SANTA LÚCIA, A ILHA DOS MONTES PITON

26 de fevereiro de 2015

Chegamos ao porto de Castries, a capital da Ilha de Santa Lúcia pela manhã. A ilha fica a sul da Martinica, na parte leste do Caribe. Pela sua localização estratégica foi intensamente disputada pelas potências europeias. Mudou de mão entre ingleses e franceses por 14 vezes.

O belo porto de Castries na ilha de Santa Lúcia.

O belo porto de Castries na ilha de Santa Lúcia.

A ilha é montanhosa, possui praias paradisíacas e intocadas, pois as montanhas caem no mar, e formam pequenas enseadas protegidas. A água azul turquesa, bons ventos e um mar rico em peixes, atrai muitos esportes aquáticos.

Enseadas e praias paradisíacas aparecem por todos os lados.

Enseadas e praias paradisíacas aparecem por todos os lados.

Em terra, o terreno montanhoso, a paisagem vulcânica e as densas florestas possibilitam belas paisagens tropicais.

A paisagem montanhosa e as florestas tropicais dominam o interior da ilha.

A paisagem montanhosa e as florestas tropicais dominam o interior da ilha.

O porto de Castries é muito bem estruturado, possui uma bom shopping logo na entrada, onde as várias lojas vendem artesanatos e produtos duty free.

Lojinhas no porto de Castries.

Lojinhas no porto de Castries.

Pegamos um passeio opcional do navio para o outro lado da ilha. Logo na saída seguimos para a parte alta da cidade e paramos num belo mirante onde existe uma excelente vista de Castries.

O mirante tem uma boa vista de Castries.

O mirante tem uma boa vista de Castries.

Atravessamos a ilha com algumas paradas no caminho para compra de artesanatos e vistas panorâmicas. Numa delas tivemos contato com produtos típicos da ilha feitos a partir da banana, a grande riqueza local. Ketchup e molho barbecue feitos a partir da banana é uma das iguarias exóticas do lugar.

Ketchup e barbecue de banana em Santa Lúcia.

Ketchup e barbecue de banana em Santa Lúcia.

No outro lado da ilha chegamos a Soufriére, antes de chegar paramos num mirante no alto da montanha, onde existe uma bela vista da cidade encravada num vale estreito. De lá também podemos avistar o vulcão Soufriére, que pode ser visitado de carro.

A cidade de Soufriére espremida entre as montanhas.

A cidade de Soufriére espremida entre as montanhas.

Descemos das montanhas até a antiga capital e primeira cidade que foi colonizada em Santa Lúcia. Hoje é uma cidade pesqueira. Foi aí em Soufriére que viveu na infância e adolescência a jovem Marie-Joseph-Rose, natural da ilha de Santa Lúcia, que passou a se chamar Josefina e que se tornou esposa de Napoleão Bonaparte e Imperatriz da França.

O pequeno porto de Soufriére.

O pequeno porto de Soufriére.

Em Soufriére pegamos um catamarã e voltamos para Castries. É do mar que aparecem as melhores vistas dos Montes Piton. São duas montanhas pontiagudas que mais parecem sentinelas avançadas da ilha.

Os Montes Pitons.

Os Montes Piton.

Os Montes Piton dominam a paisagem e são os pontos mais famosos da Ilha de Santa Lúcia. O Petit Piton tem 743 metros de altura e o Gros Piton possui 771 metros. Existem caminhadas guiada para o alto do Gros Piton.

Os Montes Piton

Os Montes Piton

Navegando para Castries paramos em uma das enseadas paradisíacas da ilha para um bom banho de mar. O ruim é que vários catamarãs fazem o mesmo e o que deveria ser um banho paradisíaco vira uma “farofada”.

O paraíso virou "farofa".

O paraíso virou “farofa”.

Continuamos navegando e entramos na espetacular Baía de Marigot, uma enseada fechada, escondida atrás das montanhas, a 11 quilômetros de Castries, onde existe uma boa estrutura de excelentes resorts e outras opções de lazer.

A espetacular Baía Marigot.

A espetacular Baía Marigot.

A Baía de Marigot é considerado um dos pontos de ancoragem mais bonitos do Caribe. Já foi cenário para alguns filmes de Hollywood, como “Dr Doolittle” e “Poder de Fogo”.

Detalhes da Baía Marigot.

Detalhes da Baía Marigot.

Seguimos adiante, de volta ao porto de Castries, onde Batemos pernas pelas lojinhas do porto e embarcamos no MSC Música para seguir viagem. No dia seguinte chegaremos a Guadalupe.

Voltando ao Porto de Castries.

Voltando ao Porto de Castries.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Antilhas, Santa Lúcia e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para SANTA LÚCIA, A ILHA DOS MONTES PITON

  1. António dos Santos disse:

    Sou da ilha de São Vicente, Cabo Verde. Sou marinheiro e tive o privilégio de conhecer S. Lúcia. Gosto muito de Soufrière; é uma ilha mágica. Gostaria muito, se lhe fosse possível, que me facultasse algumas fotos do povo de Soufrière e de Piton. Muito obrigado.

  2. Núbia campos de Oliveira disse:

    Nossa esse lugar e muito lindo.
    Eu gostaria de conhecer
    Eu adorei são ilhas maravilhosa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s