AVIGNON E AIX-EN-PROVENCE, O CORAÇÃO DA PROVENÇA

A Provença é uma das regiões mais procuradas pelos turistas que viajam pelo interior da França. Os campos de lavandas de Aix-en-Provence, as gargantas do Rio Ródano e seus afluentes, as cidades históricas como Avignon e Arles e a influência romana completam as suas atrações.

A Pont d’Arc em Ardeche, na Provence

Avignon é uma magnífica cidade murada localizada nas margens do Rio Ródano, no coração da Provença. Foi sede da Igreja Católica de 1309 a 1377, quando um conflito entre facções da Igreja, em Roma, acabou com a transferência da corte papal para Avignon. Para abrigar a corte foi construído um imenso castelo fortificado na cidade. Na visita ao Palácio pode-se ter uma noção do cotidiano no seu interior, naquela época.

O Castelo de Avignon

O Castelo de Avignon

O centro histórico de Avignon é uma cidade murada, cheia de ruas estreitas e muitas opções de restaurantes, bares e lojas de antiguidades e artesanatos.

Centro histórico de Avignon

O “barato” da Provença é seguir os caminhos em direção às milhares de atrações que existem por aí, muitas delas nos arredores de Avignon. A Pont Du Gard é um sítio arqueológico romano, a 25 km de Avignon, representado sobretudo por um grande aqueduto. A Pont du Gard é uma obra prima da arquitetura romana. Um pedaço do aqueduto que trazia água de Uzès a Nîmes  e que nesse trecho se transforma numa ponte construída  no século I a.c., em três níveis, para atravessar o Rio Gard.

Pont du Gard

Les-Baux-de-Provence é uma cidadela abandonada no alto de um grande planalto rochoso. A chegada por uma estrada sinuosa, que leva ao alto da colina, já impressiona pela visão das rochas calcárias que cobrem essa estrutura. O castelo de Les Baux foi parcialmente esculpido na rocha calcária.

O Castelo Des-Baux-de-Provence

A visita a Les Baux começa pelo povoado que se preservou na base da montanha. Hoje um  conjunto de lojinhas com um excelente artesanato, objetos de arte e antiguidades.

Les-Baux-de-Provence

Em Arles existem fortes vestígios históricos da influência romana na Provença. O destaque fica para o Anfiteatro Romano muito bem preservado para uma construção de 2 mil anos. A Arena Romana possui capacidade para 21 mil pessoas e funciona ainda hoje com touradas e outros eventos, sobretudo no verão. Van Gogh viveu em Arles de 1888 a 1889 e aqui pintou uma parte da sua obra, dentre as telas famosas que unem Van Gogh a Arles, está a Casa Amarela, onde ele viveu.

O anfiteatro romano de Arles

Aix-En-Provence é uma cidade jovem e alegre e isto é visível nas ruas, sobretudo na Cours Mirabeau. A avenida arborizada é cheia de cafés e lojas. Aix é a cidade das mil fontes, elas estão por todas as partes, algumas das melhores ficam na Cours Mirabeau.

A Cours Mirabeau em Aix-en-Provence

É no interior da Provença que se pode presenciar o espetáculo das lavandas. O visual é maravilhoso. Os campos são plantados de lavandas, dispostas simetricamente em longas linhas que acompanham o modelado do relevo. O centro de produção fica próximo à cidade de Luberon, a “capital da lavanda”.

Lavandas de Luberon

Um dos cenários mais impressionantes da Europa é o cânion Gorges du Verdon que num determinado trecho, deságua no Lago Saint Croix, formando uma paisagem espetacular.

Gorges du Verdon

Dicas:

Como chegar:

A maior cidade francesa próxima à Provence é Marselha. Algumas das companhias aéreas que voam do Brasil para as grandes cidades europeias, têm conexão direta para essa cidade. A partir daí ou de Paris, pode-se chegar a Avignon ou Aix-En-Provence de carro, ônibus ou trens, inclusive com o TGV (Trens de Grande Velocidade). Tudo com muita facilidade.

Paisagem da Provence

Não precisa de visto nem certificado de vacinas para quem vai à França, mas o passaporte precisa ter validade mínima de seis meses da data de retorno da viagem. Na checagem da imigração, às vezes é necessário apresentar passagem de volta, comprovante de recursos financeiros e seguro de saúde.

Provence

Como circular:

A melhor maneira de circular pela região da Provença é de carro, pois são muitas as atrações que ficam pelo caminho ou fora das principais cidades. Em Avignon ou em Aix-En-Provence, deixe o carro num estacionamento e circule a pé. São cidades pequenas e todas as atrações estão no centro.

Viajar de carro é uma excelente opção para aproveitar melhor as paisagens da Provence

Quando ir:

A melhor época para visitar a Provence é no verão, sobretudo no período da imperdível floração dos campos de lavanda que acontecem da segunda quinzena de junho à primeira de agosto, época em que as cidades estão lotadas. A Provença possui um clima temperado, com verões quentes e secos, invernos amenos e as quatro estações bem definidas e pode ser visitada em qualquer época do ano.

Os campos de lavanda da Provence

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em França e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s