EMBARCAMOS NO NORWEGIAN SUN PARA UM CRUZEIRO PELO ALASCA

21 de agosto de 2017

 Pela manhã seguimos até o centro de atendimento da companhia de cruzeiros Norwegian Cruise Line para fazer o check in do transfer que nos levaria até o porto de Seward onde aconteceria o embarque no Cruzeiro do Norwegian Sun. Conseguimos agendar o segundo ônibus que estava com saída marcada para as 12:30h. Fomos até o Shopping em frente e aguardamos o horário do nosso translado.

IMG_6514

O Norwegian Sun

São 200 km de Anchorage até Seward, que fizemos em aproximadamente 2,5 horas. A entrada no navio foi bastante organizada e sem percalços. Quando chegamos nas nossas cabines, as malas já estavam lá. Chegaram antes de nós.

Joaquim Nery - O porto de Seward

O porto de Seward

Chegamos a Seward, uma pequena cidade na costa oeste do Alasca, que leva o nome do secretário americano responsável pela negociação que culminou com a compra desse território nas mãos dos russos no século XIX. A cidade de Seward é um charmoso porto pesqueiro, que hoje completa a sua atividade principal com um terminal de carga, e porto para os navios de cruzeiro, que fazem o roteiro pelo litoral do Alasca.

Joaquim Nery - O porto de Seward

O porto de Seward

A Norwegian Cruise Line foi fundada em 1966 e possui sede em Miami. Foi pioneira em cruzeiros pelo Caribe e o seu diferencial é a informalidade dos cruzeiros, visível sobretudo no serviço de bares e restaurantes. Ao contrário dos cruzeiros tradicionais, nos navios da Norwegian, não existem horários pré-fixados nem turnos específicos para os restaurantes. Esse sistema eles chamam de “free style”.

Joaquim Nery - O Norwegian Sun

O Norwegian Sun

Existem sim alguns restaurantes específicos e temáticos que precisam ser reservados previamente pois têm vagas limitadas. São ao todo 14 opções de restaurantes e mais 10 opções de bares e lounges.

DSC_9546

A academia do navio

Embarcamos no Norwegian Sun, um navio de 2001, que passou por uma ampla reforma em 2011, tem capacidade para 1936 passageiros e 968 tripulantes. As cabines são amplas e confortáveis. Ficamos numa cabine com varanda, o que faz uma diferença significativa para aproveitar melhor a viagem.

Joaquim Nery - A paisagem da varanda do navio.

A paisagem da varanda do navio.

Uma boa dica para quem faz cruzeiros pelo Alasca é escolher cabines do lado esquerdo do navio, para quem navega no sentido do sul, de Seward para Vancouver. Se a navegação for no sentido do norte, de Vancouver para Seward, escolha as cabines do lado direito. Dessa forma você terá sempre uma paisagem estonteante ao lado da sua varanda.

IMG_6519

A vista da cabine é sempre espetacular.

Fizemos um Cruzeiro de 7 noites, que saiu de Seward no dia 21 e chegou em Vancouver no dia 28 de agosto. No caminho estavam previstas 4 paradas, nas cidades de Icy Strait Point, Juneau, Skagway e Ketchikan. Em cada uma delas teríamos um dia inteiro de passeios opcionais que poderiam ser programados a bordo ou com antecedência.

Juneau, uma das paradas do cruzeiro. - Joaquim Nery

Juneau, uma das paradas do cruzeiro.

Agendamos alguns passeios opcionais com antecedência, mas outros deixamos para fazer a bordo. É muito importante estudar previamente o que fazer em cada porto, pois alguns desses passeios são mais concorridos e não possuem muitas vagas. Caso o viajante deixe para escolher os opcionais a bordo, corre o risco de não conseguir o passeio desejado, sobretudo aqueles que dependem de aviões pequenos, helicópteros, etc.

Em cada porto uma grogramação - Joaquim Nery

Em cada porto uma programação

Nos bares e lounges do navio existem sempre grupos musicais que se apresentam em vários momentos do dia e da noite. A programação do navio envolve também bingos, gincanas, teatro, dança e outras opções de entretenimento.

O Norwegian Sun - Joaquim Nery

O Norwegian Sun

Nessa nossa primeira noite a bordo do Norwegian Sun, escolhemos jantar no bom restaurante Seven Seas. Decidimos jantar por volta da 21 horas. Como os americanos jantam cedo e são a maioria dos passageiros a bordo, sempre pegamos os restaurantes relativamente vazios.

Um Cruzeiro pelo Alasca - Joaquim Nery

Um Cruzeiro pelo Alasca

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Alasca, Estados Unidos da América e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s