UM POUQUINHO DE CADA LUGAR – O LIVRO – Pgs. de 1 a 29

NEVASCA EM BARILOCHE

Após 4 dias de muita chuva em Bariloche, praticamente sem poder sair do hotel, decidimos antecipar a viagem de volta para Buenos Aires. De repente, caiu uma nevasca que durou uma tarde e uma noite. Acordamos bem cedo na manhã seguinte e a cidade estava coberta de neve. Pegamos um carro e decidimos conhecer as principais atrações da região, em uma manhã. Saímos em disparada até o Circuito Chico e ao Cerro Catedral, que estava totalmente pintado de branco. Foi a melhor foto da viagem.

Cerro Catedral em Bariloche

Cerro Catedral em Bariloche

GLACIAR PERITO MORENO

Desde a primeira vez que vi uma foto do Perito Moreno, guardei na memória o desejo de conhecê-lo. É o mais famoso dos glaciares da Patagônia Argentina, fica próximo à cidade de El Calafate e possui uma imagem arrebatadora. O Perito Moreno está em constante e lento movimento. O gelo desce da Cordilheira dos Andes, na região da fronteira entre o Chile e a Argentina. Às vezes, o glaciar bloqueia a circulação das águas no Lago Argentino e, após alguns anos, esse bloqueio é rompido num espetáculo dramático da natureza.

O Glaciar Perito Moreno

O Glaciar Perito Moreno

A PENÍNSULA VALDEZ

Chegar à Península Valdez não é fácil, mas vale muito a pena para quem procura um contato mais próximo com a vida selvagem. É um paraíso para observação de animais de regiões subpolares. Baleias, pinguins, gaivotas, leões-marinhos, elefantes-marinhos e lobos-marinho estão em toda a costa da península, mas o show maior fica por conta das orcas, que eventualmente saem do mar para caçar os lobos-marinhos na beira da praia. É um dos poucos lugares do mundo onde esse fenômeno acontece.

Pinguins-de-Magalhães na Península Valdez

Pinguins-de-Magalhães na Península Valdez

A FEIRA DE SAN TELMO

San Telmo é o famoso bairro boêmio de Buenos Aires, lugar imperdível para quem visita a capital portenha. Ali, concentra-se uma grande quantidade de lojas de antiguidade. Aos domingos, acontece a Feira de San Telmo, na praça principal do bairro, onde são montadas barracas para a venda dessas antiguidades. Artistas de rua, dançarinos de tango, estátuas vivas, músicos, estão todos lá em San Telmo, aos domingos pela manhã. É o lugar ideal para encontrar uma lembrança da capital argentina.

Panelas de cobre na Feira de San Telmo.

Panelas de cobre na Feira de San Telmo.

MACHU PICCHU, A CIDADE PERDIDA DOS INCAS

Machu Picchu significa “Velha Montanha” no idioma antigo dos Incas (quéchua). É uma construção espetacular. Um conjunto de ruínas de uma cidade pré-colombiana, escolhida pela UNESCO como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade e hoje, considerada uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno.

A cidade fica localizada no topo de uma montanha a 2.400 metros de altitude, no Vale do Rio Urubamba. A “Cidade Perdida dos Incas” só foi revelada ao mundo em 1911 depois que foi “descoberta” pela expedição do historiador americano Hiram Bingham, patrocinada pela Universidade de Yale.

Leia mais em: https://umpouquinhodecadalugar.com/2013/08/27/machu-picchu-a-cidade-perdida-dos-incas/

A cidade perdida de Machu Picchu.

A cidade perdida de Machu Picchu.

O VALE SAGRADO DOS INCAS

O rio Urubamba fica no centro do Vale Sagrado dos Incas, entre Cusco e Machu Pichu. A localidade de Písac é uma espécie de porta de entrada do Vale. Cheguei por lá no dia 28 de julho, data da independência do Peru. Os povos das montanhas descem para assistir à festa cívica e o colorido das roupas possibilitam fotos maravilhosas. Písac é um dos melhores lugares do Vale para se comprar artesanato dos povos peruanos, roupas e tecidos de lã de lhama e de alpaca. Existe aí uma feira permanente que reúne centenas de artesãos e expositores.

Leia mais em: https://umpouquinhodecadalugar.com/2013/08/25/o-vale-sagrado-dos-incas-pisac-e-ollantaytambo/

Crianças peruanas em Písac, no Peru

Crianças peruanas em Písac, no Peru

LAS VEGAS – A CIDADE DO PECADO

Sin City. Esse é o apelido de Las Vegas, e significa a Cidade do Pecado. É claro que Vegas merece o apelido que tem, mas, hoje, o que mais se vê na cidade são famílias em busca de lazer para todas as idades. A cidade possui imensos resorts, cassinos por todos os lados, parques de diversões, brinquedos radicais, que convivem com stripers, roletas e mesas de Black Jack.

A fachada do Hotel New York em Las Vegas.

A fachada do Hotel New York em Las Vegas.

A foto em destaque é um detalhe do teto do lobby do Hotel Belaggio, um dos mais importantes da cidade.

Teto do Hotel Belaggio em Las Vegas.

Teto do Hotel Belaggio em Las Vegas.

A GOLDEN GATE

O símbolo maior da cidade de São Francisco é a Golden Gate. A ponte que atravessa a Baía de São Francisco está quase sempre envolvida por um fog que lhe dá um ar enigmático e bucólico. A melhor foto fica a partir de um mirante do lado oposto à cidade de São Francisco, no caminho que vai para a charmosa cidade de Salsalito.

A Golden Gate em São Francisco.

A Golden Gate em São Francisco.

“CALIFORNICATION”

A Califórnia é o lugar mais descolado dos Estados Unidos. Eterno símbolo de tolerância e descontração, paraíso de hippies e surfistas. Sempre foi a “Meca” das artes no país. As fotos em destaque nessa página traduzem um pouco esse espírito de eterna vanguarda californiana.

Kombi num dos mirantes da CA1

Kombi num dos mirantes da CA1

O AQUÁRIO DE MONTEREY

A CA1 é a mais famosa estrada da Califórnia. Liga São Francisco a Santa Mônica, nos arredores de Los Angeles. Segue por caminhos estreitos nas encostas do relevo, passa por áreas encantadoras e possui mirantes espetaculares. Monterey fica no caminho da CA1. O Aquário da cidade é um dos maiores e mais famosos do mundo. As águas-vivas fazem um espetáculo à parte.

Águas-Vivas no Aquário de Monterey

Águas-Vivas no Aquário de Monterey

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Argentina, Estados Unidos da América, Peru e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para UM POUQUINHO DE CADA LUGAR – O LIVRO – Pgs. de 1 a 29

  1. mariel disse:

    Valdez, aqui vou eu. Lindo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s