A VILLA D’ESTE E SEU JARDIM ENCANTADO

16/10/2014

Estávamos em Tivoli e deveríamos seguir para Roma que fica a 30 km dali. Decidimos antes visitar a maravilhosa Villa D’Este, que para nós foi uma das maiores surpresas da viagem. Tínhamos ido a Tivoli para conhecer a Villa Adriana, mas nos encantamos com a Villa D’Este, que é a atração mais maravilhosa da cidade.

Os maravilhosos jardins da Villa D'Este.

Os maravilhosos jardins da Villa D’Este.

A Villa D’Este é uma magnífica mansão construída no século XVI por Pirro Ligorio para o Cardeal Ippolito D’Este, a partir da estrutura preexistente de um antigo mosteiro beneditino.

O Palácio da Villa D'Este

O Palácio da Villa D’Este

O Cardeal Ippolito D’Este era filho de Afonso I D’Este e de Lucrécia Borja e neto do Papa Alexandre VI. A imponência do Palácio demonstra a riqueza e o poder dos Papas e Cardeais daquela época.

Todo o Palácio é ricamente decorado.

Todo o Palácio é ricamente decorado.

Todos os cômodos são ricamente decorados com motivos diversos. Pinturas e esculturas compõem hoje o cenário de um bom museu, com móveis e roupas de época.

Todos os cômodos são ricamente decorados.

Todos os cômodos são ricamente decorados.

De 1550 até a sua morte em 1572, o Cardeal Ippolito criou um fabuloso jardim em terraços, em estilo Maneirista, que tira partido da declividade do terreno e da abundância de água na região. Logo no primeiro patamar um conjunto de leões compõe o primeiro conjunto de fontes.

O primeiro conjunto de fontes já impressiona.

O primeiro conjunto de fontes já impressiona.

O jardim possui cerca de 500 jatos d’água localizados em fontes, lagos e canais.

O Jardim Encantado da Villa D'Este

O Jardim Encantado da Villa D’Este

O terraço superior possui uma balaustrada de onde se tem uma bela vista panorâmica dos jardins, cercado por duas belas escadarias.

O terraço superior e as sua balaustradas.

O terraço superior e as sua balaustradas.

Na parte baixa das escadarias fica a Gruta de Diana, ricamente decorada com afrescos e mosaicos. No centro, a Fonte da Grande Taça feita por Bernini.

A Gruta de Diana com a Fonte da Grande Taça

A Gruta de Diana com a Fonte da Grande Taça

Um dos destaques do jardim é a Fontana dell’Organo e a Fonte de Netuno, que toca música em determinados horários do dia, a partir de um complexo sistema hidráulico.

A Fontana dell'Organo e a Fonte de Netuno.

A Fontana dell’Organo e a Fonte de Netuno.

O que mais impressiona na Villa são os seus maravilhosos jardins e as fontes de água que foram implantadas ali.

O impecável jardim da Villa D'Este influenciou a arquitetura dos Palácios europeus.

O impecável jardim da Villa D’Este influenciou a arquitetura dos Palácios europeus.

Deixamos a Villa D’Este e voltamos para Roma, para a nossa última noite de uma longa viagem organizada pela Via Alegria pelo Sul da Itália. Ficamos mais uma vez hospedados no bom Hotel Barocco, com uma excelente localização. Na madrugada voltamos para o Brasil.

A praça principal de Tivoli.

A praça principal de Tivoli.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Itália e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s