LECCE, A “FLORENÇA” DO SUL DA ITÁLIA

09/10/2014

Saímos de Matera, na Basilicata, com destino à Puglia, no “salto” da “bota” italiana. Na saída paramos do outro lado da cidade para uma última olhada nas formações interessantes das casas/cavernas do bairro de Sassi. Como Matera fica na borda de um cânion, do lado oposto à cidade existe um belvedere, de onde se tem uma bela vista do complexo.

A última visão de Matera

A última visão de Matera

Passamos pelas boas estradas do sul da Itália, com campos de oliva e projetos de energia alternativa onde predominam os moinhos de energia eólica e as placas de energia solar.

Campos com moinhos de energia eólica.

Campos com moinhos de energia eólica.

A Puglia é uma região plana, ao contrário da Basilicata, e bastante fértil. Apresenta a maior quantidade de azeite de oliva e de vinhos da Itália. A uva mais famosa para a produção dos excelentes vinhos da região é a “neroamaro”.

Plantações de oliveiras.

Plantações de oliveiras.

A região pertenceu à Magna Grécia e sofreu forte influência dos gregos, mas também viveram aí os normandos e germânicos. Frederico II, que foi imperador germânico, na verdade passou os últimos 30 anos da sua vida na Puglia, aproveitando o clima mediterrâneo da região.

Ruínas romanas em Lecce.

Ruínas romanas em Lecce.

Chegamos a Lecce ainda pela manhã. É uma das mais importantes cidades da Puglia. Sofreu forte influência grega e se tornou uma das principais cidades do Império Romano. Grande parte da arquitetura local segue o estilo “Barroco de Lecce”, que atingiu o seu apogeu no século XVII. A cidade recebe o apelido de “A Florença do Sul”, pela sua riqueza arquitetônica.

O "barroco de Lecce" está em muitos palácios da cidade.

O “barroco de Lecce” está em muitos palácios da cidade.

Logo na chegada, descobrimos que o nosso hotel, o Risorgimento Resort, ficava bem no centro. O hotel é excelente e possui uma localização privilegiada. Passar de carro pelas ruelas estreitas do centro de Lecce não era tarefa fácil, foi melhor deixarmos o carro parado na porta do hotel e visitar toda a cidade a pé.

As ruas estreitas do centro histórico de Lecce.

As ruas estreitas do centro histórico de Lecce.

Em frente ao Risorgimento Resort ficava a movimentada Piazza Sant’Oronzo, com a estátua do Santo ao centro. Santo Orêncio foi denominado bispo de Lecce por São Paulo em 57 d.C. e depois foi martirizado pelo Imperador Nero. Isso lhe deu o status de Santo. A estátua é de 1739.

A Piazza Sant’Oronzo

A Piazza Sant’Oronzo

Ao lado da Praça de Santo Orêncio ficam as ruínas do Anfiteatro Romano de Lecce, do século 1 a.C., que começou a ser escavado por Mussolini em 1938. Ainda hoje continua em restauração. Apenas parte do anfiteatro foi escavado, o restante está sob a Praça.

As ruínas do Anfiteatro Romano de Lecce

As ruínas do Anfiteatro Romano de Lecce

Saímos andando pelas ruelas de Lecce até encontrar a Praça do Duomo, escondida entre os casarões barrocos. Ao lado do Duomo de Lecce aparece o Palazzo Vescovile, o palácio episcopal, uma obra-prima de Zingarello (Giuseppe Zimbalo), um famoso escultor e arquiteto de Lecce que usava a “Pietra de Lecce”, que podia ser esculpida com facilidade, para fazer as suas esculturas e fachadas.

O Palazzo Vescovile

O Palazzo Vescovile

Na Praça do Duomo, decidimos pegar um “trenzinho” de turismo para fazer um tour pelas ruas estreitas do centro histórico. Foi a forma mais otimizada que encontramos para conhecer a cidade. No caminho vimos os palácios e palacetes barrocos de Lecce.

O Duomo de Lecce

O Duomo de Lecce

Lecce é uma cidade universitária. Os milhares de estudantes circulam freneticamente pelas ruas do centro histórico, e isso cria uma atmosfera especial por lá.

Lambretas, motos e bicicletas estão por todas as partes.

Lambretas, motos e bicicletas estão por todas as partes.

Um dos destaques de Lecce é o artesanato em “papier-mâché”. As oficinas de papel machê estão por todos os lados e as obras expostas nas portas da inúmeras lojas de artesanato da cidade.

Detalhe em Lecce.

Detalhe em Lecce.

Jantamos ali no centro histórico no restaurante Torre Merlino, de qualidade razoável.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Itália e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

7 respostas para LECCE, A “FLORENÇA” DO SUL DA ITÁLIA

  1. Juzelly Barreto disse:

    Olá, também vou a Lecce em outubro para um evento universitário. Será que é o mesmo, pessoal? O meu será na Universidade de Salento, congresso mundial de Língua Portuguesa. Queria saber então se vcs sabem qual o melhor hotel/ pousada para se hospedar em relação à proximidade da Universidade de Salento.

  2. joaquimnery disse:

    Olá Roberto,

    Existe sim. Você pode ir de avião, ônibus ou trem. Entre no site https://pt.rail.cc/roma-bari-brindisi-lecce/intercitynotte-789/comboios-nocturnos-cidade/10684/253 e veja uma das opções de trem.

    Um abraço

  3. Roberto Filho disse:

    Olá, Joaquim. Preciso de sua ajuda. Sabe se há transporte de Roma a Lecce? Estou indo a Lecce em outubro para um evento universitário. Obrigado ;D

  4. joaquimnery disse:

    Isso Alzira. O aeroporto mais próximo é o de Brindisi, mas você pode usar também o de Bari se tiver melhores opções de voo. Você vai amar Lecce.

  5. ALZIRA NEVES SANDOVAL disse:

    Olá, Joaquim! Gostei muito do seu texto e do blog! Irei para um congresso em Lecce em outubro e estou na dúvida de que trecho devo fazer. Pelo que andei pesquisando, o aeroporto mais próximo de lá é o de Brindisi. Qual foi o trajeto que você fez? Sairei de Brasília. Agradeço se puder me ajudar.
    Abraço,
    Alzira

  6. regina celia celga silva disse:

    Parabéns para toda equipe “deum puquinhodecadalugar” pela importantissima matéria super interessante evpreciosíssima, espero receber mais no decorrer de 2015. Feliz ano novo!!

  7. Osvaldo Dias disse:

    Muito boa reportagem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s