triunfo, o Arco do Carrossel e do Arco de La Défense.

O Arco do Triunfo do Carrossel.

O Arco do Triunfo do Carrossel.

Continuamos a pé pelas ruas de Paris, passando pela Praça Vendome, que estava em obras e onde ficam as principais lojas de grifes da França. A praça é um dos endereços mais exclusivos e caros da cidade.

Place Vendome

Place Vendome

A Praça é simples e charmosa, uniforme e simétrica, cercada por uma série de lojas de grife e joalherias. Se tornou um marco de Paris. Aqui fica o lendário Hotel Ritz de Paris.

Hotel Ritz de Paris

Hotel Ritz de Paris

Seguimos em direção à Ópera Garnier ou Palais Garnier. A famosa casa de ópera de Paris que hospeda a Ópera de Paris. Foi construída em estilo neobarroco e é considerado uma das obras-primas da arquitetura do seu tempo.

A Ópera Garnier

A Ópera Garnier

Tivemos a oportunidade de visitar o seu interior que é ricamente decorado com veludos, superfícies folheadas a ouro, mármores multicoloridos, colunas e muitas estátuas, querubins e ninfas. O candelabro central do salão principal pesa mais de seis toneladas.

Salão interno da Ópera de Paris

Salão interno da Ópera de Paris

Um edifício pomposo batizado em homenagem ao arquiteto Charles Garnier, que o projetou na época da grande reforma urbana de Paris executada pelo prefeito Haussmann e autorizada por Napoleão III em 1859. A obra que sofreu inúmeros contratempos somente foi concluída em 1874 e a sua inauguração aconteceu em 15 de janeiro de 1875.

Escadaria interna da Opera de Paris.

Escadaria interna da Opera de Paris.

Tivemos a oportunidade de assistir uma parte do ensaio do Ballet Romeu e Julieta que estava em cartaz nesse período. O imponente prédio da Ópera tem uma área total de 11.000 metro quadrados. O palco pode acomodar até 450 artistas. A plateia tem capacidade para 1979 espectadores sentados.

Ópera de Paris

Ópera de Paris

Seguimos para a Gallerie Lafayett a mais famosa loja de departamentos de Paris. A loja principal possui 10 andares e o complexo possui mais duas lojas: a Lafayette Homme e a Lafayette Maison.

A Gallerie Lafayette

A Gallerie Lafayette

Independente de comprar ou não, a Gallerie Lafayette merece uma visita, pois a cúpula central é uma obra de arte, a loja fica no Boulevard Haussmann, logo atrás da Ópera de Paris. Aí você encontra as principais grifes do mundo vendendo de tudo.

A famosa cúpula da Gallerie Lafayette

A famosa cúpula da Gallerie Lafayette

Voltamos para casa. Após o jantar, compramos um mapa da Europa e nos preparamos para viajar no dia seguinte.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em França e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s