ALGUNS LUGARES ESPECIAIS DE VANCOUVER

31 de agosto de 2017

Começamos o dia com uma visita ao Aquário de Vancouver na entrada do Stanley Park. O Aquário é grande e reúne espécies marinhas de vários lugares do mundo, mas em especial do Canadá. Destaque para águas-vivas, pinguins, golfinhos, tubarões, etc.

Águas-vivas no Aquário de Vancouver.

Existem atividades educativas em vários horários durante o dia. Quando comparado aos grandes aquários do Mundo, o de Vancouver deixa um pouco a desejar. Precisa e uma reforma e modernização, mas foi um bom programa.

Alimentação dos peixes no Aquário de Vancouver.

Na sequência fomos até os “totem poles” do Stanley Park, o monumento das gigantes e coloridas esculturas de madeira que identificam os povos nativos do Canadá.

Os Totens do Stanley Park

Alguns dos totens do Stanley Park foram esculpidos a mais de 100 anos e trazem informações sobre a história dos diversos grupos indígenas representando a espiritualidade e crença de cada um deles.

Totem Pole

Em seguida pegamos uns táxis e partimos para o Granville Public Market, um dos mercados públicos de Vancouver, localizado em Granville Island, um antigo bairro industrial, que hoje possui muitas lojas, galerias e estúdios de artistas.

O Granville Public Market

O mercado é colorido e frenético, com flores, frutas, peixes, queijos, artesanatos e lembranças de viagem, mas sobretudo com muitas opções de alimentação. Comemos aí. Um dos destaques fica para as sopas chinesas. Saímos do Mercado, pegamos um táxi aquático, um dos charmes dessa área de Vancouver e voltamos para o hotel.

Vancouver vista do Granville Public Market

No final da tarde fomos ao bairro de English Bay para conhece o famoso por-do-sol do lugar. Os canadenses dizem que é um dos mais bonitos do Mundo.

Fomos ver o por-do-sol na English Bay Beach

English Bay é uma enseada de águas calmas, localizada numa área residencial, com bares, restaurantes e comércio de bairro. A praia costuma ficar lotada no verão, apesar de poucos serem aqueles que se aventuram a tomar um banho de água gelada.

A English Bay Beach

Um dos destaques do bairro fica numa pequena praça antes de chegar na praia. A A-maze-ing Laughter, algo como “Um sorriso maravilhoso” corresponde às simpáticas estátuas dos homens sorridentes do artista chinês Yue Minjun, que chegou a Vancouver em 2009, como parte da Vancouver International Sculpture Biennale e não saiu mais daí.

A A-maze-ing Laughter

Os visitantes não resistem a uma foto neste monumento, que acaba representando as diversas poses feitas pelas selfies que contagiam o mundo na era dos smartphones. As 14 esculturas de bronze, com aproximadamente 3 metros de altura, são carregadas de expressões felizes e sorridentes.

Detalhe da A-maze-ing Laughter

Na praia existe um monumento Inuit gigante. É um Inukshuk. São esculturas de pedra erguidas pelos povos do Ártico e muito comum no Alasca e na Groelândia. Esses monumentos costuma ser utilizados como referências de localização para os povos nômades. Os Inuites são os povos das nações indígenas esquimós., comuns nessa região.

O Inukshuk

Jantamos no excelente restaurante Cactos, na beira da praia e em frente ao por-do-sol.

O por-do-sol na English Bay Beach

Voltamos a pé, à noite e isso faz uma diferença grande, pois nos dá uma ideia de segurança e civilidade de Vancouver. Encontramos um gambá no meio do caminho. Eles são muitos, andando pela cidade à noite. É uma influência do Stanley Park.

Um gambá pelo caminho.

A DESPEDIDA DE VANCOUVER

1º de setembro de 2017

Pela manhã fomos à excelente loja MCE, especializada em material esportivo, sobretudo aqueles relacionados com atividades externas como acampamentos, trilhas, montanhismo, bicicleta, canoagem, etc. A loja é enorme e é a “cara” do Canadá. Saímos de lá e fomos até ao Shopping The Pacific Centre para fazer algumas compras. Foi o único dia nessa viagem que destinamos a isso. A turma já estava impaciente.

Despedida de Vancouver.

À noite, jantamos mais uma vez no excelente restaurante italiano, Italian Kitchen, que tínhamos ido no segundo dia de Vancouver. Tivemos uma noite agradável, com uma excelente comida, um bom vinho canadense, da Columbia Britânica. No dia seguinte voltamos para Salvador, numa viagem longa. Vancouver – Cidade do México – São Paulo – Salvador

Alguém tem que fazer a foto

A turma que nos acompanhou nessa aventura pelo Alasca e Canadá.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Canadá e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s