A MAGNÍFICA PONTE CARLOS EM PRAGA

07 de maio de 2017

Passear pela Ponte Carlos é como admirar um museu a céu aberto. Muitas das estátuas que estão aí, são réplicas, cujas originais foram transferidas a partir da década de 60, para o Museu Nacional, a fim de que fossem melhor conservadas.

As estátuas da Ponte Carlos

A primeira estátua implantada na ponte foi a de São João Nepomuceno, em 1683, e até hoje uma das mais procuradas e fotografadas pelos turistas. O culto a São João Nepomuceno, na Boêmia, foi estimulado pelos Jesuítas, para fazer frente à adoração ao pensador religioso Jan Hus, o herói e difusor do protestantismo na região. Nepomuceno era vigário geral da arquidiocese de Praga e se desentendeu com o Rei Venceslau IV, que mandou jogá-lo da Ponte Carlos, no Rio Moldava, onde se afogou. Virou herói e Santo.

São João Nepomuceno.

Hoje existem imagens de São João Nepomuceno em várias pontes da Europa. Dizem que o motivo do Rei ter se desentendido com Nepomuceno, foi por ele ter se recusado a revelar as confissões da Rainha. Os fieis acreditam que quem toca a imagem de São João Nepomuceno, voltará a Praga em breve. Quase todos que atravessam a ponte fazem isso. A figura do santo fica desgastada de tanto as pessoas passarem a mão nele.

Tocar na história de São João Nepomuceno faz voltar a Praga.

Logo na entrada da ponte, do lado direito de quem vem da Rua Carlos, aparece a estátua de Nossa Senhora e São Bernardo, de 1709. Ricamente decorada, ela apresenta elementos do barroco, como querubins.

Nossa Senhora e São Bernardo

Em frente a ela fica a estátua de São Ivo, protetor dos advogados que dedicou toda a sua vida aos pobres, de 1711.

São Ivo

Na sequência, do lado esquerdo de quem segue nesse caminho vem a estátua de Santa Bárbara, Santa Margarida e Santa Isabel, de 1707.

Santa Bárbara, Santa Margarida e Santa Isabel

Em frente aparece a estátua de Nossa Senhora, São Domingos e São Tomás, de 1708. Os santos estão ao lado da Virgem e seu símbolo, um cachorro.

Nossa Senhora, São Domingos e São Tomás

A estátua de São Cirilo e São Metódio é uma das mais novas, de 1938.

São Cirilo e São Metódio

Já no meio da ponte aparece São João Batista, um trabalho de 1855.

São João Batista

Ao seu lado vem São Norberto, São Venceslau e São Sigismundo, de 1853.

São Norberto, São Venceslau e São Sigismundo

A de Santo Agostinho, filósofo e teólogo, é de 1708.

Santo Agostinho

A estátua de São Caetano é de 1709.

São Caetano

A estátua de São Vito, o padroeiro dos dançarinos, mostra o Santo com os leões que deveriam devorá-lo, mas ao invés disso, lhe lamberam.

São Vito e os leões.

A de Jesus entre São Cosme e São Damião é de 1709.

Uma das mais notáveis estátuas da Ponte é a de Santa Lutgarda, de 1710, esculpida por Matthias Braun, quando tinha apenas 26 anos. A estátua conta a história da freira cega que voltou a enxergar quando Jesus apareceu e ela beijou as suas feridas.

A estátua de Santa Lutgarda com Jesus é uma das obra-primas da ponte.

No final da Ponte aparece a Torre da Ponte de Malá Strana, que dá acesso a esse bairro de Praga. A torre era também utilizada como fortificação para a proteção da Cidade Velha.

Torre da Ponte, de Malá Strana

Veja mais sobre a Ponte Carlos em https://.com/2017/06/17/chegando-a-ponte-carlos-em-praga/

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em República Tcheca e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s