O BAIRRO DE LAS CONDES EM SANTIAGO

10 de março de 2018

Começamos a deixar a Patagônia Chilena para trás com um transfer que saiu às 6:30h da manhã em direção ao aeroporto de Punta Arenas. A viagem é demorada, são 4 horas e meia pela Estrada do Fim do Mundo.

Deixamos o Parque Nacional Torres del Paine para trás

Embarcamos para Santiago, num voo de 3 horas. Chegamos lá no início da tarde e fomos para o excelente Hotel W da rede Marriot, no bairro de El Golf ou Las Condes. El Golf é o bairro mais moderno de Santiago, com vários restaurantes, edifícios residenciais e comerciais.

Detalhe do bairro de las Condes

A cadeia de hotéis W é formada por hotéis-boutique, com decoração moderna e arrojada. O de Santiago foi o primeiro implantado na América Latina, tem tudo isso e ainda uma vista privilegiada da Cordilheira dos Andes.

O moderno bairro de Las Condes em Santiago

O W fica na Av. Isidora Goyenechea, uma das mais chiques de Santiago, no coração de El Golf, com muitos arranha-céus modernos. Recebeu o apelido de Sanhattan, numa alusão ao centro de Nova York. Possui muitos restaurantes e hotéis cinco-estrelas.

A paisagem em El Golf

É aí no bairro de El Golf que fica a Gran Torre Santiago, como parte do Complexo Costanera Center, o edifício mais alto do Chile e de toda a América do Sul, com 300 metros de altura, foi projetado pelo arquiteto argentino César Pelli, o mesmo das Petronas Tower, da Malásia.

A Gran Torre de Santiago

Saímos para jantar num dos restaurantes do bairro, o NoLiTa (North Little Italy), que havia sido recomendado pela gerente do Patagonia Camp. O Restaurante tem cozinha italiana experimental, mas não empolgou tanto, tivemos um jantar razoável.

O moderno bairro de Las Condes no centro de Santiago.

11 de março de 2018

Esse foi o único dia que disponibilizamos para Santiago nessa viagem. Já sabíamos que não poderíamos fazer muita coisa, mas Santiago não era o nosso objetivo, por isso mesmo, não planejamos nada. Saímos pela manhã para um passeio no centro históricos.

Centro histórico de Santiago

Santiago é a capital e maior cidade do Chile, fica no centro do país, no Vale do Rio Mapocho, entre a Cordilheira dos Andes e a Cordilheira Costeira. A Zona Metropolitana possui mais de 5 milhões de habitantes, quase 40% da população total do país.

Santiago

Foi fundada em 1541 pelo conquistador espanhol Pedro de Valdivia, próximo à Plaza de Armas que é o coração do centro histórico de Santiago. Nos entornos da Plaza de Armas foram erguidos os principais prédios da cidade, como a Catedral, o Palácio do Governador e as casas dos principais moradores. Várias dessas construções foram sendo modificadas ao longo do tempo e o formato atual dos edifícios data do século XVIII.

A Catedral de Santiago

Santiago possui uma arquitetura que lembra um pouco as cidades europeias. Grandes palácios, prédios históricos e igrejas barrocas, da época da colonização espanhola.

Prédio histórico em Santiago

Começamos a visita pelo marco zero, pela parte histórica da cidade, com a Plaza das Armas, um dos principais pontos turísticos locais. A praça é grande e movimentada. Cheia de artistas de rua, com alguns monumentos e prédios históricos em volta. Dentre os principais edifícios da praça destaca-se o Palácio de La Real de La Audencia, onde funcionou a Suprema Corte de Justiça e hoje sedia o Museu Histórico Nacional com um acervo que remonta ao passado colonial do Chile. A Agência Central dos Correios funciona num belo prédio neoclássico onde antes foi a casa de Pedro de Valdivia, o fundador de Santiago.

O belo prédio da Agência Central dos Correios

A Catedral Metropolitana de Santiago fica numa das esquinas da Praça. Hoje ela é vizinha a um moderno edifício de espelhos e isso possibilita belos reflexos, sendo mais um dos marcos da praça. Aí no centro fica também o Palácio La Moneda, o palácio presidencial do Chile, onde morreu o presidente socialista Salvador Allende em 1973.

O efeito do reflexo da Catedral no prédio de vidro.

A Plaza de Armas já foi local de desfiles no passado, se tornou uma agitada área comercial, foi reformada e requalificada no início do século XXI e hoje é um ponto de encontro social importante no centro da cidade, com artistas de rua e muitas pessoas circulando pelos quatro cantos.

A Plaza de Armas

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Chile e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s