UM POUQUINHO DE CADA LUGAR – O LIVRO – Pgs de 106 a 125

AS JANELAS AZUIS DE SIDI BOU SAID

Na Tunísia, Sidi Bou Said é um pitoresco bairro de Tunis, localizado no alto de uma colina, cuja característica principal é o conjunto de casas cúbicas brancas com portas e janelas azuis. Lá do alto existe uma vista maravilhosa da baía de Tunis. O bairro é cheio de bares, restaurantes, lojas de artesanatos e galerias de arte.

Leia Mais em: https://umpouquinhodecadalugar.com/2010/11/24/sidi-bou-said-a-cidade-das-janelas-azuis/

As Janelas azuis de Sidi Bou Saidi

As Janelas azuis de Sidi Bou Said

O VALE DA MORTE NA NAMÍBIA

Uma caminhada pelo deserto e pelas dunas da Namíbia é um programa radical. O sol é intenso e a caminhada difícil. Conseguimos chegar ao Vale da Morte. Um dos menores índices de umidade e de pluviosidade do Mundo. Uma depressão no meio das dunas, onde aparecem muitas árvores mortas e petrificadas, algumas com mais de 600 anos.

A visão do Vale da Morte é dramática e extraterrena, possibilitando belas fotografias. Vale o esforço que é chegar até aqui.

Leia mais em : https://umpouquinhodecadalugar.com/2012/05/21/rumo-as-dunas-de-areias-vermelhas-de-sossusvlei-mar2012/

O Vale da Morte na Namíbia

O Vale da Morte na Namíbia

O PARQUE NACIONAL DO SERENGUETI

No caminho para o Parque Nacional do Serengueti, a estrada é precária, não pavimentada e a viagem bastante desconfortável, mas vale muito a pena. No caminho vimos Guerreiros Masai que vivem na região e circulam pela planície conduzindo os seus rebanhos.

O Parque Nacional do Serengueti possui cerca de 40 mil quilômetros quadrados de área, fica no norte da Tanzânia, próximo à fronteira com o Quênia. É famoso pelas grandes migrações anuais dos milhões de gnus e zebras que passam por aí, formando um ciclo permanente de migração. A densidade da vida animal, hoje, é a mesma de 500 anos atrás.

Leia mais em: https://umpouquinhodecadalugar.com/2013/07/16/chegando-ao-serengeti-pela-garganta-do-olduvai/

Gnu

Gnu

OS LEÕES DE BOTSWANA

Encontramos os leões na beira da estrada. Era um grupo com 14 animais, entre fêmeas, filhotes de diversas idades, alguns já com o início de formação da juba.

Os leões passavam ao lado da Land Rover. Impossível não ficar apreensivo. Pararam para beber água. Pegamos cenas lindíssimas e especiais, daquelas fotos que costumamos ver nas revistas sobre mundo animal e sonhamos em poder fazer um dia.

Ficamos seguindo e observando os leões por um longo período, até que ao entardecer eles desistiram da caminhada e deitaram na relva para descansar. Já era hora de seguirmos para o acampamento.

Leia mais em: https://umpouquinhodecadalugar.com/2012/05/01/chegando-a-duma-tau-o-rugido-do-leao/

O grande leão.

O grande leão.

O BALÉ DAS GIRAFAS NO CANAL SAVUTI

O acampamento Duma Tau em Botswana possui uma vegetação mais densa, muitos arbustos, o que dificulta a visão dos animais. Em compensação, Duma Tau

fica banhado pelo legendário Canal Savuti, um santuário de vida selvagem, onde as águas pararam de circular há 20 anos, como consequência de movimentos tectônicos, mas voltou imponente há 5 anos. O Canal Savuti possui aproximadamente 100 km de extensão e é uma importante área de concentração de vida selvagem. Encontramos esse grande conjunto de girafas na beira do Canal Savuti. As girafas fizeram um balé em nossa frente e possibilitaram bons “clicks”.

Leia mais em: https://umpouquinhodecadalugar.com/2012/05/07/a-cacada-da-leoa-mar2012/

As girafas no Canal Savuti

As girafas no Canal Savuti

A COSTA DO ESQUELETO

Pegamos um avião pequeno, no sul da Namíbia para um voo panorâmico sobre

as dunas de areia vermelha de Sossusvlei. As dunas vão clareando pouco a pouco até mudarem totalmente de cor e se transformam no Deserto da Namíbia. Uma grande extensão de areias contínuas até encontrar o mar.

Essa região é conhecida como a Costa do Esqueleto. O mar é uma armadilha e muitos foram os naufrágios que aconteceram por aí. Ainda hoje continuam acontecendo em função da dificuldade de sinalização e pelas mudanças sofridas nos bancos de areia. Lá de cima dá para ver restos de navios naufragados. O deserto continua avançando sobre o oceano.

Leia mais em: https://umpouquinhodecadalugar.com/2012/05/26/o-voo-sobre-a-costa-do-esqueleto-na-namibia-mar2012/

A Costa do Esqueleto

A Costa do Esqueleto

AVES E PÁSSAROS DO DELTA DO OKAVANGO

O Delta do Okavango é um dos destinos mais procurados para safáris fotográficos do continente africano. O rio Okavango nasce em Angola e segue para o sul, passando pela fronteira entre Angola e Namíbia até entrar em Botswana. Ali, ele se espalha em milhares de rios menores e grandes áreas alagadas, que vão lentamente desaparecendo na aridez do Deserto do Kalahari.

O Delta do Okavango possui, por tudo isso, uma geografia única. É o maior delta de drenagem arréica (desaparece no continente) do mundo. A consequência disso é que o Okavango drena uma imensa área semiárida, levando para lá, uma densa vida vegetal.

A região do Delta do Okavango tem o céu enfeitado por uma grande variedade de pássaros e aves, que possibilitam belas fotos.

Leia mais em: https://umpouquinhodecadalugar.com/2012/04/08/botswana-um-paraiso-da-vida-selvagem-mar2012/

Aves do Delta do Okavango.

Aves do Delta do Okavango.

O LEOPARDO E O ESPELHO

A foto em destaque nessa página foi um momento raro no acampamento Duma Tau, no Delta do Okavango em Botswana. Estávamos no final de um safári pouco produtivo, sem muitas novidades, quando de repente o nosso guia, com olhar experiente e faro de caçador, avistou, no meio do capim, o rabo de um belo leopardo. Era uma fêmea jovem. Deu um show. Caminhou ao lado do carro, ameaçou um grupo de impalas, foi vista e desistiu de atacar, pois as impalas podem fugir mais rapidamente.

Parou para beber água na beira de uma lagoa. O espelho do leopardo nas águas da lagoa formou cenas maravilhosas e possibilitou as melhores fotos do dia.

Leia mais em: https://umpouquinhodecadalugar.com/2012/05/08/o-leopardo-e-as-impalas/

O leopardo e o espelho.

O leopardo e o espelho.

A ALDEIA MASAI

Chegamos a uma aldeia Masai, no Quênia e fomos recebidos de forma muito carinhosa pelo chefe da tribo. Os Masai são nômades e guerreiros destemidos. Vivem entre o Quênia e a Tanzânia. É o único povo que pode circular livremente entre os dois países, sem restrições. São altos e magros.

Os Masai são criadores de gado e famosos como caçadores de leões. Cuidam dos rebanhos com esmero e aproveitam tudo que o gado pode fornecer. A importância de um Masai na sua comunidade, bem como a sua classe social, está relacionada com a quantidade de vacas que possui.

As Tribos Masai são formadas por casas simples e pequenas, feitas de esterco de vaca e de elefante. Ao redor das casas, coloca-se uma cerca redonda de espinhos que serve para afastar os predadores. À noite, eles trazem o gado para dentro da área desse cercado. O ambiente é fétido e insalubre.

Leia mais em: https://umpouquinhodecadalugar.com/2013/07/09/a-aldeia-masai/

As mulheres Masai.

As mulheres Masai.

O SALTO DO LEOPARDO

Conseguir as melhores fotos nos safaris fotográficos, muitas vezes depende de sorte, mas existem lugares onde essa probabilidade aumenta muito. Um deles é o acampamento Little Vumbura no Delta do Okavango em Botswana. No caminho entre o campo de pouso e o acampamento já dá para ver como a paisagem por aqui é bem diferente. A área é completamente alagada e a Land Rover, a todo momento, confunde estradas com leitos de rios.

Num desses caminhos (estrada/rio), vimos uma cena linda, quando o leopardo saltou sobre um pequeno rio e o filhote veio logo atrás.

O salto do leopardo

O salto do leopardo

Leia mais em: https://umpouquinhodecadalugar.com/2012/04/21/little-vumbura-o-coracao-do-delta-do-okavango/

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em África do Sul, Botswana, Namíbia, Quênia, Tanzânia, Tunísia e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s