UMA TRILHA NA FLORESTA AMAZÔNICA

21 de abril de 2015.

Começamos nessa data o Cruzeiro pelo Rio Negro e parte do Rio Solimões no navio/hotel Iberostar Grand Amazon. Esse passeio fascina viajantes e exploradores do mundo inteiro, encantados com as dimensões impressionantes dos rios e do conjunto da bacia Amazônica, que reúne mais de 1000 afluentes e corre por uma área do tamanho da parte continental dos Estados Unidos.

A imensidão do "Rio Mar".

A imensidão do “Rio Mar”.

O Iberostar Grand Amazon foi o primeiro navio de luxo construído especificamente para cruzeiros na Amazônia. Possui 75 cabines com 23m cada uma, equipadas com televisão, ar condicionado, telefone e varanda. No deck principal existem duas piscinas de hidromassagem. Possui várias lanchas de desembarque que permitem entrar nos igapós e chegar no miolo da floresta.

Todas as cabines do Iberostar Grand Amazon possuem varandas.

Todas as cabines do Iberostar Grand Amazon possuem varandas.

Nesse primeiro dia fizemos pela manhã, uma caminhada de 2 horas pela Floresta Amazônica, na Região do Igarapé Jaraqui. O passeio é acompanhado por guias especializados e experientes, com conhecimentos íntimos sobre a floresta. O nosso grupo foi acompanhado pelo guia Piro, um índio com um profundo conhecimento da flora, fauna, costumes, história e geografia da Amazônia.

As lanchas rápidas ajudam a penetrar na floresta.

As lanchas rápidas ajudam a penetrar na floresta.

Os igarapés são entradas dos rios principais, na floresta. Na Amazônia os igarapés podem ser enormes, navegáveis e normalmente são as áreas mais ocupadas pelas populações ribeirinhas.

Os Igarapés são entradas dos rios na floresta.

Os Igarapés são entradas dos rios na floresta.

Fizemos uma trilha pela Floresta Amazônica nas margens do Igarapé Jaraqui. A trilha impacta pelas dimensões das árvores e a sensação de estarmos num dos ambientes mais inóspitos do planeta. O guia Piro parava com frequência diante de algumas plantas especiais que encontrava pela frente. Árvores, cipós, folhas, etc., e nos dava uma aula sobre as propriedades medicinais e industriais das plantas.

Árvores gigantes no meio da trilha pela Floresta Amazônica.

Árvores gigantes no meio da trilha pela Floresta Amazônica.

Nas explicações do guia Piro, fica evidente o imenso conhecimento milenar que as tribos indígenas desenvolveram e que permitiram aos povos das florestas uma sobrevivência harmônica com esse ambiente hostil. As crianças índias, desde muito cedo começam a ter contato e são estimuladas a conhecer as propriedades medicinais da flora amazônica. É uma questão de sobrevivência.

O guia Piro extraindo seiva de uma árvore para nos dá uma aula sobre a biodiversidade da Amazônia

O guia Piro extraindo seiva de uma árvore para nos dá uma aula sobre a biodiversidade da Amazônia

Rapidamente, numa caminhada de apenas duas horas, encontramos plantas com propriedades anestésicas, anti-inflamatórias (quinino), antitérmicas, além de cipós que produzem um leite capaz de substituir o leite humano e uma goma utilizada na produção da goma de mascar.

Os produtos da Amazônia são utilizados pela indústria de medicamentos, de perfumes, etc.

Os produtos da Amazônia são utilizados pela indústria de medicamentos, de perfumes, etc.

Encontramos também um exemplar do pau-rosa, cuja casca é utilizada como fixador na indústria de perfumes. É do pau-rosa que se fabrica o famoso perfume Chanel Número 5, conhecido mundialmente por ter sido o perfume preferido da “mega-star” Marylin Monroe.

O guia/índio Piro, dando uma aula sobre a flora amazônica, no meio da floresta.

O guia/índio Piro, dando uma aula sobre a flora amazônica, no meio da floresta.

Na exposições de Piro, fica claro o sentimento de perda, quando ele expõe sobre de que forma a ciência e os cientistas, representando grandes laboratórios internacionais, muitas vezes travestidos de ONG’s em defesa da Amazônia, se apropriaram da biodiversidade local, utilizando o conhecimento primário indígena, levando para esses laboratórios as informações que foram transformadas em produtos industrializados e devolvendo muito pouco às comunidades e à região.

O conhecimento indígena  é essencial para a identificação dos produtos amazônicos.

O conhecimento indígena é essencial para a identificação dos produtos amazônicos.

Encontramos na floresta, um veneno liberado a partir da gosma que o sapo produz quando está na fase de acasalamento. Esse veneno é usado pelos índios para passar na ponta das flechas utilizadas na caça e na pesca.

O grupo que fez a trilha pela floresta.

O grupo que fez a trilha pela floresta.

Num determinado momento da trilha, Piro fez uma demonstração perigosa, quando colocou a mão num formigueiro e em frações de segundos, a sua mão estava coberta de formigas que camuflam o cheiro humano. Os índios cobrem os seus corpos dessas formigas e depois as amassam, fazendo com que o cheiro das formigas fique impregnado nas suas peles e com isso eles não sejam percebidos pelos outros animais.

O imenso formigueiro onde o guia Piro fez a demonstração.

O imenso formigueiro onde o guia Piro fez a demonstração.

Fomos também apresentados a cipós de tamanhos e características diversas, que são utilizados na produção de cordas para arcos e outros utensílios. Após duas horas de trilha na floresta, voltamos para o Grand Amazon.

Cipós gigantes que envolvem árvores inteiras.

Cipós gigantes que envolvem árvores inteiras.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Amazonas, Brasil e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para UMA TRILHA NA FLORESTA AMAZÔNICA

  1. Fechado! Valeu pela gentileza!

  2. joaquimnery disse:

    Olá Mariel,

    Favor entrar em contato com a Agência Via Alegria. contato@viaalegria.com.br foi através deles que fiz a viagem. Procurar Carol Barradas.

  3. Lunna Guedes disse:

    tenho total consciência de que certos lugares não são para mim, por isso lhe sou grata por esse ofertar que o trouxe até mim. É sempre possível provar sabores desconhecidos através do imaginário alimentando pelo outro… bacio

  4. Nossa que experiência fantástica. Vc sabe se existe uma agência que encaminhe todos os trâmites (passagens, passeios, navio)? O post está sensacional, me entusiasmou!

  5. MariaLDário disse:

    Republicou isso em MariaLDario's Bloge comentado:
    Floresta Amazônica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s