A BATALHA DE CULLODEN NA ESCÓCIA

10 de setembro de 2018

Começamos o último dia nas Terras Altas com algumas visitas aos arredores de Inverness. No final do dia chegaríamos em Edimburgo. A primeira parada que fizemos foi no local onde aconteceu a Batalha de Culloden, um dos eventos mais marcantes da história da Escócia.

O Campo de Culloden

A Batalha de Culloden aconteceu no dia 16 de abril de 1746, foi o momento mais marcante e que destruiu definitivamente o movimento jacobita. Aconteceu numa grande planura pantanosa próxima a Inverness, o Pântano de Colloden, entre as tropas britânicas e os rebeldes jacobitas escoceses. Os jacobitas foram dizimados por 9 mil soldados ingleses.

Casa típica das Terras Altas no Campo de Culloden

O movimento jacobita tem a sua denominação derivada do rei Jaime II da Inglaterra, o Jaime VII da Escócia, católico e descendente dos Stuarts, que em latim é denominado Jacobus Rex, daí a expressão jacobitismo. O Rei foi deposto pela Revolução Gloriosa de 1688, quando Guilherme de Orange subiu ao poder. O símbolo dos jacobitas é a rosa branca, a White Rose of York.

Homenagem aos Clãs dizimados na Batalha de Culloden

O Príncipe Charles Edward Stuart, o Jovem Pretendente, descendente de Jaime VII da Escócia, que viveu na França, almejava ser Rei da Inglaterra e Escócia retomando um poder que acreditava ser seu, foi derrotado com um exército de rebeldes católicos recrutado nos clãs das Highlands.

Vestimenta típica dos escoceses.

Os rebeldes escoceses, católicos, tentavam recolocar um Stuart no trono da Escócia e da Inglaterra, fizeram um movimento que conquistou grandes áreas, chegou muito perto de Londres, mas terminou com a derrota massacrante na Batalha de Culloden. A partir daí a repressão aos costumes escoceses se tornou mais implacável. A existência dos Clãs, uma espécie de estrutura feudal típica da Escócia e o uso do tartã, tecidos coloridos com um padrão xadrez que identificavam os clãs, foi proibido por mais de 100 anos.

Memorial aos mortos na Batalha de Culloden

Hoje em dia, no campo de Culloden existem pedras identificando os vários clãs da Escócia. Os visitantes procuram pelos marcos dos clãs dos MacKenzie e dos Frasers, por conta da série Outlander onde essas famílias são protagonistas. No centro do campo de Culloden, um memorial homenageia os mortos na batalha. Na área do campo de Culloden existe um grande centro de visitantes com apresentação audiovisual sobre os fatos históricos que marcaram essa região.

Marco em homenagem ao Clã Fraser

Saímos do Campo de Culloden e seguimos até o sítio arqueológico de Clava Cairns, que serviu de inspiração para a história da série Outlander. O sítio arqueológico possui um grande conjunto de pedras que serviam para rituais religiosos dos povos primitivos da região das Terras Altas. Na série, a autora imaginou um círculo de pedras semelhante denominado de Craigh na Dun, que na realidade não existe. Foi inventado pela autora. Foi numa dessas pedras que Claire, personagem da série, viajou no tempo e seguiu para o passado.

O sítio arqueológico de Clava Cairns

As pedras de Clava Cairns estavam associadas ao conhecimento sobre as estações do ano e o calendário anual, sobretudo relacionado com os dias dos solstícios e equinócios. Entender esses momentos do calendário anual e a sequência das estações era fundamental para a sobrevivência dos povos pois marcava os momentos necessários para o plantio e colheitas agrícolas.

O sítio arqueológico de Clava Cairns

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Escócia, Reino Unido e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s