UM POUQUINHO DE CADA LUGAR – O LIVRO – Pgs de 54 a 75

A BELA IMPÉRIA

No Lago de Constança, na Alemanha, uma estátua sensual com 9m de altura e pesando 18 toneladas é a representação da prostituta Impéria imortalizada no conto “A Bela Impéria” de Honoré de Balzac. A obra é uma homenagem às prostitutas que viveram por aí no século XV, durante as negociações para o “Concílio de Constança”, que resultou no fim de um longo conflito entre o Império e a Igreja. É por esse motivo que, na estátua, a Bela Impéria aparece segurando o Papa em uma mão e o Imperador na outra.

Na borda do lago, aparecem barcos e veleiros formando um belo mosaico de espelho com a superfície da água.

A Bela Impéria.

A Bela Impéria.

OS BONECOS DE NUREMBERG

O viajante que vive atrás das melhores fotos precisa contar com uma boa dose de sorte. Nem sempre a luz favorece, às vezes as melhores cenas estão obstruídas por outros objetos e/ou pessoas. Foi isso que aconteceu conosco em Nuremberg. A sensação que tivemos foi de que a cidade estava se escondendo quando passamos por lá. A bela ponte medieval estava obstruída por barracas. A praça Hauptmarkt, onde ficam algumas das principais atrações de Nuremberg, tinha uma feira sem sentido, com barracas feias e desorganizadas, ocupando toda a sua extensão. Impossível fazer uma boa foto da igreja que emoldura o lugar.

A solução foi fotografar as vitrines. Fomos salvos pelos bonecos de Nuremberg, uma tradição na Alemanha.

Os bonecos de Nuremberg.

Os bonecos de Nuremberg.

ROTEMBURGO OB DER TAUBER

De todas as cidades medievais da Alemanha, Rotemburgo foi a que mais nos impressionou. Uma grande muralha cerca toda a sua estrutura, a parte interna da cidade medieval é um charme. O centro histórico sofreu poucas modificações desde a Idade Média, e esse é o encanto maior de Rotemburgo. Flores e cores estão por todos os lados.

Andando pelas ruelas de Rotemburgo encontramos dezenas de lojinhas com venda de artesanatos, brinquedos, objetos e lembranças diversas. São muitas as lojas com produtos de decoração para o Natal. Aliás, essa é uma característica da Baviera.

Rotemburgo Ob der Tauber

Rotemburgo Ob der Tauber

OKTOBERFEST – A FESTA DA BAVÁRIA

A Oktoberfest acontece ao longo de mais de 15 dias e chega a receber cerca de seis milhões de visitantes. A festa é cheia de vida e bastante colorida. As pessoas se vestem a caráter. Se você não é bávaro, não se preocupe, a cidade está cheia de roupas típicas para vender ou alugar. O importante é entrar no clima.

Dentro dos barracões das cervejarias, uma multidão se reúne para beber, dançar e cantar as músicas típicas da Alemanha. Do lado de fora, um grande parque de diversões é instalado e, durante o dia, as famílias se divertem. Impossível ir a Oktoberfest e ficar imune às canecas das deliciosas cervejas alemãs. Mas não se esqueça: Se beber, não dirija.

Oktoberfest

Oktoberfest

AMSTERDAM – SEXO, FLORES E BICICLETAS

Amsterdam é o paraíso das bicicletas. Chega a ser um exagero. Outros símbolos da cidade são as flores e os tamancos de madeira coloridos (klopen), que ainda são usados por alguns holandeses.

Amsterdam é famosa também por ser bastante liberal. A prostituição e o uso de drogas são aceitos livremente. Porém, com algumas regras e éticas comportamentais. Isso cria um tipo específico de turismo. Lojas de suvenires, cartões-postais e objetos de decoração fazem alusão a essa característica de Amsterdam.

Vitrine de loja em Amsterdam.

Vitrine de loja em Amsterdam.

O MARAVILHOSO HOSPICES DE BEAUNE

A cidade de Beaune está localizada no coração da Borgonha.

As construções antigas com telhados em desenhos geométricos tingidos de amarelo e vermelho são comuns na cidade. O que mais impressiona em Beaune é o fantástico Hotel Dieu, ou Hospices de Beaune, um antigo hospital construído em 1443 para cuidar de pessoas pobres e desamparadas.

O edifício onde funcionou o hospital por mais de mil anos foi construído em estilo flamengo. O telhado é formado por um mosaico de telhas vitrificadas, com cores bastante vivas.

Hoje, o Hospices de Beaune é um Museu. Todo médico, se algum dia tiver a chance, deveria conhecer o antigo Hospices de Beaune. É uma aula de planejamento administrativo, sustentabilidade econômica e perseverança, além de ação humanitária.

Leia mais: https://umpouquinhodecadalugar.com/2013/05/24/a-cidade-de-beaune-na-borgonha-e-o-incrivel-hotel-dieu/

O Hospices de Beaune.

O Hospices de Beaune.

JURAS DE AMOR EM PARIS

Paris é a cidade mais bela e romântica do mundo. E a Pont des Arts testemunha essa característica. Diariamente, milhares de cadeados são presos no gradil da ponte por casais apaixonados. Estes, depois das juras de amor eterno, jogam as chaves no rio, a fim de que os cadeados jamais sejam abertos.

Esses cadeados da Pont des Arts se transformaram num problema para a cidade. A prefeitura frequentemente tem o trabalho de desmontar o gradil para retirada do excesso, mas é impossível limpar o amor sobre a ponte e o rio enquanto essa “moda romântica” durar.

Leia mais em: https://umpouquinhodecadalugar.com/2013/07/07/juras-de-amor-em-paris/

A Pont des Arts

A Pont des Arts

A RUE DE SAINT HONORÉ

Caminhar por Paris é uma delícia. No caminho da Ópera Garnier, próximo à Praça Vendôme fica a sofisticada Rue Saint-Honoré, cheia de lojas bem transadas e especiais. A proximidade com a Ópera traz grandes inspirações, o que pode ser percebido nas vitrines, que são um show à parte e possibilitam boas fotos.

Vitrine na Rue Saint-Honoré.

Vitrine na Rue Saint-Honoré.

A ÓPERA GARNIER

A famosa casa de ópera de Paris vale uma visita. O edifício foi construído em estilo neobarroco e é considerado uma das obras-primas da arquitetura do seu tempo.

O imponente prédio da Ópera tem uma área total de 11.000 metros quadrados. O palco pode acomodar até 450 artistas. A plateia tem capacidade para 1979 espectadores sentados.

O teatro é ricamente decorado com veludos, superfícies folheadas a ouro, mármores multicoloridos, colunas e muitas estátuas, querubins e ninfas.

Luminárias na Ópera de Paris.

Luminárias na Ópera de Paris.

O ARCO DO TRIUNFO

Essa foto em destaque foi “clicada” de dentro de um restaurante italiano ao lado da Praça Charles de Gaulle Etoille, em frente ao Arco do Triunfo. O monumento é um dos mais importantes marcos de Paris. Foi construído para comemorar as vitórias militares de Napoleão Bonaparte. Na base do Arco está o Túmulo do Soldado Desconhecido e por isso, ainda hoje é ponto central de homenagens e manifestações dos militares franceses. É o símbolo maior do patriotismo e orgulho francês.

Leia mais em: https://umpouquinhodecadalugar.com/2013/06/09/nos-sempre-teremos-paris/

Detalhes de Paris.

Detalhes de Paris.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Alemanha, França, Holanda e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para UM POUQUINHO DE CADA LUGAR – O LIVRO – Pgs de 54 a 75

  1. joaquimnery disse:

    Obrigado Gerson. Um Feliz Natal para você e para a sua família também. Um abraço.

  2. mariel disse:

    Impéria, onde impera a beleza suave

  3. Prezado Joaquim Nery!

    Os seus documentários sobre as diversas regiões do Planeta são um colírio para o nosso conhecimento e informação das múltiplas culturas e etnias da raça humana.
    Parabéns por seus artigos e fotos que nos brinda neste blog.
    Um grande abraço e um felicíssimo Natal a ti e a todos os seus familiares.

    Cordialmente,
    Gerson Augusto Gastaldi.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s