O CASCO VIEJO DA CIDADE DO PANAMÁ

10 de março de 2017

Quando finalizamos a visita ao Canal do Panamá, seguimos direto para a área mais moderna da Cidade do Panamá. Uma grande infraestrutura vem sendo montada ao lado da Marina Flamenco, de onde se tem uma bela vista do sky line da cidade. A sensação que tivemos foi de que, fomos levados até ali por conta da loja Duty Free. Às vezes os guias fazem isso pelas comissões que recebem. Valeu pela bela vista da cidade.

A vista da Cidade do Panamá a partir da Marina Flamenco.

Quando voltamos, passamos ao lado do Museu da Biodiversidade, com uma arquitetura moderna e bastante colorida. Um trabalho do famoso arquiteto Frank Ghery, autor de obras importantes mundo afora. Esse foi o primeiro projeto de Frank Gehry na América Latina. O destaque fica para os telhados coloridos feitos em alumínio e aço inoxidável.

O Museu da Biodiversidade de Frank Ghery

Houve tempo para umas fotos no mirante com a marca do Panamá.

Panamá

É dessa posição que temos as melhores vistas dos arranha-céus da Cidade do Panamá. A construção dos edifícios enormes foi desordenada. Não existem recuos suficientes entre os prédios, obstruindo a visão da cidade e gerando consequências desagradáveis, engarrafamentos excessivos para todos os lados.

O Sky Line da Cidade do Panamá

Seguimos para a Cidade Antiga ou “Casco Viejo”, como os panamenhos costumam chamar. Essa parte da cidade passou por uma restauração recente do belo casario colonial que possui. Hoje é uma área cheia de hotéis, bares, restaurantes, museus, galerias de arte e lojinhas transadas, além das que vendem artesanatos e lembranças do Panamá.

O Casco Viejo

O Casco Viejo é uma das áreas mais charmosas da Cidade do Panamá. A predominância da arquitetura colonial tem forte influência espanhola e francesa. Toda essa parte da cidade vem sofrendo um intenso e lento processo de recuperação, com participação do poder público e da iniciativa privada.

Detalhes da arquitetura colonial da Cidade Antiga.

Prédios degradados dividem a área com outros charmosos, já restaurados.

Alguns prédios foram bem restaurados.

Fizemos um lanche no colorido e moderno Restaurante Talanto e seguimos batendo pernas pelo Casco Viejo.

O Restaurante Talanto

As igrejas barrocas em estilo espanhol aparecem em vários locais da Cidade Antiga. Um dos destaques fica para a Igreja de São José, com os seu altar folheado a ouro.

O altar da Igreja de São José

Do Casco Viejo aparecem belos mirantes com excelentes vistas da Cidade do Panamá.

Belas vistas da Cidade do Panamá a partir do Casco Viejo.

Voltamos para o Hotel Hard Rock onde subimos ao 64º andar ver a Cidade do Panamá do alto. À noite jantamos no excelente Restaurante Tauros, do próprio Hotel Hard Rock. O melhor que tivemos na cidade.

A bela vista do alto do Hotel Hard Rock

O ALBROOK MALL NA CIDADE DO PANAMÁ

11 de março de 2017

Tiramos o dia para um “day off” da viagem, ou seja, não tínhamos nenhum programa pré-agendado. Resultado, acabamos indo ao Shopping. Não era o nosso objetivo. Não tínhamos uma lista de compras para fazer. O Panamá é famoso como destino de compras, pois possui preços, às vezes semelhantes aos encontrados nos Estados Unidos, sobretudo em Miami. Já tínhamos visitado alguns Shoppings na Cidade do Panamá nos dias anteriores.

Depois de sofrer por dois dias, em serviços ruins e caros dos taxistas, que insistem em não usar o taxímetro e cobrar preços abusivos dos clientes, perdemos o medo e resolvemos ir de Uber. Adoramos. Os carros são muito melhores e os motoristas mais educados e amistosos. Na saída do hotel, o recepcionista nos avisou: “não pague mais que U$15,00 para o taxista. Esse deve ser o preço máximo”. Pegamos um Uber e a conta foi U$4,70. Se tivéssemos ido de táxi, teríamos pago U$30,00 de ida e volta. De Uber, nos custou U$9,80, num serviço muito melhor.

Dessa vez, decidimos conhecer o Albrook Mall, o maior Shopping do Panamá. Um gigante, que fica numa área um pouco mais afastada da zona hoteleira, mas que é bastante frequentado pelos panamenhos. Está localizado numa área de 100 mil metros quadrados. É o maior Shopping do Panamá e possui mais de 400 estabelecimentos, entre lojas, restaurantes, cinemas etc. O Shopping é bastante horizontal, possui uma arquitetura simples. De ponta a ponta percorre-se, cerca de 2,5 quilômetros, em cada piso. São dois. Não é no Albrook que ficam as grifes mais famosas, em compensação, os preços são melhores por aqui.

O Restaurante Madrigal.

Voltamos para o hotel e à noite fomos jantar no excelente Restaurante Madrigal, no Casco Viejo, na parte antiga da Cidade do Panamá. Fomos de Uber mais uma vez. Amanhã começaremos a volta para casa. Panamá, Brasília e Salvador.

O Casco Viejo na Cidade do Panamá.

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Panamá e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para O CASCO VIEJO DA CIDADE DO PANAMÁ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s