O MARAVILHOSO FIORDE DE LYSE

11/07/2016

Acordamos com o corpo dolorido em função da trilha radical do dia anterior. Subir na Pedra do Púlpito foi uma aventura inesquecível, deixou marcas no corpo e na alma.

A Pedra do Púlpito.

A Pedra do Púlpito.

Saímos para um giro por Stavanger. Descemos até o porto, na parte antiga da cidade e decidimos comprar tickets para um passeio pelo Fiorde de Lyse, o objetivo era ver a Pedra do Púlpito mais uma vez, só que agora, por baixo, a partir do fiorde e torcer para que tivéssemos um dia com tempo bom e boa visibilidade.

Contratamos o passeio para o Fiorde de Lyse, ali mesmo no cais do porto.

Contratamos o passeio para o Fiorde de Lyse, ali mesmo no cais do porto.

O passeio leva três horas. Saímos do porto de Stavanger e a paisagem, já na saída é muito bonita. São muitas ilhas e canais formados pelos fiordes locais.

Muitas ilhotas no caminho do Fiorde de Lyse.

Muitas ilhotas no caminho do Fiorde de Lyse.

Entramos no Fiorde de Lyse, que possui 40 quilômetros de extensão, com uma profundidade mínima de 13 metros, mas que pode chegar a 530 metros no seu local mais profundo. Pelos imensos paredões que ficam a seu redor, é considerado um dos fiordes mais bonitos da Noruega.

O Fiorde de Lyse.

O Fiorde de Lyse.

Em alguns trechos, caem cachoeiras diretamente sobre o mar.

O Fiorde é cercado de cachoeiras que caem diretamente no mar.

O Fiorde é cercado de cachoeiras que caem diretamente no mar.

O que mais chama a atenção no Fiorde de Lyse é a visão da Pedra do Púlpito. A Preikestólen possui 604 metros de uma rocha que na sua parte mais alta tem um formato vertical, lembrando um púlpito, o que lhe deu o nome apropriado.

A Pedra do Púlpito.

A Pedra do Púlpito.

O dia estava nublado com chuvas esparsas, no alto do paredão, a neblina escondia a Pedra do Púlpito. De vez em quando ela aparecia e o momento era especial, pois fomos ali para isso. O barco fica parado por um tempo em frente à Preikestolen e todos sobem para o convés para ver e fotografar a Pedra do Púlpito. Valeu muito a pena.

A Pedra do Púlpito por trás da neblina.

A Pedra do Púlpito por trás da neblina.

O passeio continua um pouco mais, pelo fiorde a dentro, até uma bela cachoeira que cai direto no mar. O barco encosta na cachoeira e os tripulantes coletam a água que está caindo e oferecem aos turistas, como prova da pureza da água.

Bebemos a água da cachoeira.

Bebemos a água da cachoeira.

Quando voltamos do passeio de barco, almoçamos num dos inúmeros restaurantes que existe por aí na beira do porto. O prato preferido foi mexilhões com molho de vinho branco e queijo. Uma especialidade de Stavanger.

Muitos restaurantes no cais do porto.

Muitos restaurantes no cais do porto.

Após o almoço foi a vez de devolver o carro que tínhamos alugado da Hertz. Deixamos num escritório ali perto do centro e voltamos para circular por Stavanger. A cidade é muito charmosa. Casas coloridas dos séculos XVIII e XIX. Essa é uma marca da Noruega e em Stavanger é bem visível. Acredito que seja uma forma de contrastar com o preto e branco do inverno.

A cidade é pequena e formosa.

A cidade é pequena e formosa.

Uma das atrações turísticas de Stavanger é o Museu do Petróleo. A cidade é conhecida como a capital do petróleo e da energia da Noruega e o museu possui um acervo sobre a história do petróleo no país. Não chegamos a visitá-lo, pois não tivemos tempo suficiente para isso, mas parece ser uma boa pedida.

Museu do Petróleo em Stavanger, na Noruega

Museu do Petróleo em Stavanger, na Noruega

O centro da cidade é pequeno e compacto. Dá para fazer tudo a pé. O casario de madeira é encantador. Estávamos ainda muito cansados do dia anterior. Jantamos no hotel. Amanhã iríamos sair de madrugada para Copenhague.

O centro de Stavanger.

O centro de Stavanger.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Noruega e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s