A CASA DO TERROR E BAIRRO DO CASTELO DE BUDAPESTE

05 de maio de 2017

A Casa do Terror, Terror Háza em húngaro, não é uma casa mal-assombrada de um parque de diversões. É um museu em Budapeste, localizado na Avenida Andrassy, a mais charmosa e principal das avenidas da cidade. Nesse endereço, Avenida Andrassy, nº 60, funcionou, desde a década de 30, o Quartel General do Partido Nacional Socialista Húngaro, o partido nazista deles, denominado de Arrow Cross, que perseguiu e tentou exterminar judeus, durante a ocupação alemã, entre 1944 e 1945.

A Casa do Terror em Budapeste

Depois da Segunda Guerra Mundial, quando os soviéticos expulsaram os alemães, essa mesma casa foi ocupada pela polícia comunista da União Soviética, que tocou o terror entre 1945 a 1956. Perseguiu os cidadãos húngaros que se posicionavam contra a ocupação soviética. O museu foi criado para homenagear as vítimas do terror desses dois períodos, em especial daquele marcado pela ocupação soviética. A casa virou museu em 2002. Hoje a visita à Casa do Terror é interessante e bastante interativa.

Judeus mortos durante a perseguição nazista na Hungria.

Depois de visitar a Casa do Terror, seguimos a pé até o bairro de Buda. Para chegar ao Bairro do Castelo, no alto das colinas de Buda, pegamos um bondinho funicular ao lado da Ponte das Correntes. É possível ir a pé, mas a subida é puxada.

O teleférico de Budapeste.

Chegamos ao Palácio do Castelo de Buda, no alto da colina. O Palácio original era do século XIII. Sempre teve uma participação ativa na vida da cidade e da Hungria. O formato atual começou a ser definido no reinado dos Habsburgo, no século XVIII, mas mesmo assim foi destruído várias vezes. A última grande reconstrução aconteceu após a Segunda Guerra Mundial, quando foi destruído mais uma vez.

O Palácio Real de Buda.

Na área do Castelo existem excelentes mirantes, de onde se tem vistas maravilhosas do Rio Danúbio e da cidade de Budapeste. Lojas e restaurantes completam os serviços dos arredores do Palácio. Existem, nos arredores e na área do Castelo, ruínas das construções originais do período medieval.

As vistas dos terraços do Palácio do Castelo são maravilhosas.

O Bairro de Peste aparece do outro lado do rio, lá de cima podemos ver as pontes sobre o rio e o imponente edifício do Parlamento se destaca nas margens do Danúbio.

Vista do Danúbio com o Edifício do Parlamento ao fundo.

No palácio existem importantes acervos históricos, como a Galeria Nacional e o Museu de Arte Contemporânea. Do lado de fora, a bela estátua equestre do Príncipe Eugênio de Savoia, domina o mirante. Almoçamos num dos restaurantes na beira do mirante. Não entramos nos museus nem no Palácio, preferimos seguir andando pelo Bairro do Castelo.

A bela estátua equestre em frente ao Palácio Real.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Hungria e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s