AS INCRÍVEIS FALÉSIAS DE MOHER, NA COSTA DA IRLANDA

15 de setembro de 2018

Estávamos na costa oeste da Irlanda. Saímos da cidade de Kilarney com o objetivo de chegar no final do dia na cidade de Galway. Passamos antes pela pequena e charmosa cidade histórica de Adare, no Condado de Limerick, com aproximadamente 2.700 habitantes.

A charmosa cidade de Adare

Adare é uma cidadezinha romântica, muito popular entre os irlandeses, fica a apenas 16 quilômetros da cidade de Limerick, que é maior e por isso tem mais infraestrutura de hospedagem. Como Adare é muito perto, muitos visitantes optam por ficar em Limerick. Nós estávamos de passagem. Estacionamos o carro e circulamos um pouco pela cidade.

Adare

As Adare Cottage formam um conjunto de casinhas de palha do século XIX que estão entre as principais atrações da cidade. Hoje abrigam lojas de roupas, artesanatos e galerias de arte.

As Adare Cottage

Quase em frente às Cottage fica o The Trinitarian Priory, um antigo mosteiro do século XIII, que hoje funciona como igreja católica e está bem preservado.

The Trinitarian Priory

Deixamos Adare para trás e seguimos para o nosso principal destino do dia, as Falésias de Moher (Cliffs of Moher), a aproximadamente 100 quilômetros de Adare. Fizemos a viagem em quase duas horas, pois dirigíamos com cautela para nos acostumarmos à mão inglesa.

As Falésias de Moher

Na chegada ao Cliffs of Moher, no Condado de Clare, existe um grande estacionamento, pois essa é uma das mais importantes atrações turísticas da Irlanda, recebendo quase um milhão de visitantes por ano.

O estacionamento que leva ao Cliffs of Moher

Passamos no centro de visitantes, com lanchonetes, banheiros e todo apoio aos turistas, onde é possível assistir a um filme com belas imagens, que demonstram a formação geológica das falésias e enfatiza a vida selvagem do local.

Milhares de turistas visitam os Cliffs of Moher diariamente.

As falésias se estendem por 8 km ao longo de uma costa com mar agitado e selvagem no Oceano Atlântico. Em alguns trechos as falésias chegam a 214 metros de altura. Em dias de céu claro, o que não é tão comum por aí, em função de um clima insistentemente úmido que a Irlanda possui, é possível ver até a Baía de Galway, a muitos quilômetros de distância.

As Falésias de Moher

Existe uma trilha que acompanha as encostas das falésias nos dois sentidos opostos ao centro de visitantes. No caminho para o norte, chega-se à Torre O’Brien, uma torre de pedra, redonda, do século XIX, construída em 1835, já com o objetivo de servir como ponto de observação para visitantes que procuravam essa maravilha da natureza.

A Torre O’Brien

A Irlanda possui um relevo predominantemente planáltico que mergulha abruptamente nas falésias litorâneas e as de Moher são as mais belas e impressionantes. Nas encostas, existem muitos ninhos de aves marinhas e por isso a região é uma Área Especial de Proteção Ambiental.

O mar agitado esculpiu as falésias e rochedos

Os visitantes costumam ir além da passarela protegida e se arriscam na beira do penhasco para ver quem faz a fotografia mais perigosa. Toda a trilha é sinalizada, mas em alguns trechos fica bastante estreita.

Os visitantes se arriscam na beira do penhasco

Ao lado das Falésias de Moher, existem fazendas de agropecuária com criação de bovinos e ovinos. Os animais pastam bem perto do precipício. Acidentes com homens e animais já aconteceram por aí.

As pastagens se estendem até a beira das falésias.

As pastagens se estendem até a beira das falésias.

Deixamos os Cliffs Of Moher para trás, com a alma lavada e seguimos para Galway. Fomos direto para o bom Hotel Park House, com excelente localização, a 200 metros da Quay Street, a principal rua de agito da cidade, onde ficam os pubs e principais restaurantes. Deixamos as malas no hotel e seguimos a pé para a Quay Street, que é uma festa permanente. Jantamos no excelente Restaurante Martine’s, na Quay Street.

O agito da Quay Street

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Eire, Irlanda e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s