O MOSTEIRO DE MONREALE E A CAPELA PALATINA DE PALERMO

28/09/2014

Saímos pela manhã e o nosso objetivo inicial era conhecer a Vila de Monreale, localizada a 10 km de Palermo. Pegamos o Sightseeing Tour e fomos direto para lá. O desejo era visitar o Mosteiro de Monreale, uma das principais atrações dos arredores de Palermo.

Detalhes da charmosa Vila de Monreale

Detalhes da charmosa Vila de Monreale

Na subida para Monreale temos uma boa vista panorâmica dos arredores de Palermo, pois a vila fica nas encostas da Conca d’Oro (Concha de Ouro), que envolve a capital da Sicília.

Vista panorâmica de palermo com detalhes da Conca D'Oro

Vista panorâmica de palermo com detalhes da Conca D’Oro

A Vila de Monreale é charmosa e aconchegante. Ao chegarmos por lá fomos presenteados por uma “carreata” de carros antigos e/ou especiais, cuja saída era exatamente em frente ao Duomo.

A carreara em frente ao Mosteiro.

A carreara em frente ao Mosteiro.

O Duomo de Monreale é um dos melhores exemplos de arquitetura normanda da Sicília. Foi mandado construir pelo rei normando Guilherme II em 1172 e fica ao lado de um mosteiro beneditino.

Detalhe da fachada do Duomo de Monreale.

Detalhe da fachada do Duomo de Monreale.

O claustro do Mosteiro é espetacular. As colunas entalhadas e encrustadas com azulejos apoiam capitéis de onde se erguem arcos em estilo árabe/sarraceno. A mistura de estilos do mosteiro é um marco na arquitetura da Sicília.

O espetacular claustro do Mosteiro Beneditino.

O espetacular claustro do Mosteiro Beneditino.

Na porta de entrada da Catedral, os símbolos normandos testemunham a presença desse povo na Sicília.

A magnífica porta de bronze da Catedral com os símbolos normandos.

A magnífica porta de bronze da Catedral com os símbolos normandos.

O interior da Catedral possui um dourado especial, valorizado pelos mosaicos de influência árabe, mas realizados por artesãos sicilianos e bizantinos. Trabalhos semelhantes foram feitos em Cefalú e em Palermo. Um dos destaques dos mosaicos é o Cristo Todo Poderoso (Pantocrator).

Os espetaculares mosaicos da Catedral de Monreale.

Os espetaculares mosaicos da Catedral de Monreale.

Saímos de Monreale e voltamos para Palermo. A primeira parada foi no Palácio Real de Palermo, também chamado de Palazzo dei Normanni (Palácio Normando), foi a antiga residência de reis e vice-reis e até hoje é sede do governo na Sicília. Originalmente o Palácio foi construído pelos árabes, mas depois foi ampliado pelos normandos em 1072.

Detalhe do pátio interno do Palácio Normando.

Detalhe do pátio interno do Palácio Normando.

Na visita ao palácio pode-se observar os suntuosos aposentos reais, mas o grande destaque fica para a incrível Capela Palatina, a capela real erguida por Rogério II entre 1.132 e 1.140. A capela é uma mistura de estilos (bizantino, islâmico e normando).

Os mosaicos do pátio são espetaculares.

Os mosaicos do pátio são espetaculares.

Apresenta uma exuberante decoração com mosaicos bizantinos espetaculares, e que estão entre os mais importantes da Sicília. Predomina o dourado com algumas incrustações em ouro, pedras e vidros. Aqui também aparece o Cristo Pantocrator.

O rico interior da Capela Palatina.

O rico interior da Capela Palatina.

O Cristo Pantocrator

O Cristo Pantocrator

Saímos do Palácio Real e começamos a descer ao colina. Logo adiante aparece a Catedral de Palermo fundada em 1184, com o exterior em estilo gótico. Era domingo e o Duomo estava fechado no momento que passamos por lá. Não pudemos visitar a Catedral.

A Catedral de Palermo.

A Catedral de Palermo.

As ruas de Palermo estavam vazias. Era domingo pela manhã. Seguimos andando até o porto. Passamos pela região de Quattro Canti, uma curiosa esquina no Corso Vittorio Emanuele, com edifícios posicionados de forma simétrica e com fachadas bastante decoradas. É uma das atrações urbanas da cidade.

A curiosa esquina Quattro Canti

A curiosa esquina Quattro Canti

Seguimos até a Igreja de Santa Caterina que também estava fechada. O destaque ficou para a monumental Fontana Pretorio, que fica atrás da igreja. Uma fonte construída em estilo maneirista em 1544, com várias esculturas ao redor.

Detalhes da Fontana Pretorio

Detalhes da Fontana Pretorio

Passamos em frente à famosa casa de ópera Teatro Massimo Vittorio Emanuele, que tinha vontade de conhecer, pois as escadarias do Teatro serviram de cenário para uma das mais antológicas cenas da saga O Poderoso Chefão. A cena do assassinato de Mary Corleone, a filha de Michael, em O Poderoso Chefão III.

A escadaria da casa de ópera Teatro Massimo Vittorio Emanuele

A escadaria da casa de ópera Teatro Massimo Vittorio Emanuele

Continuamos andando pelas ruas vazias de Palermo. Tentamos passar pelo mercado medieval árabe de Vucciria, mas também estava fechado e ficamos meio receosos. Chegamos às Vias Roma e Maqueda, as principais ruas comerciais da cidade. As ruas estavam fechadas para carros e aí sim tinha muita gente passeando, crianças, adultos e jovens numa tarde de domingo.

Balões em Palermo.

Balões em Palermo.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Itália e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

7 respostas para O MOSTEIRO DE MONREALE E A CAPELA PALATINA DE PALERMO

  1. joaquimnery disse:

    Olá Helen,

    Ambas são maravilhosas, mas caso você não tenha tempo suficiente, a Capela de Palermo é mais acessível, por já estar na cidade.

  2. Helen disse:

    Olá!

    Ótimo post, obrigada por compartilhar!
    Eu gostaria de conhecer tanto a Catedral de Monreale quanto o Palácio dos Normandos (com Capela Palatina), mas não sei se terei tempo para ambos. Se você tivesse que escolher entre as duas, qual seria?

    Abraço!

  3. Vilma V. Boas disse:

    Excelente documentário. Auxiliou-me em Palermo. Obrigada!

  4. Anônimo disse:

    Excelente documentário. Auxiliou-me em Palermo. Obrigada!

  5. Anônimo disse:

    Excelente documentário. Auxiliou-me em Palermo. Obrigada!

  6. joaquimnery disse:

    Obrigado Hélio. Um abraço.

  7. Hélio Nascimento disse:

    Parabenizo meu estimado sobrinho pelo excelente roteiro turístico. Lembro muito do seu prestimoso pai e irmão Joaquim Nery, em Jequié. Receba o meu cordial abraço. Hélio Nascimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s