A ALDEIA MASAI NO QUÊNIA

08 de agosto de 2015

Começamos o dia visitando uma aldeia masai próxima ao Tipilikwani Mara Camp, onde ficamos hospedados, na primeira noite que passamos na Reserva Masai Mara, no Quênia. Chegamos à aldeia masai e fomos recebidos de forma muito carinhosa pelo chefe da tribo e uma espécie de relações públicas do grupo.

Fomos recebidos com muito carinho pelos guerreiros Masai.

Fomos recebidos com muito carinho pelos guerreiros masai.

Os masai são altos e magros, formam um grupo nômade de guerreiros destemidos dessa região dos planaltos africanos. Vivem entre o Quênia e a Tanzânia e é o único povo que pode circular livremente entre os dois países, sem restrições.

Os guerreiros Masai são altos e magros.

Os guerreiros masai são altos e magros.

Os guerreiros que nos receberam, fizeram demonstrações das danças masai. Uma das características dessas danças é que, nas festas e solenidades da aldeia, eles cantam e costumam pular bem alto, com o objetivo de conquistar as suas parceiras.

As danças Masai.

As danças masai.

Fomos recebidos com muito carinho. As mulheres organizaram uma fila e cantaram músicas tribais para nos saudar. Usavam colares de contas e roupas muito coloridas, com predominância da cor vermelha.

As mulheres masai.

As mulheres masai.

Jovem mulher Masai com o filho nas costas.

Jovem mulher masai com o filho nas costas.

Na tentativa de nos impressionar, uns guerreiros masai fizeram uma demonstração, acendendo fogo de forma primitiva, esfregando um pedaço de pau numa pedra.

Acendendo o fogo com a madeira.

Acendendo o fogo com a madeira.

Os masai são criadores de gado e famosos como caçadores de leões. Cuidam dos rebanhos com esmero e aproveitam tudo que o gado pode fornecer, o leite, a carne, o couro e até o sangue.

Os Masai são criadores de gado.

Os masai são criadores de gado.

A importância de um masai na sua comunidade e a sua classe social está relacionada com a quantidade de vacas que possui. Eles acreditam que todas as vacas do mundo lhes pertencem.

O gado e o guerreiro Masai.

O gado e o guerreiro Masai.

As aldeias masai são formadas por casas simples e pequenas, feitas de esterco de vaca e de elefante. No interior das casas, existem apenas pequenos buracos (janelas), que servem para a passagem da luz, mas que protegem a família contra a entrada de animais.

O interior de uma casa Masai.

O interior de uma casa masai.

Jovem mãe masai.

Jovem mãe masai.

Ao redor das casas coloca-se uma cerca redonda de espinhos que serve para afastar os predadores. À noite eles trazem o gado para dentro da área desse cercado, para proteger os animais. O ambiente é fétido e insalubre.

O interior de uma aldeia Masai.

O interior de uma aldeia masai.

No final da visitação, fomos conduzidos a um terreiro, onde as mulheres expunham os seus artesanatos. Panos masai, colares, pulseiras e outros objetos, bastante coloridos. É natural que os visitantes comprem alguma coisa para ajudar à aldeia.

Artesanato Masai em exposição na aldeia.

Artesanato masai em exposição na aldeia.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Quênia e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s