A MAGNÍFICA CATEDRAL DE MILÃO

19 de maio de 2017

A viagem estava chegando ao fim. Fizemos um giro por um pedaço da Europa. Começamos pelo Leste Europeu, depois uma “Road Trip” pelo interior da Áustria e da Suíça, finalizando em Florença. Saímos de Florença pela estação Santa Maria Novella, onde pegamos um Trem de Alta Velocidade para Milão. A viagem é de aproximadamente duas horas, num trem super confortável.

Seguimos de Trem Bala de Florença para Milão.

Chegamos a Milão no início da tarde. Milão é a segunda maior cidade da Itália, é a mais cosmopolita e famosa como a capital da moda e do design. Fica na região da Lombardia, ao norte da península, a mais rica região da Itália. A Lombardia está localizada entre os Alpes, na fronteira com a Suíça, e o Vale do Rio Pó. Milão fica no centro da principal área industrial e financeira da Itália e possui a maior economia do país.

Milão fica entre os Alpes e a Planície do Rio Pó.

Seguimos da estação para o bom Hotel Dei Cavalieri. Muito bem localizado. No coração do centro histórico, pertinho da Piazza del Duomo.

Teríamos apenas uma tarde na cidade. Deixamos as malas no hotel e seguimos para o Duomo de Milão. Essa era a terceira vez que visitava a cidade e nunca tinha entrado na igreja. Dessa vez compramos os tickets de acesso com antecedência e fomos visitar a Catedral. Não haveria necessidade da compra antecipada, pois não existiam filas na bilheteria. O ticket que compramos dava acesso ao interior da igreja, ao elevador que leva aos telhados e ao museu anexo à Catedral. Fizemos os dois primeiros programas e deixamos o museu de fora. Não teríamos tempo para isso.

O Duomo de Milão

A Catedral de Milão é um colosso da arquitetura gótica europeia. Possui 157 metros de comprimento e 109 metros de largura. No interior, chega a 45 metros de altura. Começou a ser construída em 1386 e levou cerca de 500 anos para ser concluída.

A gigantesca Catedral de Milão.

Na fachada, a imensa porta principal possui um excelente trabalho em baixo relevo, que conta a vida da Virgem Maria e a própria história da cidade.

A grande porta de entrada da Catedral de Milão.

Hoje, no interior da Catedral aparece uma réplica da Madoninna, uma escultura dourada colossal, cuja original fica na ponta da agulha mais alta da catedral e é o símbolo maior dos milaneses. A estátua é dedicada a Nossa Senhora. A réplica fica hoje na nave principal, foi feita como parte das comemorações da Expo Milão 2015, e é um dos lugares mais visitados da igreja.

A réplica da Madoninna

Outro local bastante visitado é a cripta de São Carlo, que morreu em Milão e é o padroeiro da cidade. Os restos mortais do santo estão no interior da Catedral.

Cripta de São Carlo

Depois que visitamos a Catedral, seguimos para a grande torre, onde pegamos um elevador que leva aos telhados da igreja. Lá de cima temos uma bela vista da cidade e sobretudo da Praça do Duomo. O que mais chama a atenção, porém é a exuberância de detalhes das igrejas góticas.

O Fabuloso telhado da Catedral de Milão.

Na Catedral existem 136 colunas agulhadas, cada uma delas possui uma escultura de um Santo na ponta.

As agulhas da Catedral de Milão.

São muitas as gárgulas e quimeras que aparecem na estrutura da Catedral. As gárgulas e quimeras são figuras mitológicas de aspecto monstruoso, sendo que as gárgulas tinham uma função estrutural, pois serviam para escoamento das águas pluviais que caiam sobre o telhado da Catedral, enquanto que as quimeras tinham apenas uma função decorativa.

Quimeras decorativas na Catedral de Milão.

Um dos destaques da Catedral é a estátua de São Bartolomeu. Fica na parte de dentro da igreja, no fundo da nave direita, indo em direção ao altar mor. São Bartolomeu carrega a sua pele, arrancada como opção de martírio.

A famosa estátua de São Bartolomeu da Catedral de Milão

Lá do alto da Catedral, a profusão de detalhes arquitetônicos e de engenharia impressiona.

Detalhe arquitetônico do telhado da Catedral de Milão.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Itália e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s