O CENOTE DE IK KIL, NA PENÍNSULA DE YUCATAN

06 de março de 2017

Estávamos a caminho das ruínas de Chichen Itzá. Fizemos a primeira parada numa comunidade Maia, e a segunda na região do cenote de Ik Kil. Os cenotes são fenômenos naturais típicos da Península de Yucatan no México. Se originam a partir de uma grande concentração de águas subterrâneas, que em alguns trechos aparecem na superfície, formando verdadeiras piscinas naturais de água puras e cristalinas, pois são filtradas pelo solo, resultando em poucas partículas em suspensão.

O Cenote de Ik Kil

Alguns cenotes são verdadeiros rios subterrâneos, que em alguns trechos aparecem na superfície, sobretudo em áreas onde o teto de cavernas subterrâneas, desabou. Os mais conhecidos formam grandes piscinas naturais, algumas com mais de dez metros de diâmetro. A grande quantidade de cenotes na Península de Yucatan, provocaram uma forte ligação entre essas formações e a civilização Maia.

Cenote em Xcaret

Na Península de Yucatan, os cenotes foram associados pelos Maias a rituais religiosos de de sacrifício humano. Alguns sistemas de cavernas são interligados por debaixo da terra e podem percorrer centenas de quilômetros. Eram considerados pelos Maias como portais de comunicação com os Deuses.

O Cenote de Ik Kil

Hoje em dia os cenotes foram transformados em mais uma atração turística da Península de Yucatan. Existem cerca de 7 mil cenotes na região, acrescentando um toque de aventura aos passeios próximos a Cancun. Algumas cavernas são utilizadas para mergulho em profundidade, outras apenas para um banho relaxante com prática de snorkeling.

Um banho relaxante no Cenote de Ik Kil.

O Cenote de Ik Kil é o mais famoso da Península de Yucatan. Fica bem perto do sítio arqueológico de Chichen Itzá, a apenas três quilômetros da famosa cidade Maia. É um enorme buraco com cerca de 60 metros de diâmetro e 40 metros de profundidade. Impressiona pelo tamanho. No fundo do buraco, com 26 metros abaixo do nível do solo, a água cristalina pode ser utilizada para banho.

O buraco possui cerca de 26 metros de profundidade.

Na borda do cenote de Ik Kil existe uma vegetação nativa que acrescenta uma áurea de aventura ao local. Os visitantes descem as escadas laterais e podem nadar no cenote. Recomenda-se o uso de coletes salva-vidas para evitar surpresas desagradáveis.

A vegetação pende do alto do cenote.

Lá embaixo, no fundo do poço, existe uma plataforma natural, que os visitantes mais corajosos, saltam num mergulho delicioso dentro do cenote. Na área de Ik Kil, existe toda uma infraestrutura de apoio, que conta com restaurante, hotel, vestuários, etc.

A infraestrutura do Cenote de Ik Kil

Almoçamos por aí, no Cenote de Ik Kil, e depois seguimos para a principal atração do dia. As fantásticas ruínas de Chichen Itzá.

A plataforma de acesso ao cenote.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em México e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s