O CASTELO URQUHART E O MONSTRO DO LAGO NESS

09 de setembro de 2018

Inverness é a capital das Terras Altas, possui aproximadamente 60 mil habitantes e é o principal ponto de partida para conhecer essa região do norte da Escócia. Fica na ponta norte do Lago Ness, ao qual está ligado pelo Canal Caledonian, que escoa a água do lago.

Inverness

A cidade é dominada por um grande castelo vitoriano no alto de uma colina, onde funcionam alguns organismos públicos como o Tribunal de Justiça.

O Castelo de Inverness

A rua principal, é a Church Street, com muitas lojas, lanchonetes, hotéis e outros serviços. Dentre as lojas da Church Street, destacam-se as que vendem produtos próprios da Escócia como os tartãs, aqueles tecidos com padrão xadrez que identifica os Clãs das Highlands, cada Clã tem uma padronagem própria. Nessas lojas também são vendidos os kilts, aquelas “saias” que os homens escoceses usam.

Inverness

Saímos de Inverness com o guia Sidnei da Via Escócia Tour para um giro nas Highlands. Pelo planejamento original iríamos até a Ilha Skye, mas desistimos porque estava chovendo muito. Optamos por um outro trajeto sugerido pelo Sidnei. A primeira parada foi no maravilhoso Castelo Eilean Donan que ainda hoje pertence ao Clã dos MacRae.

Castelo Eilean Donan

O castelo foi construído numa pequena ilha próximo à borda do Lago Duich e no caminho que leva à Ilha Skye. Foi construído no século XIII como uma fortaleza para o Clã MacKenzie e posteriormente foi herdado pelo Clã MacRae, a partir do século XVI, que até hoje ocupa o castelo.

O Castelo Eilean Donan do Clã MacRae

O castelo foi restaurado no século XX por um dos herdeiros dos MacRae e hoje funciona como museu. Na parte interna é possível ver parte do mobiliário e utensílios originais que a família mantém preservado. Os MacRae usam o castelo para festas familiares como casamentos e outras comemorações.

O Castelo Eilean Donan

Após visitar o castelo seguimos adiante, passando pelas áreas verdes das Terras Altas, até chegar de volta ao Lago Ness. Paramos para visitar as ruínas do Castelo Urquhart, cuja história remonta do século XIII e é uma das atrações mais visitadas da Escócia, ficando atrás apenas dos castelos de Edimburgo e de Stirling.

O Castelo Urquhart, na beira do Lago Ness.

O maravilhoso castelo possui uma localização privilegiada, fica num promontório, na margem oeste do Lago Ness (Loch Ness), de onde conseguia controlar toda a navegação através do lago. Já foi o maior castelo da Escócia, foi destruído em 1692 pelos próprios ingleses, que ocupavam o castelo, para evitar que ele fosse conquistado pelos jacobitas que vinham do norte. Os jacobitas lutavam pela volta dos Stuart ao domínio da coroa britânica.

A localização privilegiada do Castelo Urquhart, na beira do Lago Ness.

Do alto da colina do Castelo existe uma bela vista do Lago Ness. Estávamos com sorte e tivemos um belo dia de sol a partir do momento que nos aproximamos do Castelo Urquhart. Devido à sua localização privilegiada, o castelo foi ocupado por vários proprietários ao longo da sua história. Várias batalhas foram travadas aí.

Os visitantes se deliciam com as fotos do Castelo de Urquhart.

O enigmático Lago Ness com as suas águas de um azul profundo, está logo ali em frente. É um lago de origem glacial, bastante profundo, extenso e estreito. Ficamos parados por um tempo para arriscar a sorte de ver o famoso monstro do Lago Ness, também conhecido simplesmente como Nessie. Existem inúmeros relatos históricos de testemunhos que afirmam já terem visto o famoso monstro, que é sempre descrito como um imenso lagarto ou serpente aquática de aparência pré-histórica.

O belo Lago Ness

A primeira descrição do monstro vem dos relatos de São Columba, um santo irlandês que viveu por essas bandas da Escócia e que afirmou ter salvo um picto, morador primitivo das Highlands, das garras do monstro em 565 d.C. Desde São Columba até os dias atuais já existiram dezenas de relatos de pessoas que afirmaram terem visto o monstro, já existiram inclusive expedições submarinas para tentar encontrar o bicho.

Encontramos o Monstro do Lago Ness

Ali perto do Castelo Urquhart existe um centro de exibição e museu sobre o Monstro do Lago Ness. Do lado de fora do centro de exibição pode-se ver um submarino amarelo que foi utilizado numa dessas explorações em busca de Nessie. O bom mesmo é a lojinha com várias lembranças do Lago Ness e das suas fantasias.

O submarino que tentou encontrar o Monstro do Lago Ness

Voltamos para Inverness no final da tarde, a tempo de circular um pouco pela cidade. Ficamos impactados pela presença de alguns jovens embriagados pelas ruas. Na caminhada escolhemos um restaurante e demos sorte, jantamos no excelente Restaurante White House.

Voltamos a Inverness no final da tarde.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Escócia, Reino Unido e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s