NARA – A PRIMEIRA CAPITAL DO JAPÃO

A cidade de Nara está localizada 40 km a sul de Quioto. Essa foi a primeira capital do Japão e permaneceu como tal até o século VIII, quando foi transferida para Quioto. A província de Nara possui hoje cerca de 1,4 milhões de habitantes e guarda verdadeiros tesouros históricos na sua arquitetura e nos templos budistas e xintoístas da cidade.

Nara - uma cidade cheia de parques e templos.

Nara – uma cidade cheia de parques e templos.

Em Nara a presença constante dos cervos nas ruas é uma das características marcantes da cidade. O cervo é considerado um mensageiro dos Deuses e por isso ele não é incomodado, pois se trata de um animal sagrado, convivendo com turistas e visitantes dos templos. Vivem soltos nos jardins.

Os cervos sagrados de Nara.

Os cervos sagrados de Nara.

O principal templo de Nara é o Todaiji, construído no início do século VIII sob ordens do Imperador Shomu que queria submeter o país à proteção divina de Buda. A cultura e história de Nara é fortemente baseada em costumes e valores importados da China.

O Templo Budista Todaiji

O Templo Budista Todaiji

O gigantesco Templo Budista Todaiji é o maior edifício de madeira do mundo e o que mais impressiona nele são as dimensões. O Buda de Todaiji, o Daibutsu, é o maior do Japão, com 14,7 metros de altura, é conhecido como o Grande Buda de Nara. Todo o interior do templo é muito bonito, com outros budas complementando a decoração.

O gigantesco Buda de Nara, o maior do Japão

O gigantesco Buda de Nara, o maior do Japão

Saímos do templo Todaiji e seguimos para a nossa última visita em Nara, o Templo Kasuga Taisha, um santuário xintoísta com mais de 3 mil lanternas de pedra, expostas nas ladeiras de acesso ao santuário, que foram doadas pelos fiéis.

As lanternas do Templo Kasuga Taisha

As lanternas do Templo Kasuga Taisha

Os templos xintoístas não têm imagens e o mais bonito do Templo Kasuga é o caminho até ele, com os jardins e as milhares de lanternas instaladas aí. Dizem que o Kasuga é o mais fotografado dos Templos Xintoístas do Japão.

As lanternas de bronze do Templo Kasuga Taisha

As lanternas de bronze do Templo Kasuga Taisha

Foi construído pela primeira vez em 710. Destruído e reconstruído várias vezes, a cada 20 anos, seguindo uma tradição Xintoísta que vingou até 1.868. As lanternas são acesas no início de fevereiro e em meados de agosto. Fica localizado num belo parque.

O Templo Kasuga Taisha

O Templo Kasuga Taisha

Voltamos a Quioto, o dia tinha sido muito chuvoso, pois passou pelo Japão o Tufão Francisco, provocando destruição e morte na região de Tóquio. Em Quioto ficou o “rabo” do tufão. Não houve maiores transtornos para o nosso grupo. Demos sorte. À noite fomos jantar num restaurante japonês ao lado do hotel.

O grupo da Via Alegria no jantar de despedida do Japão

O grupo da Via Alegria no jantar de despedida do Japão

No dia seguinte saímos de Quioto para Osaka onde pegamos um voo para Pequim. A viagem de Quioto para Osaka passa por uma área urbana densa. Toda a área entre Tóquio e Osaka, que possui 500 km de extensão é formada por uma grande conurbação (junção de cidades), se constituindo numa das maiores megalópoles do planeta.

Despedida do Japão.

Despedida do Japão.

O Aeroporto de Osaka é uma ilha artificial, um dos símbolos do Japão moderno, pois foi totalmente construído sobre uma área de aterro.

Anúncios

Sobre joaquimnery

Joaquim Nery Filho é geógrafo, agente de viagens e empresário do showbusiness. Apaixonado por viagens e fotografia.
Esse post foi publicado em Japão e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s